Alguém me disse

O São Paulo já conta com a possibilidade quase concreta de perder Arboleda neste meio de ano para o Exterior. As propostas deverão chegar e o clube não terá como segurar, porque o zagueiro equatoriano já demonstrou vontade de aproveitar a oportunidade de jogar num grande centro europeu, se o convite chegar. A diretoria começou a se mexer e, nos bastidores, tem conversa adiantada com Miranda. Até onde sei, uma coisa vai depender da outra. Se Arboleda não sair, Miranda não vem. Mas a saída do equatoriano é quase inevitável. Então Miranda pode retornar ao Morumbi.

 

Paulo Pontes

23 comentários em “Alguém me disse

  1. Deveriam tentar segurar ao menos até o fim do ano, é bom zagueiro que tende a se valorizar e pode ajudar a conquistar alguns coisa neste ano. Não deveriam mexer em time que está finalmente se acertando.

    Se não der para segurar em razão da necessidade de fazer caixa, então não faz sentido trazer o Miranda, que custaria caro e está em fim de carreira.

  2. Ótima troca. Vai um que já declarou que quer sair e vem outro de seleção, que gosta do tricolor. O Miranda com uma perna só é melhor que a maioria dos zagueiros do país, sem contar a seriedade e o respeito com a camisa do SP.

  3. Mais um Hernanes da vida! Mais um Luiz Fabiano; um Diego Souza.
    Parece que os torcedores do tricolor têm fetiche por veteranos em fim de carreira. Por isto o time está na fila há tanto tempo. E o pior é que eles não vêm para ganhar um salário razoável, não; vêm para ganhar milhoes e ficarem no departamento médico ou amargando banco. Sem falar em tomar lugar da meninada que está jogando muito e que, no S.Paulo, não tem valor.
    Gosto muito do Miranda, mas vamos lembrar que não quis renovar com o S.Paulo para ganhar milhões. Nada de errado nisto; ele é profissional. Sendo profissionais pelo lado do S.Paulo, Rai e Cia deveriam entender que “quem gosta de velho é museu”…

    • Você só ta esquecendo que ele é titular e capitão da seleção brasileira.

      Assim como Hernanes, Miranda também será muito útil ao elenco.

      Arboleda está louco para sair, e no seu auge, não joga 30% que o Miranda joga.

      Ahh tinha esquecido, você é daqueles que acha que vale a pena investir em refugos do Sport, Vitória e Figueirenses da vida…

      • Não, não sou “daqueles que acha que vale a pena investir em refugos”!
        Sou daqueles que acham que um time de futebol tem que ser montado para jogar por anos, e não por uma temporada como vem sendo no tricolor (e parece que a seu gosto) dos últimos muitos anos.
        Sou daqueles que assiste futebol e entende o que está vendo; e nos últimos anos tenho discutido aqui esta mesma ladainha de se contratar veteranos para encerrar carreira no tricolor ganhando milhões e, pior de tudo, com aprovação da grande maioria dos torcedores, tipo as contratações do Luiz Fabiano (com festa na chegada para milhares no Morumbi); de Lugano, idem, e tantos outros.
        Concordo que o Miranda, pelo nível que temos no futebol brasileiro, ainda jogaria mais um ou dois anos. Principalmente porque o tal de Anderson Martins, cuja contratação foi tão celebrada por vc aqui mesmo neste Site, não joga nada. Agora pergunto: é necessário gastar alguns milhões para vê-lo, assim como os outros, decaindo dia a dia no nosso time?
        Sou daqueles que acham que não. Prefiro correr os riscos com a molecada que, mesmo se tiverem um inicio difícil, tenho certeza que poderão vir a ser outros Mirandas ou Luganos ou Hernanes, ou … e nos trazerem alegrias e dinheiro, que afinal, ninguém mantem um bom time sem ele!!!

        • É que você está sendo incoerente com os fatos. Todos sabemos que o São Paulo não monta time para jogar uma temporada completa, ou você acha que Antony e Toró iniciarão 2020 no elenco do São Paulo. Pelo que vi essa semana, Antony tem grandes chances de ir para o Ajax agora no meio do ano. Toró se mantiver esse nível até a parada da Copa América, também pode ser vendido ainda no meio do ano.

          Essa ilusão que vc nutre, que o São Paulo deve ter 90% do elenco com jogador da base não existe no Brasil.

          Anderson Martins está mal, no entanto jogou muito no Vasco e no Corinthians.

          Miranda é muito acima da média do que existe no Brasil, acho até melhor que o Dedé.

  4. Repetimos sempre o mesmo processo que não tem trazido muito sucesso: recontratar veteranos que tiveram boa passagem pelo Tricolor.
    Miranda já está próximo dos 35 anos e deve assinar seu último contrato profissional. Já não tem mais desafios ou ambição a conquistar.
    Miranda veio em 2006 como um desconhecido. Arboleda veio em 2016 também como um desconhecido. Ambos se tornaram nomes de sucesso jogando pelo SPFC.
    O que necessitamos é uma equipe de “olheiros” (analistas de desempenho) competentes e bem informados que indiquem ao Raí quem são os jogadores ainda desconhecidos que podem vir a ser craques do Tricolor.
    Torcerei pelo sucesso do Miranda, mas eu teria preferência por trazer jovens promissores.

  5. O ideal seria manter o Arboleda e trazer o Miranda, muito embora o Arboleda não seja tudo isso que falam.
    A torcida do São Paulo tem um certo fetiche por gringos.

  6. Precisamos manter uma base forte por uns 2 ou 3 anos , e o Cuca por um longo período ( exemplos melhores são Mano Meneses . e Renato Gaucho trabalhos longos e vencedores e bases das equipes mantidas.

  7. Boa notícia, mas cheirando como campanha do Leleco para tentar perpetuar sua “dinastia”… tanto tempo para fazer coisas boas para o clube, só vai se mexer quando está terminando o mandato… ô síndrome do político brasileiro…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.