Confira os grupos da segunda fase da LNF; oito equipes avançam às quartas

Terminada a primeira fase da Liga Nacional de Futsal (LNF), os 14 clubes classificados se preparam para a disputa da segunda etapa. Nesta fase, os times estão divididos em dois grupos de sete. As equipes jogarão entre si, dentro dos respectivos grupos, em turno e returno. Os quatro melhores de cada chave avançam aos playoffs quartas-de-final.

Cabreúva Orlândia São Paulo Liga Nacional de Futsal (Foto: Márcio Damião/Divulgação)O Orlândia de Cabreúva foi o time de melhor campanha da primeira fase da LNF (Foto: Márcio Damião/Divulgação)

O grupo A terá Orlândia (1º), Jaraguá (4º), Alaf (6º), Guarapuava (8º), Joinville (10º), São Paulo (12º) e São José (14º). O B contará com Carlos Barbosa (2º), Corinthians (3º), Sorocaba (5º), Concórdia (7º), Assoeva (9º), Umuarama (11º) e Floripa (13º).

A organização da LNF ainda não divulgou a tabela. Segundo apurou o SporTV.com, os clubes pretendem marcar a primeira rodada para a segunda semana de julho, em função das disputas dos Estaduais.

Na fase de mata-mata, os times de melhor campanha no somatório de pontos das duas fases anteriores têm a vantagem de mandar o segundo jogo em casa.

 

Fonte: Globo Esporte

São Paulo, Joinville, Umuarama e Floripa avançam; restam três vagas

Com fundamentais vitórias na noite deste sábado, São Paulo, Joinville, Umuarama e Floripa asseguraram as suas vagas na segunda fase da Liga Nacional de Futsal com uma rodada de antecedência. O quarteto se juntos aos já anteriormente classificados Orlândia, Carlos Barbosa, Corinthians, Jaraguá, Assoeva, Sorocaba, Alaf, Guarapuava e Concórdia. As últimas três das 16 vagas para a sequência da competição serão disputadas por cinco times (São José, Marechal Rondon, Cascavel, Blumenau e Atântico Erechim) na última rodada, que acontecerá integralmente nesta segunda-feira.

O Tricolor, que faz parceria com o São Bernardo, foi quem avançou com mais pompa de fase. Jogando em Belo Horizonte, o time goleou o Minas por 6 a 1, com dois gols de Johnny, dois de Rafinha, um de Pescoço e um de Paulinho – Marcinho fez o gol de honra mineiro. Com o triunfo, o São Paulo foi aos 25 pontos e não pode ser mais alcançado pelo Blumenau, que soma 19 e é o último clube fora da zona de classificação.

Minas x São Paulo Liga Nacional de Futsal (Foto: Duda Bairros/Minas Tênis Clube)Robério, do São Paulo, divide bola com Bruno, do Minas, durante goleada tricolor (Foto: Orlando Bento /Minas Tênis Clube)

Uma das equipes de maior investimento do futsal brasileiro, o Joinville avançou com uma vitória empolgante por 3 a 2 sobre o São José, no Centreventos Cau Hansen, em Joinville (SC). Apesar da derrota, o time paulista ocupa a 14ª colocação, com 20 pontos, dois a mais do que o Atlântico Erechim. Na rodada final, o São José encara o Jaraguá, terceiro da tabela, que empatou em 1 a 1 com o Corinthians, em Jaraguá do Sul (SC). O Timão manteve a quarta posição, com 35 pontos, logo atrás do seu algoz neste sábado.

A classificação do Umuarama foi selada com uma animada vitória por 6 a 4 sobre o Assoeva, no ginásio Amaro Costa, no interior do Paraná, que lhe fez chegar aos 25 pontos. Já o Floripa levou a melhor no duelo catarinense com o Tubarão ao bater o rival por 2 a 1, no ginásio Rozendo Lima. Assim, a equipe da capital chegou aos 23 pontos, assegurando a vaga na segunda fase com a 13ª colocação da tabela.

