Alan Kardec elogia garra e coração após expulsão de Matheus Reis

Os jogadores do São Paulo deixaram o estádio Moisés Lucarelli sem entender a expulsão do lateral esquerdo Matheus Reis, ocorrida aos sete minutos do primeiro tempo. Apesar da derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta, os atletas procuraram elogiar a postura da equipe durante toda a partida. Eles entendem que o time teve garra para buscar o resultado positivo em Campinas.

Matheus Reis foi expulso por conta de um carrinho no meio-campista Matheus Jesus. Ele havia recebido o amarelo do árbitro Vinícius Furlan, mas o juiz voltou atrás na decisão e aplicou o vermelho sem dar maiores explicações. O lance revoltou a equipe são-paulina, o que também acarretou na expulsão do técnico Edgardo Bauza.

“Foi uma bola dividida. O Matheus Reis foi amarelado. E depois foi expulso. Não sabemos o que aconteceu e nem quais foram os critérios. Perder um jogador numa partida como essa dificulta muito o nosso trabalho”, disse o atacante Alan Kardec.

“Isso muda a partida. Mas nós não deixamos de lutar. As chances criadas são muito menores com um jogador a menos. Temos que levantar a cabeça. Se tiver algo para levar adiante do jogo de hoje, creio que são a garra e o coração que tivemos em campo”, acrescentou o centroavante.

O São Paulo foi a campo com um time reserva por conta do jogo de ida das semifinais da Copa Libertadores, marcado para esta quarta-feira, contra o Atlético Nacional-COL, no Morumbi. O zagueiro Lyanco acredita que o time não pode ficar remoendo a derrota em Campinas e precisa de foco total no duelo com os colombianos.

“Perdemos um jogador no início, mas isso também não pode ser totalmente a culpa [da derrota]. Tivemos que defender e ficar atrás. [A vitória] é mérito deles. Nós temos um jogo

Um comentário em “Alan Kardec elogia garra e coração após expulsão de Matheus Reis

  1. É Kardec vc hj é um jogador fraco d+, nao ajuda em nada, nem gol faz, quer dizer fez no ultimo jogo agora vai ficar mais 1 ano sem fazer gols, se dependermos de vc e centurion estamos é ferrados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.