Ainda com dores, Ceni corre no campo e será reavaliado para jogar

Em seu primeiro jogo após sete meses, Rogério Ceni deixou o campo após a goleada sobre o Flamengo reclamando de dores na coxa direita. Mas foi o único dos que foram titulares na partida a pisar no gramado do CT da Barra Funda desta segunda-feira. O goleiro realizou tratamento, deu volta nos campos e definirá nesta terça-feira se será escalado contra o Bahia, na quarta-feira, em Salvador, pela Copa Sul-americana.

O jogador de 39 anos correu sem problemas nesta segunda-feira. Enquanto os outros atletasque iniciaram o jogo desse domingo realizaram somente trabalhos no Reffis e na piscina, com exercícios de hidroginástica, o capitão passava por todos os campos do centro de treinamento – um deles usado para atividade técnica dos reservas.

O veterano ainda se queixe de dores no adutor da coxa direita, por isso tem até evitado praticar cobranças de falta. No treinamento do fim de semana, relatou também problemas na virilha, mas tudo é relacionado à sua idade por profissionais do clube, que duvidam de sua ausência do compromisso no Nordeste.

Rogério Ceni iniciou tratamento para o incômodo muscular já nesse domingo, em banheira noMorumbi, e seguirá colocando gelo no local. Em relação ao ombro direito, operado em janeiro, o goleiro continua poupando o local. O atleta entra em campo com uma faixa que contém a região que sofreu a cirurgia há seis meses.

Outro jogador em recuperação de contusão também trabalhou bastante nesta segunda-feira: Wellington. O volante, que operou o joelho esquerdo em fevereiro, trabalha com bola, mas somente com os preparadores físicos em campo reduzido. Sua volta está programada para a segunda quinzena de agosto.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*