Após ser reserva, Osvaldo quer mostrar ‘escolha errada’ de Muricy

Contrariando o que havia demonstrado nas rodadas anteriores do Campeonato Brasileiro, o técnico Muricy Ramalho não optou pela escalação de Osvaldo como titular no empate em 0 a 0 diante da Chapecoense, nesta quarta-feira, pela 30ª rodada. Sem contar com Alexandre Pato, fora por conta de um edema na coxa esquerda, Luis Fabiano, que sente dores no mesmo local, e Michel Bastos, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o técnico são-paulino optou pela entrada de Ewandro, de apenas 18 anos.

Questionado sobre a decisão tomada de última hora, o treinador explicou as razões que o fizeram escalar o garoto recém-subido da base, e não Osvaldo na partida de Santa Catarina.

– O Ewandro está treinando muito bem, voltou a jogar na base, fez gols, e nos treinamentos está fazendo a diferença. Por isso ele jogou. Só que o Kaká tomou o cartão amarelo e estava jogando do lado esquerdo, com o Fabiano (da Chapecoense) apoiando muito. Era arriscado deixar ele (Ewandro) lá e ser expulso, então a gente mudou e deu certo. O Osvaldo deu profundidade, e enchemos o meio, por dentro. Aí eles abriram e a gente até dominou um pouco o segundo tempo – comentou o comandante tricolor em entrevista coletiva realizada após o confronto.

Acionado no intervalo na Arena Condá, justamente na vaga de Ewandro, Osvaldo mostrou desenvoltura. Na saída de campo, admitiu que esperava ser titular do ataque ao lado de Alan Kardec e assegurou que pretende mostrar serviço a Muricy Ramalho para reconquistar sua confiança.

– Eu estava esperando, sim, jogar, até porque eu vinha sendo opção. Mas respeito a decisão do Muricy. Quando entro tenho que mostrar que ele (Muricy) fez uma escolha errada. Graças a Deus entrei bem, ajudei a equipe, mas não deu para conquistar o resultado – sentenciou Osvaldo.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*