Aguirre usa redes sociais e fala sobre saida do São Paulo

Usando as redes sociais, Diego Aguirre se manifestou pela primeira vez após ser demitido pelo São Paulo no último dia 11, depois do empate diante do Corinthians, na Arena, em partida válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. André Jardine, responsável por comandar o Tricolor Paulista desde então, soma um empate, contra o Grêmio, e uma vitória, diante do Cruzeiro.

No depoimento em seu Instagram, o treinador uruguaio agradece à torcida e aos jogadores, mas não cita a diretoria. Aguirre ainda lembrou o período que defendeu a equipe como jogador, nos anos 90, se despediu com sentimento de orgulho ao apontar a vaga na Libertadores e disse que ter “alcançado o auge das possibilidades criou uma realidade que impressionou a todos” no São Paulo.

Durante sua passagem pelo clube paulista, Diego Aguirre teve aproveitamento de 55,8%, com 19 vitórias, 15 empates e nove derrotas, com 52 gols marcados e 36 sofridos. Após terminar o primeiro turno como líder do Campeonato Brasileiro, o Tricolor Paulista caiu de rendimento e até uma vaga de forma direta para a Libertadores ficou ameaçada. Assim, a diretoria decidiu por demitir o treinador uruguaio.

Confira a publicação de Diego Aguirre na íntegra:

Na última semana, pensei no que dizer como uma forma de me despedir do São Paulo, camisa que defendi com orgulho e vontade como atleta e treinador.

Defendendo essa equipe vivemos grandes momentos e chegamos a um patamar que ninguém esperava quando a temporada se iniciou. Porém, termos alcançado o auge de nossas possiblidades criou uma realidade que impressionou a todos.

Me despeço do São Paulo com o sentimento de que entregamos todo o possível, e a vaga na próxima Libertadores é a prova de que o objetivo foi alcançado.

Deixo meu agradecimento e carinho aos meus atletas, que deram o máximo em cada minuto em campo, e à torcida são-paulina que, nos bons e maus momentos, não deixou de nos apoiar.

5 comentários em “Aguirre usa redes sociais e fala sobre saida do São Paulo

  1. O trabalho dele foi péssimo, pra mim um dos piores treinadores que passou pelo clube, só perde pra Bauza, outro horroroso. Covarde, sem um pingo de alegria em seu trabalho, jogava pebolim e não futebol com nosso elenco. Péssimo! Nunca deveria ter vindo! O São Paulo não é time pequeno, senhor Aguirre! Só vei por ser amigo do Lugano, outro que está ganhando às custas do clube um ótimo salário pra não fazer nada além de encrencer com arbitragem! Jardine já!

  2. Fez bom trabalho realmente,o elenco é extremamente limitado,foi inteligente ao perceber que se jogasse de forma ofensiva não iria a lugar algum,devido as características dos jogadores.
    Assim sendo jogou nos contra golpes e foi muito bem ,porem devido a fatores que fogem a sua responsabilidade tais como; Saída Militão,Queda de rendimento Nene e Diego,contusão Everton,queda e posterior saída Rojas ,volta Jucilei de contusao,provocando lentinao no meio de campo.Enfim teve culpa tbm quando inventou improvisos demais,porém teve saldo positivo na minha opinião,que seja feliz onde for,pois VC foi o menos culpado pela queda.Obrigado Aguirre.

  3. Apesar do Time ter caido de produção acho que devia ter mantido ele como treinador para 2019, assim após ele montar o elenco com as suas peças, que ele iria entender necessárias ai sim poderia avaliar, bom de qualquer modo ele nos levou a crer que poderíamos ser campeões, mas o elenco limitado e alguns boicotes acabaram com o sonho, vá em Paz Aguirre, quem sabe um até breve e vamos torcer que a diretoria reforce o time para brigarmos por títulos ano que vem.

  4. Nos levou mesmo a sonhar com o titulo brasileiro,
    se tivessemos pecas de reposicao com certeza brigariamos
    por ele ate o final, jogamos e vencemos o primeiro turno
    fazendo por merece -lo. Vieram os problemas e suas improvisacoes
    nao ajudaram, mesmo assim vamos para a Libertadores de uma forma
    ou de outra. Vai com Deus e em paz DT Diego Aguirre,
    muchas gracias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*