Após empréstimos a europeus, jovens do São Paulo serão avaliados na volta

Em meio à janela de transferências internacionais, alguns jogadores com contrato com o São Paulo retornam neste mês após período de empréstimo a clubes europeus. São os casos de Lucas Fernandes, Lucas Perri e Júnior Tavares. O futuro do trio ainda é incerto, porém o clube deve avaliar a situação de cada um neste retorno e não se descarta a chance de serem aproveitados no elenco.

O meia Lucas Fernandes foi emprestado ao Portimonense, da primeira divisão de Portugal, em agosto do ano passado. Depois de uma boa temporada em território português, o jovem chegou a ser convocado para a Seleção Olímpica que venceu o Torneio de Toulon no último mês. Lucas fez 29 partidas (21 como titular) na liga, marcou um gol, deu duas assistências e levou seis amarelos.

No São Paulo, a percepção é de que o jovem de 21 anos tem mercado dentro e fora do país. No momento, porém, algumas sondagens do Brasil não interessam ao clube, por conta do plano de carreira pensado para o jogador, e na Europa o que apareceu até aqui não daria a vitrine necessária para um grande negócio. Assim, ele deve se apresentar na próxima segunda-feira, e receber um calendário diferenciado de preparação até ser integrado ao grupo.

Júnior Tavares, por sua vez, foi emprestado para a Sampdoria, em julho de 2018. No clube, o pensamento era de que o jogador precisava sair um pouco do ambiente do Tricolor e ganhar experiência em um mercado importante. Na Itália, fez três jogos da liga, dois deles como titular. Diferentemente de Lucas Fernandes, uma integração ao elenco é improvável, mas a ideia é estudar a melhor possibilidade para o atleta, que é tratado com grande potencial.

Há também o caso de Lucas Perri, que estava emprestado ao Crystal Palace, da Inglaterra, desde o início de 2019. O time inglês chegou a manifestar o desejo de contar com o goleiro de forma definitiva, mas a negociação não evoluiu. Dessa forma, ele foi reintegrado e já treina com o elenco no CT de Cotia. A tendência é que ele seja o terceiro arqueiro de Cuca, já que Lucas Paes foi cedido por empréstimo ao Louletano, da terceira divisão portuguesa.

Não está descartada a saída de Perri, caso uma boa proposta seja apresentada ao clube, mas no momento ele faz parte dos planos para o restante da temporada. O São Paulo trata esses três jovens como possíveis fontes de arrecadação, já que os considera com potencial para boas negociações com agremiações estrangeiras, sem que seja necessário se desfazer dos garotos de Cotia que atualmente enchem os olhos na equipe principal.

 

Fonte: Lance

Um comentário em “Após empréstimos a europeus, jovens do São Paulo serão avaliados na volta

  1. O Cuca tem mais é que colocar os atletas para treinar para poder observa-los. Com todos os problemas extra-campo, ainda acho que o Jr Tavares poderá ser muito melhor que o Reinaldo e que o Lucas, de repente, aprendeu a ser mais intenso e ligado no jogo, nesse período em que jogou na Europa. Se isto ocorreu, ele pode vir a ser o armador que precisamos.
    Quanto ao Perri, nunca botei fé em seu futebol. Não entendi toda a polêmica em que o S.Paulo se meteu quando de sua contratação. Agora, ele não é pior que o Jean. . .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.