Quando você pensa que vai…volta!

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, o inacreditável, o que parecia impossível aconteceu: o São Paulo perdeu do Coritiba dentro do Morumbi, com quase 54 mil pessoas presentes, no novo recorde de público. A festa estava pronta, a torcida recebeu o time com fogos, bandeiras, colorido e muita, mas muita animação. Parecia jogo de Libertadores. E poderia ser. Ganhasse do Coritiba, o que seria o óbvio, o São Paulo pularia para a 11ª colocação do Campeonato Brasileiro e ficaria apenas seis pontos atrás do sexto colocado, com uma partida relativamente fácil pela frente e um turno inteiro a ser jogado.

Ninguém em são consciência acreditaria que o time tivesse qualquer dificuldade para vencer o jogo desta quinta-feira. Depois da virada e vitória épica contra o Botafogo, surgia um divisor de águas e o time mostraria que realmente é bom e que a presença no Z4 era circunstancial. Mas não. Parece que essa presença é real e vamos brigar até o fim para ficarmos, pelo menos, em 16º lugar.

Vamos analisar o primeiro tempo. O Coritiba chegou perto do gol do São Paulo apenas em bolas paradas. O São Paulo por sua vez, perdeu, no mínimo, quatro chances claras de gol: uma com Marcinho, nos primeiros minutos de jogo; outra com Cueva, um absurdo de gol perdido; uma com Rodrigo Caio, de cabeça; e outra com Pratto. Sem contar as muitas jogadas que sobraram para Marcinho pelo lado direito e ele acabou perdendo; ou em contra-ataques, onde a bola chegava em Cueva, e ele perdia. O domínio foi absoluto e, em condições normais, não fosse a ruindade excessiva nas finalizações, poderíamos virar o jogo, sem exagero nenhum, ganhando por 3 a 0.

Veio o segundo tempo e o nervosismo começou a bater. Os passes que eram precisos no primeiro tempo começaram a encontrar defensores do Coritiba. Time posicionado atrás, mas não exageradamente retrancado, conseguia evitar que as tabelas fossem feitas, que infiltrações ocorressem, como aconteceram no primeiro tempo. Aí, num contra-ataque, Bruno faz pênalti em Rildo. No estádio, na minha posição, não tive clareza no lance. Pela TV, vendo depois o lance, continuei em dúvida. Mas não posso deixar de salientar a burrice extrema de Bruno, porque o árbitro estava marcando qualquer esbarrão. Logo, ele não tinha o direito de encostar em Rildo. Pênalti pela burrice e ruindade dele.

Se o São Paulo já não vinha sentindo quando sofria um gol, nesta noite sentiu. O time se desestabilizou e os passes começaram a sair todos errados. Dorival colocou Marcos Guilherme no lugar de Bruno e recuou Marcinho para a lateral. Mas foi num contra-ataque, que começou exatamente nas costas de Marcinho, que Rildo atravessou a bola e o Coritiba chegou ao segundo gol, com o atacante completamente livre de marcação.

Dorival então tirou Hernanes, que fazia uma péssima partida, e Jucilei, colocando Gomez e Denilson. O São Paulo foi para o abafa. Mas foram chuveirinhos e mais chuveirinhos na área tentando alguma coisa. Até que numa delas, num bate-rebate, Denilson marcou.

O São Paulo fez um bom primeiro tempo? Sim, fez. Mas não marcou. Fez um bom segundo tempo? Não. Mas, que tivesse feito, perdeu e não se pode perder no Morumbi, principalmente de um time que estava na zona de rebaixamento e com essa vitória nos passou. Mais do que isso: abriu três pontos.

Não joguei a toalha quanto a termos a possibilidade de brigarmos por uma vaga na Libertadores do próximo ano, mas tenho que ser realista que, no mínimo por mais seis rodadas, nossa briga será unica e exclusivamente para nos livrarmos do Z4. E ficar ciente que a lógica no futebol este ano está passando a milhões de léguas de distância do São Paulo.

12 comentários em “Quando você pensa que vai…volta!

  1. São 16h44 de 06 de agosto. São Paulo está perdendo de 2×0 do Bahia… DO BAHIA!!

    ão ão ão, segunda divisão!

    Pelo amor de Deus! Se cairmos, pelo menos que seja pra limpar essa CORJA que temos na diretoria hoje!

    Que Leco e seus asseclas, todos sejam varridos da cúpula. Fora tb às múmias vitalícias de 80 anos que nem votar mais sabem.

  2. Nao mudarei minha opiniao,
    vi tudo que tinha que ver por aqui,
    do Sampaulo multi campeao & aguerrido,
    a esse sampaulo amarelo & omisso,
    esquartejado por esses kartolas corruptos,
    nao estamos a deriva,
    mas sempre buscando a B.

  3. Grande decepção. O clima era de Libertadores mesmo. Estava no Morumbi e nós, da torcida, fizemos a nossa parte. Não faltou incentivo.

    Pode me chamar de louco. Mas burro e ingênuo não sou. Era óbvio que o São paulo teria dificuldade contra o Coritiba. Ó-B-V-I-O. Contra o Botafogo, só viramos porque o Jair Ventura foi arrogante e quis golear o São Paulo colocando mais atacantes quando já estava 3 a 1. Como o São Paulo tem a obrigação de vencer, o adversário se fecha todo e joga no contra-ataque. Contra o Bahia será a mesmíssima coisa.

