A derrota em Itaquera pode ser atribuída a Ceni e à zaga

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, pela milésima vez o São Paulo perde do Corinthians em Itaquera unicamente por falhas individuais. Todos estão carecas de saber que o Corinthians joga na falha do adversário, com toques certeiros e rápidos, contra-ataques fulminantes. E o São Paulo, que teria entrado com a missão de deixar a bola com o adversário para contra-atacar foi, primaria e inocentemente, atraído para o campo do oponente e, com menos de dez minutos, já estávamos perdendo o jogo.

Quando vi a publiquei a escalação, vendo o time que Rogério colocou em campo, finalizei o texto dizendo: espero que dê certo. Não deu. Mas qualquer um ali já sabia que não daria. Entrar com um time que tem o trio de zaga formado por Lucão, Maicon e Douglas; jogar sem um jogador de criação; colocar dois centro-avantes na frente. De longe já se via que não daria.

Por isso atribuo a Rogério Ceni responsabilidade direta pela derrota. Uma zaga excessivamente lenta contra um ataque excessivamente veloz. Ele tinha, pela lógica, que ter repetido o time que começou contra o Vitória, apenas trocando Maicosuel, que não jogaria mesmo, por Thomas. Lucão e Maicon deveriam jogar com Militão enfiado por ali. O meio com Bruno, Jucilei, Cícero e Junior Tavares. Era o óbvio, mas nosso treinador não gosta de obviedades. Prefere invencionices. Lucão falhou no primeiro gol, pois cabia a ele o combate a Romero; Maicon errou grotescamente no meio de campo, dando o contra-ataque para o Corinthians; e falhou novamente no terceiro gol, mas foi “ajudado” por Douglas que, lento, cometeu o pênalti.

Verdade que o time melhorou no segundo tempo. A entrada de Bruno no lugar de Lucão trouxe o time um pouco mais para cima do Corinthians. Também depois, com a entrada de Wellington Nem no lugar de Cícero, o time equilibrou a partida. Prova maior que se Rogério Ceni não tivesse feito a bobagem da escalação inicial, poderíamos ter outra sorte no jogo.

Porém, chamo a atenção para um detalhe: no banco tínhamos três goleiros. Por que motivo? Não temos jogadores nem para compor o banco. A maioria está no departamento médico. E tenho que ouvir o Zé Mario Campeis falar que está tudo bem, o preparo físico do elenco está supimpa. Oras, vá contar história para outro.

E os senhores, da diretoria? Refiro-me, diretamente, a Pinotti e Leco: vamos trabalhar sério e começar a contratar para ontem? Mas contratar jogadores que venham para ser titulares e em condição física. Não adianta trazer Maicosuel com dor no púbis, Denilson, que ninguém conhece. Nós estamos agonizando. Perdemos mais um clássico e permanecemos sendo motivo de chacota. Os senhores ficam em suas salas, com ar condicionado, vivendo exclusivamente num ambiente são-paulino, não percebem o que nós, torcedores, passamos em nosso meio, seja familiar, seja profissional.

O São Paulo está virando um time pequeno. Já é, sem dúvida alguma, a quarta força do Estado. O clube continua vendendo jogadores que ainda nos davam esperança de conseguir alguma coisa, e na reposição trazem jogadores que, quando muito, disputarão lugar no banco. Onde é que vocês querem nos levar?

Chega. Paciência tem limite. E o meu estourou.

25 comentários em “A derrota em Itaquera pode ser atribuída a Ceni e à zaga

  1. Tem loucura maior que afirmar que uma pessoa é outra sem você conhecer a pessoa ?

    Volta beto , Tem gente que nao consegui vive sem os seus comentários

    Alexandre F disse:
    13 de junho de 2017 às 2:38
    Beto,
    Vc no seu alter-ego BIÚ, consegue ser mais doente e inconveniente ainda.
    Cumpra a sua palavra e deixe de exteriorizar a sua demência por aqui.
    Procure ajuda médica, pois vc está precisando com urgência.
    Seja homem e honre o que foi prometido.
    Caia Fora e vá se tratar.

  2. Beto,
    Vc no seu alter-ego BIÚ, consegue ser mais doente e inconveniente ainda.
    Cumpra a sua palavra e deixe de exteriorizar a sua demência por aqui.
    Procure ajuda médica, pois vc está precisando com urgência.
    Seja homem e honre o que foi prometido.
    Caia Fora e vá se tratar.

