Após reunião com Del Nero, Aidar revela que CBF modificará estatuto

O presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, participou de uma reunião com outros dirigentes de clubes e o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, na última segunda, e revelou uma alteração parcial no estatuto da entidade, que deve ocorrer na quinta-feira. A CBF deve deixar de vetar as decisões do conselho técnico, o que concederá ainda mais autonomia aos clubes.

Em entrevista à rádio Jovem Pan nesta terça, Aidar comentou os detalhes da reunião com o responsável por coordenar o futebol brasileiro. “Conversou-se sobre aumentar o poder dos clubes e conseguimos um compromisso do presidente Del Nero de retirar o poder de veto da CBF sobre o conselho técnico”, confessou. “É importante porque atribui aos clubes a organização dos campeonatos, a forma de disputa, e toda parte operacional”, completou.

Para o presidente do Tricolor, a alteração no estatuto é um grande passo para os clubes. “Isso para nós foi uma grande conquista. O grande desejo dos clubes é ter voz ativa, coisa que não existe. Embora a CBF na gestão de Del Nero e Marin tenha sido mais aberta, essa abertura não era suficiente pois não trazia aos clubes condições de participar das decisões”, ponderou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Aidar comemora sonhada autonomia dos clubes após alteração e revela Del Nero “colaborativo”

Em tempo, Carlos Miguel Aidar contou que Del Nero está completamente disposto a colaborar com as investigações que possam surgir, após o escândalo de corrupção deflagrado na Fifa há cerca de duas semanas, que deteve o ex-presidente da entidade, José Maria Marin, além de outros seis dirigentes.

“O presidente disse que se anteciparia a qualquer investigação, se oferecia para depor e vai a Brasília para isso. Mandou todos os contratos suspeitos para o Ministério Público, para o Ministério da Justiça e para a Polícia Federal”, contou.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Após reunião com Del Nero, Aidar revela que CBF modificará estatuto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.