Amigos de infância, Willian e Rodrigo Caio ‘esquecem’ amizade no Morumbi

Quis o destino que dois jovens que sonhavam juntos um dia serem jogadores se cruzassem anos depois como rivais. A história dos volantes Willian, do Fluminense, e Rodrigo Caio, do São Paulo, é de superação no futebol. Há cerca de sete anos, a dupla do interior paulista – Willian, de Junqueirópolis, e Rodrigo, de Dracena – fazia teste no Tricolor paulista, após anos lado a lado em uma escolinha na cidade do são-paulino. Na primeira “competição” entre os dois, Rodrigo levou a melhor e só ele permaneceu no time paulista. E neste domingo ambos se reencontram a partir das 16h, no duelo de tricolores, no Morumbi.

Por outro lado, o mesmo destino que os separou fez fortalecer a amizade entre seus pais, maiores incentivadores. Juntos, Osmar “Preto”, pai de Willian, e Celso “Russo”, pai de Rodrigo, levavam a dupla de um lado a outro em busca de oportunidades. O sacrifício valeu a pena e hoje a felicidade pelos filhos, mesmo que em lados opostos, é quase indescritível.

– A expectativa de ver os dois jogando é enorme. Conversei com o Russo por telefone e não sei quem está mais ansioso. A emoção mesmo é de ver esses dois garotos no profissional, depois de batalharem tanto para chegar lá – disse Osmar, pai do garoto Willian.

– A emoção é muito grande. São dois grandes amigos e duas pessoas de caráter exemplares. Merecem tudo isso. Estarei no estádio torcendo para o meu filho ganhar e para Willian fazer uma partidaça. Sei que é muito capaz, vi esse menino crescer – afirmou Celso.

Saudosista, o camisa 7 do São Paulo ainda lembra com carinho dos momentos ao lado de Willian.

– Passamos boa parte da infância juntos e viramos amigos. Sempre jogávamos juntos, treinávamos juntos. Tínhamos um contato diário e nos apoiávamos tanto dentro quanto fora de campo. Vai ser especial reencontrá-lo – contou.

Com moral com Autuori e titular do São Paulo, Rodrigo Caio já sai na frente do amigo, que será reserva, no duelo pessoal deste domingo.

Início no São Paulo e caminhos opostos

Após começarem juntos em uma escolinha de futebol em Dracena, interior de São Paulo, Willian e Rodrigo Caio foram com mais cinco garotos realizar um teste nas categorias de base do São Paulo. Na ocasião, a dupla foi aprovada, mas depois de um tempo Willian acabou deixando o Centro de Treinamento em Cotia.

O momento difícil passado pelo volante do Fluminense não desanimou os maiores incentivadores, Osmar, o pai, e Celso, amigo e pai de Rodrigo Caio.

– Falei com Osmar e com Willian que isso não podia abalar. Sabíamos que Willian tinha grande qualidade para ser jogador. Demos apoio e ele entendeu que não podia desistir do sonho. Fui com Osmar em alguns testes do Willian e dali seguiu uma grande carreira até chegar ao Flu – disse.

Osmar, também destacou o apoio recebido pelo amigo:

– Celso é um grande parceiro. Willian gosta muito dele e o próprio Rodrigo Caio ajudou muito neste momento. A amizade cresceu cada vez mais com tudo isso.

Rodrigo Caio elogia, mas dá aviso a Willian

Apesar de hoje ser adversário, o volante Rodrigo Caio não esconde a admiração e a torcida que ainda tem pelo amigo Willian. Ao ser perguntado pela reportagem sobre o momento que o companheiro vive, que começará a partida de hoje no banco, o camisa 7 da equipe paulista não poupou elogios ao rival.

– Estou muito feliz pelo momento dele. É um moleque batalhador, humilde e que merece todo sucesso do mundo. Tenho certeza que ele vai ter um belo futuro. Nos falamos por mensagens. Fiz elogios pelos belos jogos que fez pelo Fluminense no profissional. Desejei todo sucesso do mundo a ele – disse o são-paulino, de 20 anos.

Porém, não deixando de lado a rivalidade pelo confronto de hoje, Rodrigo Caio não deixou de fazer uma pequena provocação:

– É sempre bom rever os amigos, ainda mais um cara como o Willian. Pena que vamos estar em lados opostos. Fico muito feliz por ele ter conseguido chegar onde chegou. Mas já mando um recado: “domingo não vai dar para você” (risos) – brincou o atleta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.