Após gol, Ceni tem recepção de popstar em seu 1º desembarque no ano

O painel de embarque e desembarque do aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, ainda nem havia confirmado o pouso do avião que trouxe a delegação são-paulina de Salvador, mas dezenas de fãs já se aglomeravam no saguão. E gritaram com a chegada do astro mais desejado: Rogério Ceni, autor do primeiro gol da vitória por 2 a 0 sobre o Bahia.

Foi o primeiro desembarque do goleiro após ter atuado com o time neste ano, já que passou seis meses se recuperando de cirurgia no ombro direito. E a recepção foi digna de um popstar. Câmeras e microfones se misturavam a celulares erguidos por admiradores que queriam qualquer registro do ídolo de perto.

Os seguranças do São Paulo logo formaram uma espécie de cinturão que protegeu até os primeiros jornalistas a se aproximarem do camisa 01. O foco do trabalho deles eram as cerca de 50 pessoas, incluindo crianças no ombro de adultos, que empurravam quem estava pela frente para se aproximar do astro e lhe oferecer camisas ou papéis, pedindo autógrafos.

Até o fim do saguão, foram muitos os gritos, alguns até de pessoas que se afastavam e citavam de forma tímida o nome do arquirrival Corinthians. O destaque ficou para um passageiro que, ao ver a confusão, esperou um momento de silêncio para bradar: “Rogério, vai para o Galo!”.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Após seis meses se recuperando de cirurgia, Ceni encontrou muitos fãs em seu primeiro desembarque

O canto que dominou o aeroporto, entretanto, foi o tradicional da torcida são-paulina que, com palavrão, define o goleiro como o “melhor do Brasil”, repetido com mais força quando o ídolo entrou no ônibus do São Paulo. Nenhum desembarque do time neste ano atraiu tanta gente – a torcida não tem aparecido nos aeroportos nem para protestar.

A atenção a Rogério Ceni nesta quinta-feira era tão grande que os seguranças, por alguns minutos, chegaram a ‘esquecer’ de Luis Fabiano. Maior alvo de proteção enquanto o goleiro estava machucado, o centroavante teve que encarar por alguns metros, sem nenhuma proteção, um número menor de fãs.

Com mais tranquilidade do que o normal, embora também cercado, o centroavante atendeu a quase todos os pedidos, fossem eles por fotos, autógrafos ou mesmo um abraço – algo impossível para Rogério Ceni, que mal conseguia identificar o que os fãs desejavam dele.

Quando o cerco sobre Luis Fabiano aumentou, dois seguranças o acompanharam e, com menos truculência, o encaminharam para o ônibus que levou a delegação para o CT da Barra Funda, onde o elenco vai treinar nesta tarde. Quando o veículo deu partida, o centroavante também foi saudado pelos fãs de Rogério Ceni e teve seu nome gritado.

Fonte: Gazeta  Esportiva

Um comentário em “Após gol, Ceni tem recepção de popstar em seu 1º desembarque no ano

  1. Estava no Morumbi e estarei em todos os jogos no nosso estádio para gritar São Paulo, o capitão voltou e saudar todos os nossos jogadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*