Outro jogão também movimentou a rodada. Em uma reedição da final da LNF do ano passado, o Orlândia bateu o Sorocaba por 6 a 3, no ginásio Maurício Leite Moraes, em Orlândia (SP), ficando mais líder do que nunca . Atual campeão, o Sorocaba está em sexto, com 28 pontos. Os dois já estavam classificados para a segunda fase da competição. O próximo compromisso do Orlândia é contra o São Paulo, nesta segunda-feira, às 19h15 (de Brasília), novamente em casa. Já o Sorocaba fecha a primeira fase contra o Minas, também às 19h15, em Belo Horizonte.

RESULTADOS DESTE SÁBADO (18ª RODADA)

Minas 1 x 6 São Paulo
Orlândia 6 x 3 Sorocaba
Jaraguá 1 x 1 Corinthians
Joinville 3 x 2 São José
Blumenau 0 x 5 Carlos Barbosa
Floripa 2 x 1 Tubarão
Marechal Rondon 3 x 3 Alaf
Cascavel 2 x 2 Atlântico Erechim
Umuarama 6 x 4 Assoeva
Guarapuava 0 x 1 Concórdia

JOGOS DA ÚLTIMA RODADA – SEGUNDA-FEIRA

19h15 – Joinville x Corinthians
19h15 – Jaraguá x São José
19h15 – Minas x Sorocaba
19h15 – Orlândia x São Paulo
19h15 – Blumenau x Tubarão
19h15 – Floripa 0 x 0 Carlos Barbosa
19h15 – Umuarama x Alaf
19h15 – Marechal Rondon x Assoeva
19h15 – Guarapuava x Atlântico Erechim
19h15 – Cascavel x Concórdia

 

Fonte: Globo Esporte

Resultados positivos para o Futsal Tricolor

No último sábado (6), o São Paulo FC/SBC recebeu a equipe da Associação Desportiva Futsal Tubaronense em São José dos Campos, pela 14ª rodada da Liga Nacional de Futsal, e comemorou mais uma bela vitória de 5 a 2.

 

O Jogo

O primeiro tempo foi bastante equilibrado, com forte marcação de ambas as equipes. Somente na segunda etapa, o Tricolor conseguiu abrir o marcador, com Johnny balançando as redes. Tendo sofrido o gol, o Tubaronense reagiu, com Rafinha deixando tudo igual.

Buscando um resultado positivo, Johnny voltou a marcar, colocando o Tricolor novamente à frente. Lelê ampliou, mas os catarinenses continuaram buscando e Gava marcou o segundo da equipe.

A partida seguiu equilibrada e foi somente nos minutos finais que, em jogada rápida de ataque, Pequeno fez o quarto gol, seguido por Pesk, que deu números finais à partida.

Com a vitória de 5 a 2, o Tricolor chega à 15ª colocação, somando 16 pontos e enfrentará o Carlos Barbosa, na noite de segunda-feira (8), às 20:15, no Ginásio Poliesportivo Adib Moisés Dib, em São Bernardo do Campo – SP.

 

Liga Paulista de Futsal

Disputando simultaneamente a Liga Paulista de Futsal, no último dia 3, a equipe venceu o Bauru por 5 a 2, no Ginásio Duduzão, chegando à 7ª posição, com 18 pontos conquistados.

O próximo confronto pela LPF será no dia 13, às 20h, com Yoka / ACR / UNISAL / Grupo Martins Lara, no Ginásio Itagurá.

 

Fonte: Site Oficial

São Paulo empata com a Intelli pela Liga Paulista de Futsal

Nesta tarde da última quarta-feira (20), em jogo válido pela Liga Paulista de Futsal (LPF), o São Paulo/SBC recebeu a Intelli, líder da competição, e a partida terminou empatada por 2 a 2.

O Jogo

A primeira etapa foi bastante truncada e com poucas chances claras de gol. As duas equipes buscaram jogar no erro do adversário e somente aos 10 minutos surgiu a primeira oportunidade, que veio dos pés de Rafinha (São Paulo FC/SBC). Ele recebeu de Pesk e bateu para a defesa do goleiro Carlos. Em seguida Jackson (Intelli) teve duas boas chances, mas o goleiro Filó fechou o gol. O primeiro tempo acabou em 0 a 0.

