Apalavrado, Willian José aceitou o Santos por disputa ‘leal’ no ataque

Uma das razões que fizeram o atacante Willian José não hesitar em deixar apalavrada sua ida ao Santos em 2013, conforme o LANCENET! revelou no último sábado, foi seu concorrente para ser titular.

Ciente de que no São Paulo seria “eterno reserva” do ídolo Luis Fabiano, Willian e seus representantes decidiram que era hora de sair e o Peixe caiu como uma luva. Mas e André, cria do DNA santista?

– Não tem a mesma identificação. Não se compara – resume o empresário Gustavo Arribas, dono do Deportivo Maldonado, clube uruguaio ao qual estão ligados os direitos econômicos de Willian José.

O pensamento do empresário ganha ainda mais força com a atual situação de André. Além de não ter nem de longe a mesma idolatria e força que Luis Fabiano tem no São Paulo por razões óbvias, o centroavante ainda não vingou na segunda passagem pelo Peixe.

Foram 20 jogos após a volta e sete gols marcados, em meio a e críticas por estar supostamente acima do peso. O próprio técnico Muricy Ramalho cobrou mais mobilidade de André e pediu a contratação de Willian José, de quem é entusiasta. Bill, outro da posição, será dispensado.

Gustavo Arribas não confirma o acerto, mas já adiantou tudo com o Santos, com o qual mantém ótima relação e se reunirá esta semana.

Willian José está emprestado ao São Paulo até o fim do ano, e foi descartado pelo clube pela iminência do acerto com Aloísio, do Figueirense.

Também lhe seduziu a chance de reeditar parceria com Neymar. Em 2011, eles formaram dupla de ataque da Seleção durante boa parte Sul-Americano sub-20, no Peru. Willian marcou três gols e Neymar, artilheiro, sete, na campanha do título do Brasil.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*