Sidão tem futuro incerto no São Paulo e pode sair no começo do ano

Sidão tem futuro incerto no São Paulo para 2019. O goleiro teve seu melhor ano pessoal em média de gols sofridos (veja mais abaixo), mas terminou a temporada como reserva de Jean.

Neste momento, o São Paulo não considera uma prioridade contratar um novo goleiro e aposta em Jean como titular para o próximo ano.

Escalado na reta final por Diego Aguirre e André Jardine, Jean tem sido elogiado nos bastidores por sua postura no vestiário diante da falta de resultados.

Além disso, o jovem Lucas Perri também poderá ganhar mais espaço. O São Paulo recusou uma proposta de empréstimo do São Bento pelo goleiro.

Diante desse panorama, Sidão não tem permanência garantida no Morumbi até o fim da próxima temporada. O goleiro possui contrato até dezembro de 2019 e deverá ser reserva. Caso haja propostas, tanto o São Paulo quanto o jogador de 35 anos vão analisar.

O São Paulo topa liberar Sidão para eventuais clubes interessados e avisou o empresário do jogador, Fábio Mello. Na semana passada, o agente teve reuniões com o próprio goleiro e a diretoria no CT da Barra Funda.

A princípio, no entanto, Sidão se reapresentará normalmente para a pré-temporada. O goleiro vai passar uma parte das férias nos Estados Unidos e encontrará o elenco do São Paulo direto no país, onde o time disputará o Torneio da Flórida. A delegação se reapresenta no CT da Barra Funda no dia 3 de janeiro e viaja no dia 4.

Recentemente, o nome de Vanderlei, do Santos, esteve na mira do São Paulo. Houve conversa entre os presidentes Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, e o mandatário do rival, José Carlos Peres. O dirigente do Peixe, inclusive, confirmou o interesse do Tricolor, assim como do Flamengo.

Média de gols sofridos por Sidão nos últimos anos

Temporada Jogos Time Gols sofridos Média de gols sofridos por jogo
2018 46 São Paulo 37 0,8
2017 25 São Paulo 35 1,4
2016 46 Botafogo e Audax 52 1,13

Fonte: Globo Esporte

6 comentários em “Sidão tem futuro incerto no São Paulo e pode sair no começo do ano

  1. Não foi mal em 2017, com defesas importantes no segundo turno.

    Mas tecnicamente é muito fraco, basta comparar algumas espalmadas que ele da pro meio da área que só ele ou o Dênis sao capazes de fazer.

  2. Aquele que chegou porque sabia jogar bem com os pés… só esqueceram que goleiro também tem – e muito – que utilizar as mãos. E ainda, que não sejam mãos de pau… Um ciclo que acabou e que nunca deveria ter começado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*