Aidar critica convocações e cobra R$ 20 milhões da CBF na Justiça

O presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, voltou a disparar contra a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em virtude da convocação de jogadores para amistosos da seleção brasileira durante o Campeonato Brasileiro. O dirigente revelou que vai acionar a entidade na Justiça para que o clube seja ressarcido pela cessão de atletas.

– O departamento jurídico já notificou oficialmente a CBF. O prazo venceu, e não houve resposta. A CBF bate em um dispositivo da Fifa que permite que a entidade nacional não pegue pelo atleta, mas a Lei Pelé determina que é obrigatório o reembolso. São R$ 20 milhões. O São Paulo tem dificuldades financeiras, e a CBF nada em dinheiro. Ela poderia pegar um pouco desse dinheiro que está na piscina para pagar os clubes em dificuldades – afirmou.

No início do mês, Aidar criticou duramente a entidade pelas convocações de Kaká e Souza para os amistosos na Ásia contra Argentina e Japão. Os atletas desfalcaram o Tricolor nas partidas diante de Atlético-MG e Atlético-PR, pelo Campeonato Brasileiro, e Huachipato, pela Copa Sul-Americana.

Agora, o dirigente acredita que será a vez de Paulo Henrique Ganso ganhar uma oportunidade com Dunga nas partidas contra Turquia e Áustria, marcadas para os dias 12 e 18 de novembro. O meio-campista vem sendo um dos destaques do time nas últimas partidas. O treinador anunciará a lista de convocados nesta quinta-feira.

O elenco ainda perderá o lateral-direito Auro, chamado por Alexandre Gallo para a seleção sub-21. O jogador não é titular com o técnico Muricy Ramalho, mas é a única opção da posição desde a venda de Douglas para Barcelona.

– Não vou pedir para dispensar. Mas, se eu estivesse no lugar do (José Maria) Marín (presidente da CBF), não convocaria jogadores no meio do campeonato. Você se esforça para montar um time com atletas de expressão, tenta encostar no Cruzeiro, e, de repente, os melhores valores são retirados do time para servirem à Seleção – concluiu Aidar.

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Aidar critica convocações e cobra R$ 20 milhões da CBF na Justiça

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*