Na volta do intervalo, logo nos primeiros instantes de partida, o São Paulo FC/SBC teve três oportunidades, com Lelê, Johnny e Paulinho Japonês, mas o primeiro gol saiu apenas na metade da segunda etapa, em jogada pela ala esquerda, com Pesk (São Paulo FC/SBC), que levou o marcador e tocou cruzado para Rafinha, que somente desviou para a rede.

Em desvantagem, a Intelli colocou Jackson como goleiro linha e em jogada trabalhada, Jackson empatou e Cabreuva virou para a equipe da Intelli. Com o segundo gol sofrido e faltando apenas 3 minutos para o término da partida, o Tricolor se lançou ao ataque e conseguiu o empate com Johnny, dando números finais a partida.

Com o resultado, São Paulo FC/ SBC chegou ao 6º lugar na classificação, com 15 pontos e um jogo a menos que o líder. O tricolor volta a jogar pela LPF somente no dia 3 de junho, às 20h, em Bauru, onde enfrentará a AA FIB, no Ginásio Duduzão (Interior de São Paulo)

 

Fonte: Site Oficial

São Paulo FC/São Bernardo goleia o Blumenau e se mantém na briga da Liga Nacional Futsal (LNF)

Na noite da última segunda feira (18), em jogo válido pela décima primeira rodada da LNF, o São Paulo FC/ SBC recebeu o Blumenau, em São Bernardo do Campo (ABC), e conquistou grande vitória de 5×1.

O Jogo
Logo nos primeiros instantes, o São Paulo FC/SBC se lançou ao ataque e aos 4 minutos, Ítalo se livrou da marcação e chutou forte no canto direito do goleiro do Blumenau, abrindo o marcador.

Após o primeiro gol, o Tricolor se manteve no ataque, dominando a primeira etapa e criando diversas oportunidades. Aos nove minutos, o Blumenau levou perigo ao gol de SPFC/SBC, pela primeira vez, mas parou nas mãos de Filó. Aos onze, Ítalo voltou a marcar, em uma linda jogada pela ala direita. Nos minutos finais da primeira etapa com gols de Ângelo e Pesk, São Paulo/SBC ampliou o marcador para 4×0.

Na volta do intervalo, em desvantagem no placar, o Blumenau decidiu atuar com goleiro linha (Pica-Pau). Aos dois minutos, em jogada trabalhada, Dão chutou e o goleiro Filó (São Paulo FC/SBC) espalmou. O Blumenau era pressão total, enquanto o Tricolor apostava nos contra-ataques. Somente na metade do segundo tempo, o São Paulo FC/ SBC voltou a equilibrar o jogo, mas acabou sofrendo o primeiro e único gol da equipe de Santa Catarina. Após o sofrer o gol, o técnico João Batista (São Paulo FC/SBC) pediu tempo, avançou sua marcação, voltando ao ataque. Rafinha iniciou uma jogada pela diretita e tocou para Johnny que acertou um belo chute, dando números finais a partida.

Com a vitória, o Tricolor chegou ao 17º lugar na classificação, com 10 pontos. No próximo Sábado (23), o São Paulo/SBC recebe o Copagril/Penalty às 19h, no Ginásio Poliesportivo Adib Moisés Dib, em São Bernardo do Campo.

 

Fonte: Site Oficial

Com dois de Leanderson, Floripa vira no fim e desbanca São Paulo pela LNF

O São Paulo tinha o jogo nas mãos. Depois de ficar duas vezes à frente no placar e ver o Floripa igualar o marcador em ambas as oportunidades, o Tricolor teve a chance de liquidar a partida quando Neguinho foi expulso aos 15 do segundo tempo. Os dois minutos de superioridade numérica, no entanto, não foram aproveitados pelo time do Morumbi, que desperdiçou muitas oportunidades e não conseguiu vazar o goleiro adversário. Pior: nos minutos finais, Leanderson definiu o placar em 3 a 2 para os catarinenses, frustrando a torcida são-paulina presente nesta noite fria de sábado no ginásio Adib Moises Dib, em São Bernardo do Campo (SP). Com dois gols marcados, o ala do Floripa deixou a quadra como herói. Completou o placar para a equipe visitante o ala Bichinho. Os dois gols são-paulinos foram anotados por Angelo.