    Dorival ainda não mostrou a que veio. A melhora se deve exclusivamente aos reforços. É dureza perceber que ele não aprendeu nada com os erros do Rogério. Bruno não pode ser titular. De jeito nenhum. Pelo menos Ceni já o tinha descartado, assim como Nem e Wesley. Outra coisa, Edimar provou em três jogos porque era terceiro reserva do Cruzeiro. Todo jogo levamos gol nas costas dele.

  4. Paulo Pontes, eu ja joguei a toalha, nosso destino estra traçado Serie B, a camisa esta pesando muito pra esses jogadores, alem de ruins não tem personalidade, não tem vontade e muito menos amor pela camisa.
    Esta na hora de confiar na molecada, só eles podem tirar o São Paulo dessa, pelo menos a maioria foi formado ali e tem amor pela camisa.

  5. A tão sonhada sequência de vitórias, está cada vez mais distante, a série B cada vez mais próxima. O elenco já está recheado de Jogadores, que nem na série B seriam titulares, a insistência em manter los no time em pro da sequência de jogos, e ganhar conjunto, esta provado que não funciona, pois as peças continuam falhando. Nosso treinador já sinalizou que não modificará o time contra o Bahia. Então sinto em dizer que nada mudará, pois fazer um pênalti no horrível Rildo, que até um recém nascido sabe que um cara destro jogando pela esquerda vai cortar para dentro, pois vai trazer a bola para o pé direito, e assim mesmo o vai permanecer no time, no mínimo que posso dizer é que falta inteligência , para quem está escalando, o segundo gol então foi outra estupidez, pois tinhamos o maior número de jogadores ainda assim tomamos o gol, pois assistem tudo se dar um maior combate, e nem acompanhar o jogador que estava sem a bola, falha do Edimar neste caso. Criamos oportunidades, porém caíram no pé de Marcinho série B, e de Cueva que chutou tão displicente quanto bateu o pênalti contra o Botafogo. Temos um jogador no banco que não é nenhum primor de técnica, porém o cara tem a melhor média de gols, levando se em consideração ao número de jogos que jogou, porque ele não é mais utilizado? Nem tudo está perdido, mas algumas convicções de nosso treinador tem que mudar. SEMPRE LEMBRANDO QUE, TUDO O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM O SÃO PAULO, É FRUTO DAS ADMINISTRAÇÕES PASSADAS E DA ATUAL GESTÃO, POIS PERTENCEM AO MESMO GRUPO POLÍTICO.

  6. Entrar no site e’ dolorido, triste, e fica aquela sensassao
    do day after,
    apos termos perdido alguem proximo.
    Nao era Ceni nem Durival que apostavam em nulidades,
    e’ mesmo um todo diretivo
    que querem nos colocar na vala que eles estao,
    da insanidade, da corrupcao total estabelecida por todos os lados
    em nossa patria amada,
    alguma coisa tem que ser feita urgentemente,
    e’ mesmo estarrecedor o que fizeram com tudo.
    A verdade e’ unica a ida para a segundona esta escancarada
    se medidas urgentes nao forem tomadas
    a primeira seria demissao do bonzinho e conivente durival
    ja que os do poder jamais largarao o osso.

  7. Só uma pergunta, cadê a turma do “agora temos técnico”???
    Técnico péssimo, jogadores na sua maioria medíocres, ganhar do botafogo não é mérito nenhum, time medíocre também, a diferença é que os jogadores sabem que são medíocres e não são mascarados!!!

  8. O marcinho nao pode ser titular!! O bruno tem que acordar!! E o Prato é questionavel se ele ajuda ou atrapalha!
    Time ideal Renan – Arraruna – Rodrigo caio – Arboleta – Ediar (junior) – Jucilei – Pettros- Cueva -Hernandes – Marcos Guilher (lucas fernandes) – Gilberto (Prato é banco0

  9. Difícil o time fazer gol com um tanga frouxa como o Marcinho em campo que perdeu aquele gol sozinho, que ainda poderia ter passado para um jogador livre.

    Esse Marcinho é jogador de Série B. Medonho!

    Bruno fez pênalti em cima e em baixo. Usa o braço e o joelho.
    Bruno sempre foi um jogador horrível desde a primeira partida no tricolor. Tem sido horrível faz 3 anos.

    Renan Ribeiro é um goleiro fraquíssimo. Mas seu empresário é Giuliano Bertolucci. (Lembra dele? aquele que armou todo o esquema e levou o Oscar embora naquele processo judicial, também influenciando Diogo e tentando levar o Casemiro, que optou por se desvincular dele).

    Giuliano Bertolucci esteve envolvido nas vendas de David Neres, Luis Araújo e Lyanco. Continua trabalhando com atletas de nossa base, com influência cada vez maior no clube.

    Bem, no caso de David Neres, Luis Araújo e Lyanco, ele acertou.

    Agora, Renan Ribeiro… ele, como é um grande empresário, deveria se ligar que não dá. Se quiser levar o Renan, leva.

    Com todo respeito ao Giuliano Bertolucci, claro. Ele trabalha com quem ele quiser.

    Esperto ele, que tem influência cada vez maior no SPFC, que é só uma vitrine de vendas e um clube sem comando, sem direção, sem conceito definido em nenhum aspecto dentro ou fora das quatro linhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*