Antes titulares, Casemiro e Cícero se tornam apenas ‘opções no elenco’

Ney Franco chegou ao São Paulo há pouco menos de um mês, em um momento conturbado do clube na temporada. Mas apesar do pequeno tempo em que está à frente do Tricolor, algumas mudanças já puderam ser evidenciadas na equipe.

Além dos treinamentos serem bem diferentes dos comandados pelo ex-técnico Emerson Leão, é na equipe que aparecem as grandes discrepâncias entre o treinador atual e seu antecessor. Uma delas, particularmente, remete aos meias Casemiro e Cícero.

Antes titulares com Leão, os dois atletas amargam hoje o banco de reservas e têm tido poucos minutos em campo com Ney Franco. Contudo, o comandante são-paulino não descarta utilizá-los em um projeto a longo prazo e reafirma a confiança nos dois atletas.

– Todos os jogadores que estão no elenco estão nos planos. O Casemiro, eu conversei com meu auxiliar técnico, acho que estava muito abaixo na parte física. Ele entrou no segundo tempo do jogo com o Atlético (Goianiense) e com 20 minutos já não estava correspondendo – disse Ney Franco, que também falou sobre a situação de Cícero, em entrevista coletiva nesta sexta:

– (O Cícero) Está ajudando. Contra o Flamengo, entrou na partida. Eu tenho conversado com os atletas, nós temos duas competições na temporada. Não se disputa nem uma com só 11 titulares. Se o Casemiro está no banco, se o Cícero está no banco, é porque temos elenco.

Apesar do voto de confiança, contra o Sport, no domingo, os dois estarão novamente no banco de reservas. Ney Franco deve escalar o São Paulo com: Denis, João Filipe, Rafael Toloi e Rhodolfo; Douglas, Denilson, Maicon, Jadson e Cortez; Ademilson e Willian José.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*