Após 27 partidas, Ney Franco tem semana ‘atípica’ antes dos mata-matas

O técnico Ney Franco terá uma semana “atípica” para trabalhar a equipe visando aos confrontos de mata-mata pelo Campeonato Paulista e também pela Copa Libertadores. Sem jogos, o comandante terá, pela primeira vez na temporada, um intervalo de sete dias para preparar o time.

Por conta da primeira fase do torneio continental, o elenco são-paulino iniciou a pré-temporada no dia 3 de janeiro e realizou o primeiro jogo no dia 19, diante do Mirassol, pelo Estadual. De lá para cá, o Tricolor não teve uma semana livre para trabalhar.

Nesse período, foram 27 jogos. Em razão da primeira fase da Copa Libertadores, o São Paulo teve de adiar os confrontos diante do São Caetano e União Barbarense pelo Paulistão. Com isso, nos dias 20 de fevereiro e 10 de abril, em o Tricolor estaria livre, foram utilizados para o clube do Morumbi jogar tais partidas atrasadas.

Nesse caminho, o São Paulo ainda teve de passar por percalços, que geraram desgastes físicos e psicológicos. Além da decisão para avançar à fase de grupos, encontrou dificuldades na Chave 3, teve de jogar duas vezes na altitude de 3.600 metros acima do nível do mar da cidade de La Paz, na Bolívia, e só conseguiu a classificação às oitavas de final na última rodada, mediante vitória sobre o Atlético-MG.

– É importante essa pausa no calendário. Não só fisicamente, mas psicologicamente também. Essa maratona de jogos gera um desgaste emocional nos jogadores, que terão essa folga para recuperarem as energias – declarou o técnico Ney Franco.

Na segunda-feira, os jogadores ganharam folga. Nesta terça, se reapresentam no CT da Barra Funda, visando aos jogos de mata-mata. Oportunidade celebrada pelo treinador para trabalhar as parte técnicas e táticas da equipe, além de ganhar um “gás” maior para o período decisivo do São Paulo.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*