Após noite infeliz no Chile, Osvaldo garante: ‘A bola vai entrar na volta’

Tecnicamente, Osvaldo, ao lado de Lucas, Wellington e Jadson, foram os destaques do São Paulo no empate por 1 a 1 da última quinta-feira, contra a Univerisdad Católica, pela semifinal da Copa Sul-Americana. Com velocidade, ele cansou de entortar seu marcador, Alvarez, e criou várias situações de perigo. O problema foi que o baixinho deixou muito a desejar no momento das finalizações. Em pelo menos três situações, ele ficou cara a cara com o goleiro Tosselli e não conseguiu fazer o gol. Em uma delas, levou Luis Fabiano ao desespero, já que o centroavante estava livre, pronto para marcar.

Como a Católica achou empate no segundo tempo, Osvaldo saiu de campo frustrado. Reconheceu a noite infeliz, disse que poderia ficar tentando marcar até agora que não teria feito gol e também elogiou o goleiro rival.

– Tem dia que é assim mesmo. A bola não quis entrar. Acredito que foi mais mérito do goleiro do que falha minha, mas só está sujeito a passar por isso quem chega lá na frente para fazer o gol. Consegui criar jogadores, me movimentei bem e isso foi positivo, sinal de que o que foi treinado deu certo. É claro que fiquei chateado porque queria ter dado alegrias ao torcedor do São Paulo – afirmou o atacante.

Osvaldo, no entanto, não vai baixar a cabeça. Confirmado na equipe que vai enfrentar a Católica, na próxima quarta-feira, no Morumbi, o jogador garante que, no decisivo duelo, a história será diferente.

– A bola vai entrar na volta. Tenho certeza – finalizou o jogador, que na quinta-feira, disputou seu 44º gol com a camisa do Tricolor. Até agora, marcou dez gols.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*