Alckmin recebe ídolos para lançar campanha contra racismo no Paulista

O santista Geraldo Alckmin recebeu ídolos dos quatro times grandes de São Paulo na manhã desta quinta-feira. No Palácio dos Bandeirantes, o governo estadual e a Federação Paulista de Futebol (FPF) lançaram a campanha “São Paulo Contra o Racismo”.

“Não há nada mais oposto ao espírito esportivo do que o racismo. É algo incompatível. O estado de São Paulo é cosmopolita, multicultural, multirracial. Aqui é o único lugar em que o japonês fala português com sotaque italiano. É tudo miscigenado. Portanto, temos que dar exemplo ao Brasil”, discursou Alckmin.

O governador ainda citou Adhemar Ferreira da Silva, bicampeão olímpico no salto triplo, além de Pelé e Leônidas, o Diamante Negro, astros do futebol. “A intolerância é sinônimo de ignorância. Essa mudança cultural é necessária e importante”, afirmou.

César Maluco (Palmeiras), Dario Pereyra (São Paulo), Wladimir (Corinthians) e Mengálvio (Santos), entre outros ídolos, marcaram presença e vestiram a camisa da campanha. Os quatro clubes grandes de São Paulo e a FPF foram representados oficialmente por integrantes de suas respectivas diretorias.

A campanha contra o racismo foi concebida pela Coordenação de Políticas para a População Negra e Indígena, instância da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania. O projeto envolve uma série de ações nos jogos das fases decisivas do Campeonato Paulista.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Governador Geraldo Alckmin entre o corintiano Zé Maria (à esquerda) e o santista Lima no lançamento

Os confrontos deste final de semana, pelas semifinais, marcam o início do programa. Os atletas entrarão em campo com a camisa da campanha e seu logotipo estará nas bolas, uniformes dos árbitros e braçadeiras dos capitães. O placar eletrônico dos estádios e placas de publicidade exibirão a inscrição #spcontraoracismo.

Na entrada dos dois jogos finais, os torcedores receberão um cartão vermelho com a inscrição #spcontraoracismo na parte da frente e um texto explicativo no verso. Durante as partidas, os locutores das arenas convidarão os espectadores a darem um cartão vermelho ao racismo.

A campanha conta com 17 comerciais que serão veiculados na Internet com depoimentos de jogadores dos quatro times grandes de São Paulo e da Ponte Preta. Atletas como Rogério Ceni (São Paulo), Dudu (Palmeiras), Elias (Corinthians), Robinho (Santos) e Marcelo Lomba (Ponte Preta) participaram das gravações.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*