– A partida que nós fizemos hoje, talvez não tenha sido uma das nossas melhores apresentações nesse campeonato, mas o mais importante é que conseguimos a vitória na base da vontade. O meu segundo gol foi uma prova disso, e estou muito feliz por essa resultado – afirmou Leanderson.

Os dois times seguem fora da zona de classificação à segunda fase da Liga Nacional de Futsal (LNF). O Floripa está em 17º (uma posição abaixo do grupo dos 16 classificados), com oito pontos, e o São Paulo aparece uma posição atrás, com sete. Na segunda-feira, o Tricolor recebe o Blumenau, enquanto o Floripa vai a Sorocaba enfrentar o atual campeão da LNF.

São Paulo Floripa Liga Nacional de Futsal (Foto: Yuri Gomes/Divulgação)Floripa conseguiu triunfar com gol salvador no minuto final (Foto: Yuri Gomes/Divulgação)

O JOGO

O jogo começou truncado, com poucos momentos de emoção nos cinco primeiros minutos. Aos seis, Renatinho invadiu a área são-paulina e tocou na saída do goleiro Greuto, que conseguiu fazer a defesa. A resposta do Tricolor veio aos seis, quando o pivô Pesk finalizou de média distância e mandou a bola rente à trave. Aos oito, o São Paulo conseguiu abrir o placar. Após cobrança de escanteio da esquerda, Angelo emendou e acertou o ângulo de Di Fanti.

O Floripa teve boa chance para empatar aos 10. Em bate-rebate na área são-paulina, a bola sobrou para Andrei, que chutou para a defesa de Filó, que entrara em quadra minutos antes, após lesão de Greuto. Aos 13, Bichinho foi lançado na frente e tocou na saída do goleiro tricolor, que conseguiu praticar a intervenção. Segundos depois, foi o São Paulo que esteve perto de balançar a rede. Depois de uma troca de passes rápida no ataque, Johnny soltou uma bomba, e a bola explodiu no travessão, no último lance de perigo da etapa.

São Paulo Floripa Liga Nacional de Futsal (Foto: Yuri Gomes/Divulgação)Angelo fez dois gols, mas não evitou a derrota do São Paulo (Foto: Yuri Gomes/Divulgação)

O segundo tempo começou com o Floripa pressionando. Aos três, Bichinho recebeu na área, mas errou a assistência para Vini na segunda trave. De tanto insistir, o time catarinense chegou ao empate aos cinco. O autor do gol foi Bichinho, em chute à meia altura, disparado da entrada da área. O São Paulo voltou a sair mais para o jogo depois de sofrer o empate, cedendo espaços preciosos ao rival. Aos sete, Filó fez defesa incrível ao tirar com a cabeça uma conclusão de Renatinho . O time do Morumbi respondeu na jogada seguinte. Em saída em velocidade, Pesk encheu o pé, e Di Fanti voou no canto para salvar o Floripa.

Aos oito, Angelo arriscou de longe e lá estava Di Fanti para evitar o gol novamente. Segundos depois, porém, não teve jeito, pois Angelo acertou chute frontal fazendo 2 a 1 para o São Paulo. A vantagem tricolor não durou muito tempo. Logo após a saída, a bola chegou a Leanderson, que finalizou por baixo e empatou a partida mais uma vez. O São Paulo continuou pressionando nos minutos seguintes, e, aos 12, Paulinho Japonês tocou na saída de Di Fanti, e Leanderson tirou em cima da linha.

A cinco minutos do fim, Neguinho foi expulso, deixando o Floripa com um jogador a menos por dois minutos. No primeiro bom ataque são-paulino, Johnny carimbou o poste esquerdo de Di Fanti. Aos 18, já com o Floripa recomposto, Pesk invadiu a área adversária e soltou uma bomba. A bola explodiu no peito do goleiro do time catarinense e se perdeu pela linha de lado. Quando o jogo caminhava para o empate, a equipe visitante conseguiu o gol da virada. Em cobrança de falta de Jedson, Filó soltou a bola, e Leanderson não perdoou: 3 a 2. O São Paulo ainda foi para o tudo ou nada com Johnny como goleiro-linha, mas já era tarde. Vitória do Floripa e frustração são-paulina em São Bernardo do Campo.

