Após desgaste no Rio, horário de verão muda programação são-paulina

O jogo contra o Flamengo às 16 horas de domingo, dia em que teve início o horário de verão, desgastou o elenco do São Paulo pelo forte calor no Rio de Janeiro. Atenta a isso, a comissão técnica alterou a programação do elenco a partir desta semana, marcando os treinos um pouco mais tarde.

Em vez de 15h30, os jogadores começarão os trabalhos de tarde, no CT da Barra Funda, trinta minutos depois do habitual. As atividades pela manhã, como a desta terça-feira, véspera do duelo com a LDU de Loja (pelas oitavas de final da Copa Sul-americana, no Morumbi), não sofreram mudança e iniciarão às 9 horas.

Sérgio Rocha, preparador físico do clube, explica o horário de verão exige maior cuidado com a saúde dos atletas. Como o que o trio de arbitragem teve na partida de domingo, ao permitir que as duas equipes pudessem se refrescar à beira do gramado, na metade das duas etapas.

Rubens Chiri/www.saopaulofc.net

Jogadores aproveitaram parada durante a partida contra o Flamengo para se refrescar à beira do gramado

“Não há só perda líquida, mas de sais minerais, de lítio, de energia. Isso faz falta ao atleta e pode gerar problemas musculares. Essa parada ajuda muito, e a gente sempre deixa água no campo para o jogador se hidratar”, diz.

 

O volante Wellington, que corre mais do que alguns por conta de sua função de marcação, acusou exaustão no segundo tempo e precisou ser substituído pelo meia Cícero. “Estava muito sol, e isso ajuda a ter cãibra”, justificou.

Os jogos do primeiro horário de domingo só começarão às 17 horas daqui a duas rodadas, de acordo com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Na próxima, o São Paulo vai a campo às 18h30 de sábado, diante do Sport, no Recife.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*