  3. Temos sim noticias boas no site,
    MUSICAS,
    principalmente as do tempo
    de DIRETORIA compromissadas com nosso Paulo fc,
    diretores
    do mesmo padrao das musicas e musicos
    apresentadas pelo TRICOLORNAWEB,
    Hoje, a kartolaiada e’ mesmo como as musicas atuais
    e como o funk q a geracao atual gosta,
    puro lixo explicito.

  4. Tenho pena dos novos torcedores
    uma pena
    um TRIMUNDIAL
    de passado brilhante
    ser esculhamkado por um bando de sangue sugas
    q de futebol profissional
    nao entendem nada.
    Entendem de PTetralhar como os outros q conduzem a nacao.
    Esse e’ o modelito tupinambas.
    A minha geracao viu tudo, com muita alegria,
    agora so’ perebas & cartolas metidos as grandezas
    mas de grandeza nada,
    jogadorzinhos metido a nada, e kartolas metidos a tudo.
    Nao me preocupo, adianta, q vao para os quintos todos,
    ja me preoucupei e briguei muito pelo meu time de coracao
    hj tenho vergonha como tenho vergonha de ser brasileiro
    sou PAULISTA, nascido em Tupa, Sp terra de indios com
    muito orgulho e paixao.

  5. PP, ainda bem que estourou sem limite, pois não dá para esperar 6 meses para avaliar essa gestão, esse seria um bom prazo e correto, se tivesse ocorrido uma verdade profissionalização da gestão, coisa que não ocorreu, a diferença agora é que são remunerados, mas é o mesmo pessoal.

    Com relação a zaga, não dá mais para ficar com Lucão e Douglas, teria que dispensá-los, o nível deles é de time da série B, não dá. E pensar que vendemos o promissor Lyanco e o mal utilizado Breno, que agora no vasco consegue estar em campo em todos os jogos e aqui estourava a cada 2 jogos, por que será?

  6. Concordo plenamente quando responsabilizam a má gestão pelas penúrias que o clube vive no momento! Entretanto, não dá para esconder o óbvio. Há dois meses atrás afirmaríamos que, jogador por jogador, o curintia era melhor que o S.Paulo? O time melhoraria se trocássemos as camisa? Trocaríamos o Prato pelo Jô; O Jucilei pelo Gabriel, o Rodrigo e o Maicon pela outra zaga, o Jr Tavares pelo Arana, o Tiago Mendes pelo Rodriguinho, o Renan pelo Cássio? Agora o mais importante: trocaríamos os treinadores? A resposta à esta pergunta sintetizará o que vivemos. A diretoria tem culpa pela dívida monstruosa construída ao longo dos 2 últimos mandatos do JJ, dos quais participaram e ajudaram a afundar, a grande maioria desta atual diretoria? Lógico! E isto não vai mudar, tendo em vista, o modelo de gestão do clube. Depois de morrerem todos esses “gagás”, seus filhos, com certeza, os substituirão, como temos visto há longo tempo. Então por aí não deverá haver mudanças.
    Quando o clube vende um jogador, a maioria dos torcedores e o treinador, ficam pedindo contratações importantes para substituições. Ora, se não for para utilizar o dinheiro das vendas para a administração do clube, melhor não vender; cada jogador vendido, pelo menos na teoria, é o que temos de melhor e, sendo assim, não vamos substituí-lo, na mesma altura, saindo às compras – se houvesse melhor e mais barato, com certeza, o time que comprou nosso jogador compraria o outro.
    Tudo isto posto, vou responder à pergunta acima que elaborei. Talvez se os treinadores fossem trocados os resultados poderiam ser mudados. O Carile “estagiou” anos como auxiliar e treinador eventual do curintia. O cara é simples, não inventa, mas seu time ocupa os espaços do campo; suas linhas jogam juntas dificultando o jogo dos adversários; seu time sai com todo mundo nos contra-ataques (ontem mesmo tiveram chances de marcar mais gols pelo número de jogadores atacantes ser maior que os defensores são-paulinos). Sem invenção e sem “jogar pra torcida”. Diferente o Rogério Ceni, para quem simplicidade parece um palavrão, e “jogar pra torcida” é o corriqueiro ( Exemplo? “O Lugano é ótimo jogador, precisa renovar o contrato dele, etc.etc.etc. Só que na hora H, num jogo dificílimo, entra com Douglas. Mas vai continuar a defender a renovação de seu amigo “porque ele é muito bom” quando sua verdade está longe disto. Mas a torcida, néh?).
    Precisamos trocar o Rogério Ceni? Tanto faz. Eu preferiria que ele mudasse. Se seus auxiliares não podem ajudar porque não são capazes ou porque o Rogério não confia neles, troque-os. Arme um time bom – assim como fez o Carile, e mantenha-o, sem se preocupar de que forma vai jogar o adversário. Se nosso time for bom, o adversário é que terá que se preocupar conosco. Essas mudanças promovidas pelo Rogério, podem ter aura de modernidade mas, na prática, não passa de reconhecimento da superioridade dos adversários. Time bom e bem treinado não precisa ficar “amoitando” seus treinamentos: os outros é que terão que promover mudanças para defender-se.
    Tudo isto posto, com reconhecimento das melecas feitas pelas diretorias passadas e atuais, em campo nosso desempenho reflete, principalmente, a falta de treinador, infelizmente…

