Alexandre Pato diz que Corinthians só pode negociá-lo se ele aceitar

A ida de Alexandre Pato para o São Paulofoi oficializada no início deste ano, numa troca envolvendo o Corinthians e o meia Jadson. O atacante foi para o Tricolor por empréstimo até o final de 2015, e com uma cláusula que prevê o rompimento caso o time do Parque São Jorge receba uma proposta de pelo menos 15 milhões de euros. Esse valor mínimo cai para 10 milhões de euros a partir de janeiro de 2015, segundo outra cláusula no mesmo contrato. Isso significa que um simples acerto de valores tira Pato do São Paulo? No “Arena SporTV”, o atacante foi claro sobre o assunto .

– Tudo depende se eu aceitar. Se quero ir embora ou não. Mas hoje só sei que quero jogar no São Paulo. O foco agora é respeitar a decisão de jogar no São Paulo, tenho contrato até 2015 e quero fazer o meu papel bem e com títulos – afirmou.

Alexandre Pato tem contrato com o Corinthians até o final de 2016, e chegou ao clube no início de 2013, depois de um acerto de mais de R$ 40 milhões entre o clube paulista e o Milan. Por conta do acordo que a diretoria corintiana fez com o São Paulo, o Alvinegro paga metade dos salários do jogador, cerca de R$ 350 mil, enquanto a outra parte é de responsabilidade do clube do Morumbi. No “Arena”, Pato relembrou o momento da mudança.

Alexandre Pato São Paulo e Cricúma (Foto: Agência Getty Images)Alexandre Pato tem contrato de empréstimo com
o São Paulo final de 2015 (Agência Getty Images)

– Quando recebi a oportunidade de ir para o São Paulo, vi que talvez não faria mais parte do grupo do Corinthians. Resolvi então ir para o São Paulo. Uma mudança diferente daquelas que a maioria dos jogadores faz. Saí de um time e fui para outro da mesma cidade, rival, mas não queria deixar aquela oportunidade passar, porque o São Paulo é um grande clube. Fui e todos me receberam bem, todos têm um carinho grande por mim, fiquei e fico feliz todo dia que vou ao CT. Mas vou ficar muito mais feliz com as vitórias – disse.

O camisa 11 tricolor também relembrou o episódio em que o CT do Corinthians foi invadido por torcedores, que provocaram pânico entre jogadores e funcionários. Pato admite o susto grande, mas diz que isso não pesou na sua saída.

– Não (pesou na decisão de sair), mas me assustou bastante. Acho que foi uma coisa que ninguém esperava. Sou jogador de futebol e achei que nunca ia passar por aquilo na minha vida. Foi perigoso sim, mas está no passado. Ninguém agrediu ninguém, todo mundo estava lá dentro escondido e ninguém foi agredido – garantiu.

Pato está confirmado entre os titulares do São Paulo para o jogo deste domingo com o Vitória, às 18h30, no Morumbi, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 20 pontos, o Tricolor é o sétimo colocado, e pode ganhar duas posições ao fim da próxima rodada.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*