Após título, garotos do sub-20 do São Paulo sonham com chance de Bauza

Campeões da Taça Libertadores da América sub-20, os jogadores do São Paulo desembarcaram na manhã desta terça-feira na capital paulista com dois pensamentos claros: férias e promoção. Mas mais do que aproveitar os 30 dias de descanso, os garotos sonham com um novo passo na carreira, agora ao lado dos jogadores profissionais.

– Foi uma conquista inédita para um time brasileiro. Isso só tem a ajudar na nossa carreira, vai acrescentar bastante. Foi muito importante a gente perceber como é o clima da Libertadores, mesmo se tratando de uma competição sub-20. Isso pode fazer a gente subir mais cascudo para o time profissional e aproveitar a oportunidade, se ela aparecer – disse Lucas Fernandes, autor do gol do título na decisão contra o Liverpool (URU), disputada no último domingo.

Lucas se vê em condições de integrar o grupo profissional no CT da Barra Funda.

– Estou sempre esperando, mas isso não vem de mim. Trabalhamos o ano inteiro para esperar esse momento. Se subir, será incrível poder atuar com meu ídolo, que é o Ganso, logo depois da conquista de um título de Libertadores – ressaltou o camisa 10 da equipe do Morumbi.

Campeões da Libertadores sub-20 São Paulo (Foto: Fernando Vidotto)Jogadores e comissão técnica posam com a taça da Libertadores da América Sub-20 (Foto: Fernando Vidotto)

O lateral-esquerdo Inácio, outro destaque da equipe, seguiu pela mesma linha de raciocínio.

– Já ficamos sabendo da repercussão que teve essa conquista, é um torneio mundialmente conhecido. Sabemos que um título como esse dá muita visibilidade. Agora é buscar uma vaga no profissional, coisa que estamos esperando – ressaltou o defensor, que esteve perto de deixar o São Paulo para atuar no Porto (POR), mas ficou a pedido do técnico Edgardo Bauza, que deve subir o atleta para ocupar a vaga deixada por Reinaldo, emprestado para a Ponte Preta.

Inácio São Paulo (Foto: Fernando Vidotto)Inácio deve ser um dos promovidos por Bauza
(Foto: Fernando Vidotto)

O técnico André Jardine ressaltou o amadurecimento do grupo, que sabe que nem todos vão receber a tão sonhada oportunidade.

– Eles têm a cabeça muito boa, temos um grupo de jogadores com pensamento diferenciado. É claro que eles estão com muita ansiedade de receberem sua oportunidade daqui a pouco, mas eles sabem que nem todos vão receber porque o São Paulo é grande e tem um plantel grande também – disse o técnico.

– Eles estão ansiosos para dar o próximo passo, independentemente de ser aqui ou em outro lugar. Espero que eles consigam fazer essa transição da melhor maneira – completou.

 

Fonte: Globo Esporte

3 comentários em “Após título, garotos do sub-20 do São Paulo sonham com chance de Bauza

  1. Penso que alguns deles já poderiam ser aproveitados em posições que temos carência. Por exemplo, na zaga o Maidana poderia ser testado no lugar do ineficiente Lucão. Na lateral esquerda, Inácio pode ser uma boa opção, porque o Carlinhos, faz tempo, não tem velocidade para atuar naquela faixa do campo. Os volantes Banguelê e Artur podem até substituir com vantagem Hudson e Wesley. Enfim, analisando melhor, verifico que os craques do time sub-20 – Lucas e Davi Neres – são aqueles que terão maior dificuldade para cavar seu espaço no time de cima.

  2. Acho que Inácio, Banguelê, Lucas Fernandes, Luis Araújo e David Neres têm que subir. Se vão jogar ou não, se vão dar certo ou não, isso é outra conversa. Mas eles não têm mais nenhum desafio na sub-20. Bota para jogar no profissional. Se der conta da bucha, fica. Se não der, tchau. É o que deveriam fazer com o Lucão, que foi zagueiro de seleção brasileira em todas as categorias inferiores e não prestou para jogador de verdade.
    Tem muito mimimi com esses moleques. Nem são a solução para o time, nem são uns bibelôs de cristal. Bota para jogar e vamos ver quem para em pé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*