Aguirre afirma que São Paulo mereceu a vitória

O São Paulo sofreu para vencer o Ceará por 1 a 0 na manhã deste domingo, no Morumbi lotado, mas o técnico Diego Aguirre gostou da atuação de sua equipe e não tem dúvidas de que o resultado foi justo.

– Acho que foi um bom jogo, gostei do São Paulo. Acho que merecíamos alguma coisa a mais, no primeiro tempo perdemos muitas situações. Acho que ninguém pode dizer que não foi merecido. Se alguém tinha que ganhar hoje, era o São Paulo. Da arbitragem não costumo falar, de comentários de terceiros também não. Falemos do jogo – disse o uruguaio.

Ao dizer que não gostaria de falar sobre comentários de terceiros, o são-paulino estava se referindo a Lisca, técnico do Ceará, que reclamou da arbitragem.

– Nós jogamos contra o São Paulo, a torcida e mais os três do trio de arbitragem. Ele apitou todas as faltinhas para o São Paulo. Expulsou o Leandro sem necessidade – disse o comandante do Ceará.

Sem se importar com isso, Aguirre ressaltou o alto número de jogadas ofensivas do Tricolor na partida.

– Talvez não tenhamos finalizado bem, mas buscamos o gol permanentemente, fizemos muitos cruzamentos, muitas finalizações. Temos que melhorar,mas gostaria de manter a quantidade de finalizações e cruzamentos, porque isso está dizendo que o time foi ofensivo, foi melhor que o rival e mereceu o triunfo.

O São Paulo volta a campo no domingo que vem, às 16h, contra o Fluminense, novamente no Morumbi. Jucilei, Nenê e Everton, suspensos, não jogam. Everton ainda preocupa por ter sentido a coxa esquerda neste domingo.

Veja outros trechos da coletiva de Aguirre:

A lesão de Everton
Everton, para mim, é um dos jogadores mais importantes que nós temos. Foi um reforço espetacular, um jogadoraço. É difícil ter alguém desse nível, não tem. Mas são coisas que acontecem e temos que buscar alternativas. Contra o Corinthians ele não estava, buscamos alternativas e fizemos um grande jogo. Não é momento de pensar em Everton. Vamos buscar soluções. Estou preocupado, sim. Ele é o único jogador machucado que temos, não tinha ninguém no DM. Às vezes acontece quando você joga três partidas muito intensas em uma semana, são riscos que existem. Vamos torcer que não seja muita coisa e que possa voltar rapidamente.

Nenê e Jucilei também fora

Teremos que buscar alternativas para substituir Jucilei, Nenê e Everton. Mas hoje também não estava Hudson, não estava Liziero, isso vai acontecer. Desfalques fazem parte das coisas normais. Temos que trabalhar e buscar o resultado no próximo jogo em casa para continuar onde estamos.

Reinaldo decisivo
A boa fase do Reinaldo é mérito 100% dele. Ele acreditou, é outro jogador. Está sendo um profissional 100% na hora da alimentação, do treino, da academia. Ele mudou um pouco seus hábitos e está em um nível excelente. Estou gostando muito do que ele está aportando ao time e tem que continuar assim.

Hudson cortado por dores no joelho
Não quisemos correr o risco com Hudson hoje. Se fosse o último jogo do campeonato, talvez ele jogasse. Optamos por dar a oportunidade ao Luan. Uma coisa importante, independentemente dos nomes, é que o São Paulo mostra uma identidade dentro do campo. Não dependemos de individualidade, dependemos do time. Aproveito para falar da torcida, que foi espetacular hoje. Parte da vitória foi deles. Sentimos o apoio, o calor. Estamos juntos, todos ‘ilusionados’. Eles vêm e sabem como o São Paulo joga, não se surpreendem com o que veem. Foi uma das primeiras coisas que falei quando assinei o contrato. Queria que o São Paulo tivesse uma identidade.

 

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*