  7. Aqui se comentou anteriormente sobre atuação da “oposição” na política tricolor. Ocorre que, no meu entendimento, nossa oposição está mais para PSDB. Agarra-se ao poder com o intuito de sobreviver e, em alguns casos, até se locupletarem com ganhos no loteamento de cargos. Por isso estamos cada vez mais fracos como instituição (déficit de aproximadamente 385 milhões no balanço do ano passado) e como time de futebol, visto que o objetivo passou a ser o de não cair para a série B. Ou alguém acha que, contratando bagulhos de segunda linha, temos alguma chance de, pelo menos, chegar em 5o. lugar???

  8. Tanto o Rogério Ceni quanto a diretoria precisam se aprimorar muito.

    Essa escalação foi horrível. Um time com três zagueiros lentos, mais 2 volantes / zagueiros lentos, o único jogador com um pouco mais de velocidade era o Marcinho, na ala direita.

    Quem puxaria esse contra-ataque? Uma equipe que quer jogar para se defender, precisa de jogadores de velocidade. Senão, precisa montar um time para tocar a bola, ter a posse de bola.

    Taticamente, não fez sentido algum. Se fosse pra inventar, que colocasse o Léo Natel ou outro jogador de velocidade, talvez o Wellington Nem no lugar do Maicosuel, com o Thomas na criação, por exemplo.

    Não adianta escalar mal e ficar achando que futebol vai se resolver na base do caderninho.

  9. Criticar o Rogério é fácil…
    Porque os torcedores isentam a diretoria?

    O Elenco é fraco… e isso não é novidade… cade o dinheiro das vendas do Lyanco e do Neres?????

  10. Penso que o problema chave é a falta de competência
    na contratação de jogadores.
    No plantel tem muuuuitos jogadores que tem boa técnica
    mas que não são muito bons na sua posição.
    Veja :
    Thiago Mendes, bom jogador , mas é um bom VOLANTE ?
    Rodrigo Caio, ótimo jogador, mas afinal é zagueiro ou volante ?
    Junior Tavares e Bruno apóiam bem e marcam mal , portanto ,
    são bons laterais ?
    Cícero é um bom jogador, mas , afinal, qual é a posição dele ?
    João Schimdt, outro bom jogador, mas como volante marca mal
    e como armador é frágil na armação.
    Até um tempo atrás, usava-se Chavez como centroavante,
    posição que NÃO era a sua praia !
    Nota-se, então , um elenco totalmente DESEQUILIBRADO !
    Falta-se mais jogadores REALMENTE especialistas na sua
    posição, como Pratto ( típico 9 ) e Jucilei ( volante mesmo ) .
    Esse negócio de jogador polivalente só é bonito no papel,
    na realidade no futebol brasileiro, acabam sendo só jogadores que fazem tudo MAIS OU MENOS !!
    Se lembrem do PH Ganso : ótimo jogador, mas qual seria o
    melhor posicionamento dele ?
    Sampaoli pensava até como volante ?!
    Até hoje estão tentando descobrir onde ele
    JOGARIA MELHOR !!!
    Concluindo,
    contrata-se PÉSSIMAMENTE no SPFC !!

  11. Prezado Paulo Pontes, uma correção não somos a quarta força, a Ponte Preta é mais organizada tanto na gestão administrativa quanto taticamente dentro de campo, veja a folha salarial deles, quantas vezes é menor que a nossa, nos últimos anos a Ponte chegou na final do Paulista e Sulamericana, no Brasileirão do ano passado eles terminaram na nossa frente e esse ano certamente repetiram.
    Então hoje somos a quinta força, uma má administração desde o terceiro mandato do JJ, contrações e mais contrações terríveis, somos o clube que mais vende bem seus jogadores e nossa dívida só aumenta é uma conta que não fecha, parem com essa estória de “Soberano”, somos chacota a muito tempo essa arrogância herdada do JJ acabou com o clube, começou com uma birra do JJ com o Deputado investigado na Lava Jato para sediar a abertura da Copa, de lá pra cá só apequenamos.