ESCALAÇÕES

São Paulo: Greuto, Paulinho Japonês, Daniel, Pequeno e Ítalo. Entraram: Filó, Rodolfo, Angelo, John Lenon, Lelê, Pesk, Rafinha, Vitinho e Johnny. Técnico: João Batista Neto.

Floripa: Di Fanti, Antônio, Bichinho, Leanderson e Vini. Entraram: Ney, Alexandre, Neguinho, Rafa, Novello, Andrei, Carioca, Renatinho e Jedson. Técnico: Egidio Backhouser.

OUTROS RESULTADOS

Marechal Rondon 1 x 1 Joinville
Sorocaba 3 x 2 Blumenau
Cascavel 5 x 2 Tubarão
Alaf 3 x 0 Minas
Concórdia 3 x 3 Corinthians
Atlântico Erechim 3 x 3 São José
Umuarama 3 x 4 Jaraguá
Guarapuava 5 x 2 Carlos Barbosa
Assoeva 1 x 3 Orlândia

 

Fonte: Globo Esporte

No ‘esquenta’ do Majestoso, Corinthians tenta manter freguesia no futsal

Horas antes do Majestoso pela Libertadores, Corinthians e São Paulo/São Bernardo farão um “esquenta” pela Liga Nacional de Fustal. As equipes se enfrentam às 17h30 desta quarta-feira no Ginásio Adib Moisés Dib, em São Bernardo (SP).

No futsal, o Corinthians também pode chamar o rival de “freguês”. Nos últimos sete jogos, foram seis vitórias e só uma derrota. No duelo anterior, pela Liga Paulista de Futsal, a equipe alvinegra goleou por 6 a 0.

No início da LNF deste ano, a equipe do técnico Fernando Ferretti, que assumiu o cargo no fim de março, empatou com o São José (1×1) e venceu o Brasil Kirin (6×1).

– A equipe vem crescendo a cada dia e entrando no modo de trabalho do Ferretti. A tendência é que as coisas fluam cada dia melhor e esse jogo será um bom termômetro. Clássico é clássico e o São Paulo não vai querer perder de novo. Tenho certeza de que será um jogo equilibrado e vamos procurar vencer – disse o fixo Neto.

– A expectativa é de um jogo complicado, já que se trata um clássico. Estamos em um bom momento e os resultados vêm acontecendo, mas não podemos deixar que isso tenha influência no nosso desempenho dentro de quadra. Vamos fazer o que o Ferretti pediu e dar nosso máximo em busca de mais três pontos – disse o ala Deives, artilheiro corintiano na competição.

Além da pressão de encarar o rival em casa, o São Paulo precisa se recuperar na LNF, já que perdeu seus dois primeiros jogos, contra Brasil Kirin (4×0) e São José (2×0).

– Rivalidade, revanche… Eu acredito em bom jogo, na espera de uma vitória, um jogo em que possamos brigar de igual para igual com o Corinthians. Cada jogo tem uma história. Nós temos que esquecer aquilo (derrota por 6 a 0, na Liga Paulista) e entender que aquilo passou e foi um acidente de percurso. Hoje estamos um pouco mais preparados – disse o técnico são-paulino João Batista.

Uma das atrações do clássico é o ala/fixo Paulinho Japonês, que defendeu o Corinthians e, recentemente, transferiu-se para o São Paulo após passagens pelo Dínamo/Moscou (Rússia) e Baku United (ING).

– Já estou pensando nesse jogo desde que saiu a tabela. O fato de ter saído de lá, foi meu último time do Brasil… Tento me afastar o máximo disso, mas não tem jeito, fica o pensamento – afirmou.

SERVIÇO

Local
Ginásio Poliesportivo Adib Moysés Dib – Av. Kennedy, em São Bernardo do Campo (SP)
………………….

Horário
17h30 de Brasília. O canal SporTV transmite.
………………….

Ingressos
Não há cobrança. Entrada para os torcedores interessados será franca.

