Antes reserva, Pato vira solução, cita Guerrero e diz: “Nunca desanimei”

Pelo menos antes da bola rolar, o atacante Alexandre Pato é o principal personagem do confronto desta quarta-feira, entre São Paulo e Danubio, às 22h, no Morumbi, pela segunda rodada da Taça Libertadores. Reserva no início da pré-temporada e atrás até do novato Cafu nas atividades, o atacante virou solução e agora é visto como parceiro ideal de Luis Fabiano.

Artilheiro do Paulistão, com seis gols, Pato superou no Tricolor o número de gols marcados pelo rival Corinthians. Ele soma 18 gols em 48 jogos (média de 0,37 por partida) pelo São Paulo. No time alvinegro, o jogador marcou 17 vezes em 62 oportunidades (média de 0,27). Os números na antiga equipe renderam comparação com o centroavante Guerrero.

– Quando tive sequência, fiz gols e fui bem, tanto aqui como no meu ex-clube. Fiz apenas um gol a menos que o Guerrero, mesmo estando menos em campo. O importante é sempre trabalhar forte para render dentro de campo. Estou sentindo que é o meu momento – afirmou o jogador.

Mesmo fora do time titular, Pato era elogiado pelo técnico Muricy Ramalho por conta do profissionalismo demonstrado no dia a dia. No ano passado, o jogador disse ter pedido para conversar com o comandante para entender o que precisava fazer para ser melhor aproveitado.

– Acho que não tem nenhum problema na minha relação com treinadores. Eu me sentia incomodado no passado e, nos Estados Unidos, chamei o professor para conversar, para entender o que poderia fazer para melhorar. Essa aproximação foi fundamental para que eu pudesse melhorar. Nossa relação é muito boa. Estou colhendo agora tudo que trabalhei no ano passado. Mesmo quando não joguei, nunca desanimei – disse.

Com Pato, o Tricolor buscará a vitória fundamental para a sequência do time na Libertadores, principalmente por conta da derrota por 2 a 0 para o rival Corinthians na estreia. Diante do Danubio, Muricy vai escalar o seguinte time: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi, Dória e Reinaldo; Denilson, Souza, Michel Bastos e Ganso; Alexandre Pato e Luis Fabiano.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*