Mais uma derrota esperada. Nos acostumamos a perder.

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, os tempos são difíceis. Quando eu admito que a derrota no clássico de hoje já era esperada, significa que nos acostumamos a perder, que não ficamos mais indignados por sermos jogado na vala comum dos time, que nosso adversário coloca talheres em sua página para nos receber. Parabéns Juvenal Juvêncio – in memoriam -, Carlos Miguel Aidar e Carlos Augusto de Barros e Silva, com todos os seus asseclas, que nos levaram a essa situação.

É verdade que se o árbitro errasse igual para os dois lados teríamos empatado o jogo. O primeiro gol deles a bola saiu escandalosamente no lance que originou o escanteio e, consequentemente, o gol; Antony fez falta no lateral corinthiano, no lance que originou o escanteio e consequentemente o gol; o segundo gol deles para fim foi absolutamente normal. Não teve falta alguma em cima do Volpi. Foi falha grotesca mesmo. Mas a arbitragem anulou um gol de Bruno Alves dando mão do Gonzalo. Só porque foi em Itaquera e contra o Corinthians, porque não foi nada. O braço de Gonzalo Carneiro estava colado ao corpo. Portanto, lance normal (menos em Itaquera, contra o Corinthians).

Isso é o que? Falta de força nos bastidores. Nos apequenaram e isso faz com que as Federações, seja a Paulista, a CBF ou a Conmeblo, nem lembrem que nós existimos. Parabéns Juvenal Juvêncio – in memoriam -, Carlos Miguel Aidar e Carlos Augusto de Barros e Silva por esse apequenamento em que nos encontramos.

E vou dizer uma coisa: o time não jogou tão mal contra o Corinthinas. Equilibrou o primeiro tempo. Se bem, que uma qualidade técnica sofrível. No segundo empatou e estava melhor. O segundo gol começou num passe errado de calcanhar do Pablo, erros de Hudson e Reinaldo e o grotesco de Thiago Volpi. E de novo perdemos em Itaquera. Parabéns Juvenal Juvêncio – in memoriam -, Carlos Miguel Aidar e Carlos Augusto de Barros e Silva por esse tabu infindável naquela Arena do esquemão.

O pior é que já estamos atrás do Ituano e poderemos, melhor, deveremos ficar atrás do Oeste, que joga nesta segunda-feira contra o São Bento. Ficaremos em terceiro correndo riscos de não nos classificar para a próxima fase do Paulista. Se isso acontecer, estaremos colhendo o segundo vexame do ano, em apenas dois meses: ser eliminados na Pré-Libertadores e ficar fora do Paulista.

É verdade que o Marketing do São Paulo agiu rapidamente. Também ciente de que a derrota era iminente hoje, marcou para esta segunda-feira a apresentação de Cuca. Desvia os holofotes da derrota para algo maior. Mas ele só chega mesmo em abril. Até lá vamos de Mancini. Até lá vamos patinando. Até lá vamos sofrendo humilhações. Até lá vamos apanhando de todos os lados, lutando bravamente para ainda conseguirmos ser a quarta força do Estado. Mas até isso está difícil. Enquanto isso continuamos assinando o abaixo-assinado eletrônico de “Leco, renuncie já”. Até lá continuamos assinando um documento no clube pedindo assembleia geral para tentarmos antecipar a eleição para agora. Enquanto isso continuamos pedindo o #ForaLeco.

12 comentários em “Mais uma derrota esperada. Nos acostumamos a perder.

  1. PP, pior do que nos acostumarmos a perder, foi o que percebi domingo assistindo àquela pelada (não tem outro adjetivo para um dos piores jogos entre essas duas equipes).
    Desde o início do jogo, muito mais do que torcer para o time, me peguei analisando a quantidade de erros dos jogadores; seus jeitos em campo; a distância entre eles; a falta de colocar a bola no chão; quem estava pior, já que ninguém estava bem; enfim, a torcer e me divertir ficou em segundo plano.
    Se aconteceu comigo, deve acontecer também com a maioria dos sãopaulinos que já vão pro jogo, como vc mesmo admite, admitindo a derrota; o jogo feio; a desclassificação; a bagunça geral insuplantável que se tornou este que já foi um dos maiores clubes de futebol do mundo.
    E o que podemos fazer? Nada. Apenas lamentar e ir, aos poucos como percebi, deixando a paixão e assistindo aos jogos friamente e na TV.
    Se eu quiser assistir à um bom espetáculo de futebol devo mudar o dia de futebol para as terças e quartas, da Champions ou sábados e domingos pela manhã, assistindo à Primeira Liga Inglesa.
    Lamentável que, após os 60; com tantas alegrias e orgulhos por esse clube, me pego neste espírito!!!

  2. Já não bastasse todo vexame de 10 anos, ainda vem esse tal de Beto chamar esse lixo que eh o SPFC dw hj de soberano, essa palavra que amaldiçoou o clube inventado pelo desgraçado que noa arruinou e fez escola, o bandido do Juvenal cachaceiro.