ÚLTIMOS MAJESTOSOS NO FUTSAL DESDE 2012
CORINTHIANS 6X1 SÃO PAULO

2015 – Corinthians 6×0 São Paulo – Liga Paulista de Futsal
2014 – Corinthians 5×3 São Paulo – Liga Nacional de Futsal
2014 – Corinthians 5×0 São Paulo – Liga Paulista de Futsal
2013 – Corinthians 4×3 São Paulo – Liga Nacional de Futsal
2013 – Corinthians 3×5 São Paulo – Liga Paulista de Futsal
2012 – Corinthians 5×2 São Paulo – Liga Nacional de Futsal
2012 – Corinthians 3×2 São Paulo – Liga Paulista de Futsal

 

São José bate São Paulo e impõe a segunda derrota do Tricolor na LNF

O São José venceu o São Paulo por 2 a 0 na noite desta sexta-feira, 17, pela segunda rodada da Liga Nacional de Futsal (LNF). No ginásio do Tênis Clube, em São José dos Campos (SP), os anfitriões conquistaram o resultado com gols de Wilsinho e Rafinha. Foi a primeira vitória do time do Vale do Paraíba na competição, e a segunda derrota do Tricolor Paulista.

Os joseenses, que empataram com o Corinthians na estreia do campeonato, somam quatro pontos na classificação. Já o São Paulo, goleado pelo Sorocaba por 4 a 0 no primeiro jogo, segue sem pontuar.

Na terceira rodada, o São José joga na terça-feira, 21, contra Sorocaba, às 20h15, fora de casa. O Tricolor entra em quadra no dia seguinte, quarta-feira, 22, para o clássico contra o Corinthians. O duelo acontece às 17h30, no ginásio Adib Moisés Dib, em São Bernardo do Campo.

Na estreia de Paulinho Japonês, São Paulo vence Indaiatuba pelo Paulista

Contratado como o principal reforço são-paulino para a temporada, o veterano Paulinho Japonês estreou com o pé direito com a camisa tricolor. Em partida válida pela Liga Paulista, o São Paulo derrotou o Indaiatuba por 2 a 0, em São Bernardo do Campo (SP), gols de Johnny e Italo. Com 12 pontos ganhos em seis jogos disputados, o time do Morumbi ocupa a quinta colocação na classificação da primeira fase do Estadual. O Indaiatuba, por sua vez, está em 13º com apenas um ponto ganho em cinco partidas.

– Experiência faz toda a diferença. A partir do momento que nós fizemos 1 a 0, subimos um pouco a marcação para tentar definir. Minha história no Corinthians ninguém vai apagar. Quando voltei para o Brasil no fim do ano passado, tive a oportunidade de jogar lá ou aqui. Preferi aqui pelo projeto que me foi apresentado e por eu poder ficar morando em São Paulo – afirmou Paulinho Japonês.

O JOGO

O São Paulo começou melhor e, com menos de dois minutos jogados, Ângelo já havia finalizado duas vezes contra o gol de Denis. Aos seis, Índio finalizou em sequência, e a bola acabou se perdendo pela linha de fundo. O Indaiatuba teve grande chance para abrir o placar aos 11, quando Kaká recebeu sozinho dentro da área e tocou para fora, na saída do goleiro Greuto.

São Paulo Indaiatuba Liga Paulista de Futsal (Foto: Gilberto Santos/LPF)São Paulo conseguiu definir o resultado apenas no segundo tempo (Foto: Gilberto Santos/LPF)

Aos 15, o goleiro Denis, do Indaiatuba, arriscou de longe, e a bola sobrou para Rick, que desperdiçou mais uma oportunidade de frente para a meta. Já com Paulinho Japonês em quadra, o São Paulo voltou a assustar aos 18. Em jogada individual, Johnny carimbou o poste direito de Denis, no último lance de perigo da etapa.

O panorama da partida prosseguiu no segundo tempo, com os dois times alternando bons momentos. Aos cinco, Goiano recebeu na área são-paulina, tirou de Greuto e tocou para fora. Dois minutos depois, o São Paulo teve um pênalti marcado a seu favor, quando Johnny foi derrubado por Valtinho dentro da área. Na cobrança, o mesmo Johnny bateu à meia altura para fazer 1 a 0 para o Tricolor.

