Após empate, São Paulo se reapresenta sem Pratto e Petros

Com cinco baixas, o São Paulo se reapresentou no CCT da Barra Funda, na tarde desta terça-feira, dois dias depois do empate sem gols com o Botafogo, no Pacaembu, pelo Campeonato Brasileiro. No treino que marcou o início da preparação para o duelo com o Coritiba, no próximo domingo, no Estádio Couto Pereira, Lucas Pratto e Petros foram as principais ausências.

O centroavante argentino ficou no Reffis para dar sequência ao tratamento na coxa direita, local em que vem sentindo dores há um mês. Artilheiro do time no ano, com 14 gols, o camisa 9 não deve treinar em campo nesta semana e pode nem jogar no final de semana. Nesse caso, Gilberto seria o seu substituto imediato.

Já Petros foi liberado pela comissão técnica para viajar a Juazeiro, na Bahia – o avô do volante morreu no último domingo. Suspenso do jogo contra o Coritiba pelo terceiro cartão amarelo, o camisa 6 deverá voltar a treinar com o grupo na manhã desta quarta-feira.

Completam a lista de desfalques do treino desta tarde Maicosuel, Jonatan Gomez e Marcinho. Os dois primeiros tratam de dores no joelho direito, enquanto o último se recupera de um problema na coxa direita que o tirou do confronto com o Botafogo, no domingo. Em compensação, o lateral direito Bruno iniciou o processo de transição do Reffis para o gramado.

Dentro de campo, o técnico Dorival Júnior não deu indícios da equipe que enfrentará o Coritiba. Hernanes e Arboleda, que cumpriram suspensão no domingo, trabalharam normalmente, assim como Cueva, que atuou no fim da partida após ter se reapresentado com atraso. A tendência é que os três sejam titulares na capital paranaense.

Primeiro, Dorival comandou uma atividade com três equipes misturadas com titulares e reservas que brigavam pela posse de bola e buscavam marcar nos quatro mini-gols. Depois, já sem os titulares da partida diante do Botafogo, o auxiliar e filho de Dorival, Lucas Silvestre, comandou um treino em campo reduzido que terminou sob um temporal e em clima de rachão, com Cueva e Brenner comemorando a vitória sobre o time de Denilson, que ficou bravo com a derrota.

Com 46 pontos, o São Paulo é o 13º colocado e está livre do risco do rebaixamento. A equipe precisa vencer Coritiba e Bahia nesta reta final de Brasileirão para ter chances mínimas de classificação à Copa Libertadores de 2018.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*