Aidar reitera que São Paulo não tem dinheiro para comprar Pato do rival

Sem ainda ter escolhido o substituto de Muricy Ramalho, apesar de adiantar que Milton Cruz pode ser efetivado no cargo, Carlos Miguel Aidar tem outra questão a ser resolvida no São Paulo nesta temporada: a continuidade ou não de Alexandre Pato. Apesar de o Tricolor afirmar que deseja seguir com o jogador, a questão financeira é um empecilho.

Emprestado pelo Corinthians até o fim de 2015, Pato tem o seu salário dividido entre os dois clubes – o Alvinegro deve alguns meses dos vencimentos. Segundo Aidar, para comprar os direitos econômicos do atacante o São Paulo precisaria investir € 10 milhões (cerca de R$ 32 milhões), valor que não possui no momento.

– São Paulo não tem condições de trazer o Pato. Precisaria de 10 milhões de euros, que não temos para investir em nenhum jogador hoje. Se o Corinthians for negociá-lo de hoje até o dia 31 de dezembro com qualquer clube, ou com o próprio atleta pelo valor X, o Corinthians tem que dizer o valor. Aí o São Paulo tem a preferência. Apenas isso. A liberdade é toda do Corinthians.

A intenção da diretoria do Corinthians é vendê-lo desde os últimos meses de 2013. O clube quer tentar reaver pelo menos parte dos cerca R$ 41 milhões investidos para comprá-lo do Milan, da Itália, no mesmo ano. O vínculo com o Alvinegro vai até o fim de 2016.

Alexandre Pato, São Paulo x São Bento (Foto: Marcos Ribolli)

 

 

Fonte: Globo Esporte

 

2 comentários em “Aidar reitera que São Paulo não tem dinheiro para comprar Pato do rival

  1. Hoje e correndo precisamos de um centroavante chamado “Ricardo Oliveira”…

    Lembro que o São Paulo em uma libertadores trouxe as pressas o “Amoroso” e ele deu conta do recado, pois se ficarmos dependendo de Pato e Luis Pipoka, não vamos a lugar algum!!!!

  2. Não confio no futebol do pato, ele vive uma alternância de bons e maus momentos e precisamos de um jogador mais constante, não acho que valha 10 m euro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*