Aos nove, Paulinho Japonês lançou para Johnny, que soltou uma bomba na trave, desperdiçando a chance do segundo gol são-paulino. O time do Morumbi continuou dominando a partida nos minutos seguintes, e, aos 12, Italo avançou sozinho e bateu na saída de Denis, que conseguiu fazer a defesa. Aos 15, foi a vez de Paulinho Japonês carimbar o travessão em finalização da intermediária. Jogando com Juninho como goleiro-linha, o Indaiatuba foi para o tudo ou nada nos minutos finais. Aos 19, Kaká finalizou para fora, cara a cara com Greuto. O lance custou caro ao Indaiatuba, que levou o segundo gol na jogada seguinte. Em toque rasteiro no canto, Italo definiu o placar da partida em 2 a 0 para o São Paulo.

ESCALAÇÕES

São Paulo: Greuto, Índio, Pequeno, Ângelo e Johnny. Entraram: Filó, Rodolfo, Italo, Daniel, John Lenon, Lelê, Rodrigo, Rafinha, Paulinho Japonês e Lucian. Técnico: João Batista Neto.

Indaiatuba: Denis, Klebinho, Goiano, Rick e Valtinho. Entraram: Fábio, Cardenal, Igor, Kaká, Biro, Emerson, Juninho e Fabinho. Técnico: Juliano Ripabello.

De casa nova, time de futsal do São Paulo sonha com “volta” de Falcão

O futsal do São Paulo está de casa nova. Depois de amargar a 18ª posição na última Liga Futsal jogando em Bauru, o Tricolor Paulista mudou “de ares” e abrigará seus jogos em São Bernardo do Campo, na região metropolitana de São Paulo. O grande sonho do diretor comercial da equipe Marcelo Pepe é contratar, no ano que vem, o maior jogador da história do futsal:

– Trazer o Falcão agora é impossível, mas falei com ele por telefone. Disse que o São Paulo voltou forte para o futsal. Falei que no futuro ele poderia vir para cá, e ele ficou bem feliz. Não há mágoa entre ele e o São Paulo – disse.

O jogador vestiu a camisa do São Paulo em 13 partidas no ano de 2005, mas não marcou nenhum gol. Falcão ficou menos de seis meses no clube, e saiu brigado com o técnico Emerson Leão. Na ocasião, o treinador afirmou que a contratação foi um jogo de marketing do clube, e que o campo não era o habitat natural do atleta.

Futsal- time do São Paulo/Bauru (Foto: Gabriel de Castro / FIB-SPFC)Substituição – São Paulo troca Bauru por São Bernardo (Foto: Gabriel de Castro / FIB-SPFC)

O São Paulo jogou a Liga Futsal da temporada passada como uma franquia, em que o clube “emprestou” o nome para ser utilizado pelo Bauru. Desta vez, há uma parceria entre o São Paulo e a cidade do ABC Paulista, na qual a diretoria tricolor vai fazer parte da gestão. O diretor comercial da equipe, Marcelo Pepe, explicou a mudança de cidade:

– Queríamos trazer a torcida para os jogos. Vamos usar o ginásio de São Bernardo do Campo, que é aqui ao lado de São Paulo. Os sócios torcedores do clube terão benefícios, queremos jogar com a torcida – disse

Índio - futsal LEM X PALMAS (Foto: Vilma Nascimento/GloboEsporte.com)Índio será a maior estrela do time
(Foto: Vilma Nascimento/GloboEsporte.com)

O time de futsal do São Paulo terá um investimento entre R$ 100 e 150 mil, e será gerido por Sandrinho, ex-jogador de futsal, campeão mundial em 1996. O elenco ainda não está totalmente definido e se apresentará na primeira semana de fevereiro. Índio, vice-artilheiro da Copa do Mundo de 2000, é a principal estrela. Marcelo Pepe espera fazer um bom papel em 2015, para brigar por títulos em 2016:

– Esse ano queremos ser competitivos, para 2016 tentar algo melhor. Estamos atrás de mais dois jogadores de nome. O São Paulo não está desembolsando nada, o investimento está vindo de patrocinadores – explicou o diretor.

A Liga Futsal de 2015 terá início em março e será o grande desafio deste primeiro ano do São Paulo como gestor da equipe de futsal.