    • ALEXANDRE, sei que as situação está difícil . mas com o cuca tudo vai melhorar
      não chamo o são paulo de soberano para provocar ninguém , apenas é um jeito carinhoso de chamar o clube que eu amor

      abraços para você

  3. Meu pensamento é que temos que cortar o mal pela raiz.

    A diretoria atual não vai sair em 2020 porque eles compram o conselho (que por sua vez se vende) e os sócios do clube.

    Talvez uma passagem pela série B seria interessante porque:

    teríamos bem menos dinheiro em caixa: sem dinheiro, os barbies arrogantes, os hienas e os lambe-bolas se afastariam. Não sairiam por completo mas diminuiriam bastante dentro do clube;
    Necessariamente teríamos que ter um staff de gestão competente e menos corrupto para subir à série A;
    Teríamos que ter um elenco de jogadores de verdade, com vontade de jogar para voltar a série A. Não teríamos mais “fora de forma”, “descompensados na musculatura”, “fora de ritmo”;
    Esse elenco teria que treinar pra valer. Treinar fundamentos, cobranças de falta, jogadas ensaiadas;
    O técnico escalaria o melhor time para cada jogo e não o time escalado pela diretoria;
    Teríamos um técnico. Não o atual que não vai ficar, o oficial que não veio, o que saiu ainda está pra voltar quando o oficial não der certo. Confuso?

  4. É bem por aí mesmo. O São Paulo sempre encontra um jeito de perder nos jogos decisivos. Eu ainda disse no pré-jogo que ia torcer pro Volpi sair do gol com convicção. Conseguiu perder pro Vágner Love gordo e velho …

    Não faltou raça, mas muitos passes errados. Pablo foi o único destaque positivo, quando jogou com centroavante, fez gol. O São Paulo foi um pouco mais agressivo quando Hernanes e Nenê jogaram juntos. Fato. Um andorinha só não fará verão. Se jogam sozinhos, são presa fácil para a marcação. Meu medo é que a forma física atual do Hernanes seja esta aí mesma, que ele não melhorará.

    Parece que Éverton Chinelinho está forçando sua saída do São Paulo. Não é nem metade do jogador que chegou.

  5. Tricolor se apequenou.
    Hoje é só mais um dia, igual contra o Santos, igual contra o Talleres, igual sempre de 10 anos para cá.
    Resultado normal. Perdeu o time que não tem treinador, tem pior elenco, não tem força nos bastidores, não tem arena moderna, nao tem equilíbrio dentro de campo, tem menos raça, tem panelinha…..entre outros pontos que somos piores que o adversário.
    Tudo normal igual nos últimos 10 anos. Só que nem todos veem assim, uns ainda batem no peito e falam que somos soberanos (?), tri mundial, nunca caímos……
    Enquanto isso nossos adversários vão colecionando títulos e nos ? Ah! Calma, vamos ganhar, soberanos, o Cuca vai arrumar….
    Mando aqui uma mensagem carinhosa para:
    Leco, Conselheiros covardes, Rai, Diego Souza, Nene, Volpi, Mancini, Cuca, entre outros.
    Vão tomar no meio dos seus cus e me devolvam o meu tricolor !

  6. Nos últimos 7 jogos vencemos 1, empatamos 1 e perdemos 5, 4 pontos em 21 possíveis, aproveitamento de menos de 20%. Esse desempenho mostra o quanto tem sido bom o trabalho de Raí, da direção e comissão técnica.Uma vez que o maior responsável só sairá em dezembro de 2020, pelo menos Raí deveria ter sido demitido sumariamente.

    Com esse histórico recente reclamar de arbitragem fica ridículo, verdadeiro choro de perdedor que nada mais pode fazer. Passamos vergonha nos clássicos há muito tempo, e nas novas arenas então nosso desempenho é humilhante. Em Itaquera jogamos 10 vezes com retrospecto 3E 7D. Não se pode colocar esses resultados na conta de arbitragem. Isso é incompetência da Direção de Futebol do SPFC nos últimos anos.

    Contratamos um treinador que não poderá assumir por mais 2 ou 3 meses, e com isso abdicamos do Paulista e das primeiras rodadas do Campeonato Brasileiro. Ninguém pode assegurar que Cuca terá a energia necessária para comandar o time sob uma pressão que só tende a subir.

    Mais de uma década de decisões equivocadas nos tornaram um time pequeno. Nossa torcida envelhece e diminui a cada ano de novos fracassos. Está difícil manter a esperança.

  7. RAÍ, segue as dicas do beto ou voce não vai terminar o paulista

    manda embora amanhã diego souza e nene

    manda o elenco falar mesmo e trabalha mais

    começa a procurar algumas peças para o elenco

    calma paulo pontes , nos vamos sair muito em breve dessa situação

    #gigantesoberanovaiacordar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.