Ansioso por vestir de novo a camisa do São Paulo, Lugano promete “fome”

Diego Lugano está perto de reestrear pelo São Paulo neste domingo, contra o Rio Claro, no Pacaembu, às 17h, pelo Campeonato Paulista. O zagueiro fez uma promessa aos torcedores quando perguntado sobre o que eles poderiam esperar nessa nova passagem.

– O melhor que pode ter hoje defendendo o São Paulo. Com a mesma fome, o mesmo respeito e vontade. Tomara que com os mesmos resultados da outra passagem – disse o uruguaio, que, entre 2005 e 2006, ganhou o Paulistão, a Libertadores, o Mundial e o Brasileirão.

Depois de perder parte da pré-temporada durante a negociação entre Cerro Porteño e São Paulo, Lugano iniciou os treinos no dia 13 de janeiro. Após mais de um mês, o zagueiro afirma ter feito dez dias de treinos no campo e o primeiro coletivo na última quarta-feira. Agora, espera ganhar ritmo de jogo com o tempo.

Durante sua preparação, o São Paulo se classificou para a fase de grupos da Libertadores, eliminando o César Vallejo, e perdeu para o The Strongest, por 1 a 0, na última quarta-feira. O Tricolor também foi derrotado pelo Corinthians, por 2 a 0, no último domingo, pelo Paulistão. Ainda do lado de fora, ele faz uma análise sobre o nível da equipe de Edgardo Bauza.

– Nós temos um elenco forte, mas não muito qualificado. É a realidade. O São Paulo é um time em construção. Para ser campeão, tem de melhorar e está nesse processo. Tem de ter a humildade de saber que precisa melhorar em todos aspectos: técnico, tático, físico e mental. O caminho vai ser longo, mas o objetivo é alcançar títulos – afirmou Lugano.

E MAIS: Lugano revela briga contra o tempo e quer São Paulo sofredor e mais tático

Depois de fechar parte do treino de sexta, Bauza definirá a equipe titular em novo treino fechado neste sábado, no CT da Barra Funda. A dúvida é se Lugano começará como titular ou na reserva da dupla Rodrigo Caio e Lucão.

Na sexta, o técnico argentino poupou Rodrigo Caio e Hudson das atividades, e comandou treino de ataque contra defesa com: Bruno, Mena, Wesley, Thiago Mendes e Paulo Henrique Ganso; Centurión, Michel Bastos e Calleri.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*