Alguém me disse

Lembram-se que publiquei dia 24 de janeiro sobre o Fut 7, onde um time usava o uniforme do São Paulo e o clube não recebia nada por isso, até porque não havia autorização ou contrato algum com o Tricolor (leia aqui)? Na matéria eu disse que o São Paulo, através do Jurídico, iria notificar a Rede TV, as federações ligadas ao esporte e a quem mais estivesse envolvido que o São Paulo não autorizou o uso de sua marca.

Pois bem, ficou tudo na conversa. A notificação foi feita – e eu vi – e encaminhada ao presidente Leco para assinar e despachar. Mas Leco não assinou e o assunto foi colocado em uma de suas gavetas.

Aliás, esse caso está ganhando muito vulto. Sem querer acabei mexendo num vespeiro. Já descobri, inclusive, que em 2015, quando os atletas tinham livre acesso ao clube para treinar, apesar de não serem sócios, havia um contrato com o São Paulo. E só não foi renovado porque um dos representantes do clube pediu um carro zero quilômetro de presente para autorizar a renovação. Ainda não divulgarei o nome dos envolvidos, por me faltarem algumas provas, alguns documentos. Mas vou continuar no assunto.

Tem cheiro de arroz queimado aí!

 

Paulo Pontes

 

 

5 comentários em “Alguém me disse

  1. Na Gestão Aidar? Claro que continuou nesta. Perceberam o aplique e como ninguém notou…continuaram. Caro Paulo. Esse atual administrador está no cargo desde final de 2015. Alega que não sabia? E qual a atitude dessa administração? Roubam o SPFC descaradamente. Esse Agnaldo só tem cara de bom moço. Ele, isso é sabido no social, por inúmeros sócios, pediu um carro novinho para renovar o bagulho com o patrocinador. Aliado da malandragem. Leco nada faz, para não ferir sentimentos do grupo que frequenta e o tal Agnaldo. Vai fundo que descobre….

  2. Tem uma quadrilha no SPFC,que o ministério público investigue.
    É por issi que nunca tem dinheiro, igualzinho ao governo que nunca tem dinheiro, principalmente pra aposentados, mas a cambada lá inclusive o presidente, recebem aposentadoria de 36 mil a anos.

    Ratos malditos, saiam do SPFC, a paciência da torcida já acabou.

    Paulo, brilhante trabalho contra essea safados, continue assim, precisamos de um Sergio Moro no SPFC pra prender esses vermes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*