“A encrenca é grande”, diz Ganso sobre missão do São Paulo em Minas

Paulo Henrique Ganso definiu a missão do São Paulo de revertar a vantagem do Atlético-MG na Libertadores fora de casa como “encrenca”. Para o meia tricolor, o fato de o time mineiro estar invicto desde a reinauguração do estádio Independência, mostra a força do time de Ronaldinho Gaúcho em seus domínios.

O camisa 8 são-paulino acredita que a virada só será possível caso o time paulista imprima um ritmo de jogo semelhante ao que teve antes da expulsão de Lúcio na derrota por 2 a 1.“A encrenca é bem grande. Na primeira partida a gente já sabia da dificuldade. Mas se tirar como exemplo os 30 minutos do primeiro tempo, temos condições de tentar ganhar do Atlético-MG lá”, previu.

De acordo com o craque tricolor, a noite de quinta-feira simplesmente não era do São Paulo. como exemplo, ele usou as lesões de Aloísio e Rhodolfo e o fato do primeiro gol do Atlético-MG ter sido marcado por Ronaldinho Gaúcho de cabeça. “Tinha até mais jogadores do São Paulo na área do que do Atlético-MG, para você ver como a noite não era nossa. Duas lesões, expulsão e Ronaldinho fazendo gol de cabeça, que não é muito a praia dele”, comentou.

O meia também falou que o grupo está ao lado de Lúcio e que sua expulsão foi justa. “Acho que ninguém esperava a expulsão dele. Mas ele sabe lidar bem com isso, é experiente, tem apoio total de todos os jogadores. Exemplo dentro e fora de campo. A expulsão foi justa, pelos dois amarelos, não tem o que reclamar da arbitragem. Infelizmente ele chegou um pouco atrasado”, declarou.

Com o ótimo resultado conquistado no Morumbi, o time do técnico Cuca pode até perder por um gol de diferença jogando em casa. O São Paulo, por sua vez, precisará de dois gols de diferença, ou um, caso o resultado seja de 3 a 2 para cima. A partida de volta acontece no próximo dia 8, em Belo Horizonte.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*