Após atrito com Dorival, Cueva pode ajudar técnico no São Paulo

ueva poderá protagonizar os papéis de vilão e herói do São Paulo em quase dois meses do ano de 2018.

O meio-campista gerou mal-estar com a diretoria e a comissão técnica de Dorival Júnior quando contestou a própria condição de reserva e pediu para não ser relacionado contra o Mirassol, no dia 24 de janeiro, pois havia recebido uma oferta para sair.

Antes, ele tinha sido multado por se reapresentar com seis dias de atraso para a pré-temporada. Agora, o jogador poderá ajudar o técnico a ter sobrevida no Tricolor.

Pressionado no cargo, Dorival foi mantido pela diretoria, mas pode não resistir caso haja uma nova derrota, neste domingo, às 17h, no Morumbi, diante da Ferroviária. Seria o terceiro resultado negativo seguido, depois de o time perder para Ituano e Santos.

E é justamente aí onde Cueva entra. Desde que foi reintegrado ao grupo, contra o Botafogo-SP, o camisa 10 do São Paulo atuou cinco vezes e teve participação direta em quatro dos seis gols marcados neste período.

O meia balançou as redes em três oportunidades e criou a jogada de um outro gol, ele também iniciou o lance que originou o pênalti sofrido por Nenê diante do Bragantino, mas o passe importante do lance foi de Diego Souza. No total, Cueva fez seis partidas no ano.

Na derrota da última quarta-feira, contra o Ituano, Cueva marcou um gol, perdeu pênalti no último minuto e depois do jogo foi elogiado por Dorival.

– Realmente (Cueva) foi protagonista da partida. Faz parte. Só erra o pênalti quem bate. O goleiro foi muito feliz. Foi o último lance do jogo. Quero que o jogador se exponha, e ele fez isso. Fiquei satisfeito. Esse é o Cueva que todos nós queremos. O erro faz parte. A responsabilidade é do treinador. As vitórias os jogadores comemoram, as derrotas o treinador assume – disse o treinador depois do jogo.

Mesmo quando não fez gol, como no clássico San-São, Cueva teve papel de destaque e levou perigo ao gol adversário.

Diante da Ferroviária, o peruano pode ser fundamental para o futuro de Dorival. Se mantiver o protagonismo de forma positiva, ele será importante na sequência de partidas do São Paulo.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*