  12. O time foi na retranca? Ué, mas não precisamos nem dos safados da imprensa pra dizer que tomaríamos uma golada.
    Esses modinhas que se dizem torcedores já diziam antes. Falhas constantes de uma zaga que vale uma fortuna, quem espera?
    Aí vendem esses bostas e vão dizer que a diretoria é ruim.
    Passa os dois no cobre antes que se desvalorizem. E todo o resto que tiver proposta. Um monte de bosta, sem fibra. Vende tudo.

  13. Zagueiros vêm tomando gols bizarros desde o ano passado.
    Ceni e Pratto resolveram falar.
    Que Ceni largue esse medíocres prá lá, mesmo que somados valham uma fortuna.
    Tá na hora de salvar o pescoço, Rogério. Sei que você é um vencedor e não vai se afogar com essa mediocridade.

  14. Caro Paulo. Para onde eles querem nos levar? Eu respondo: evidentemente para a segunda divisão. O projeto deles é isso: acabar com o São Paulo e sua torcida. Leco e essa Diretoria covardes tem amor ao dinheiro; não ao São Paulo. Além disso, temos um Presidente omisso que só aparece quando o São Paulo ganha. Em situações como a de hoje, ele some. Um covarde, sem dúvida. Quero lembrar que agora ele recebe salário. Tem que ser cobrado por seu trabalho. Tem sim! E a continuar assim com essa incompetência atroz terá que ser demitido. Sem dúvida.

  15. Treinador ruim esse Rogerio já entrou pra perder com essa escalação erro todo dele q ficou comedo de colocar o time pra jogar nunca repete uma escalação vai ser ruim assim lá na China.. .

  16. Caro Paulo Pontes, como simples torcedor vejo que querem nos levar onde seja possível mascarar o quadro atual, que os asseclas do JJ e próprio nos levaram, ou seja, contratando um ídolo para técnico de forma a ganharem tempo e tentando vender jogadores para prolongarem o vencimento das dívidas. Endividaram o clube, nada construíram, nada fizeram, muito pelo contrário conseguiram destruir a imagem criada com muito esforço e trabalho. De há muito temos um clube doente, mal dirigido, onde ninguém consegue impor uma filosofia de trabalho, pelo simples fato, de não haver competência para um simples planejamento. Cotia é o BNDES tricolor, dívidas são criadas e Cotia cobre com suas revelações, por isso JJ tinha tanta “paixão” por aquele empreendimento. Quando alguém pensa em Cotia como um celeiro de craques para o time principal é preterido por aqueles que a vêm como um celeiro de recursos para custeio de suas pretensões pessoais, vide René Simões um bem intencionado que em pouco tempo foi enxotado.
    Esta é a realidade, infelizmente, que a meu ver somente mudará o dia em que oxigenarmos o vício interno através do voto direto dos sócios e dos sócios torcedores.
    Abraço.

    • Fernandes, com o Conselho Deliberativo ultra conservador e com algumas figuras folclóricas e retrógradas que temos, não tenho a menor esperança de conseguir o voto direto na mudança prevista no estatuto. E culpo aqui a oposição por ter votado em massa no novo estatuto, “acreditando” que depois seria possível mudar. Ou eles, da oposição, disfarçadamente também não querem o voto direto.

  17. olha que editorial bonito (Implacável, Corinthians aproveita falhas e faz do SP maior freguês da Arena) continue defendendo o Rogério ceni com esse argumento pifio de que de falta jogadores e nao treinador

  18. Caro Paulo, só um adendo: o jogador em questão é Denilson e não Danilo como descrito no texto. Que por sinal, reflete o que todos são paulinos estão pensando.

  19. decepcionante esse editorial

    como o senhor não pediu a saída do Rogério ceni ,peço eu

    fora rogerio ceni

    A derrota em Itaquera pode ser atribuída a Ceni e à zaga

    Publicado em 11 de junho de 2017 por PauloPontes

  20. infelizmente a sua paciência com o Rogério ceni não acabou e mais um vez não veio o editorial fora Rogério ceni

    desculpe-me mais o senhor esta gostando do sao paulo com estar ,porque se não pedia a saída do maior problema do sao paulo

    Chega. Paciência tem limite. E o meu estourou.
    Publicado em 11 de junho de 2017 por PauloPontes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*