O futebol alegre do São Paulo está gostoso de ver

Amigo são-paulino. leitor do Tricolornaweb, estou gostando muito de ver o São Paulo jogar na era Rogerio Ceni. É um futebol moleque, onde o time todo vai para cima do adversário como uma avalanche, sufoca, encurrala, enfim, tem a postura que sempre quis ver. Marca muitos gols. Também sofre muitos, é verdade. Mas o saldo está positivo.

Rogerio Ceni está utilizando esquema semelhante ao de Juan Carlos Osorio. Sei que lá tomamos uma goleada no Morumbi, mas jogávamos um futebol que todos elogiavam. O que precisa ser encontrado é o equilíbrio de como fazer um time tão ofensivo, mas sem descuidar da defesa.

Quando o adversário está com a bola, o São Paulo tem uma formação onde Pratto fica sozinho à frente, atrás dele fica uma linha de cinco e mais atrás outra de quatro. O problema está nos contra-ataques que sofremos.

Neste jogo contra o São Bento ficou escancarada a visão de vazio defensivo. O São Paulo teve o domínio de bola na maior parte do tempo. Não poucas vezes Maicon aparecia como meia e o único jogador que ficava no meio de campo, como defensor, era Rodrigo Caio. Também havia o inverso. Uma bola perdida nestas circunstâncias é fatal para sofrermos o gol.

Percebam que o primeiro gol do São Bento saiu de um contra-ataque, em que Rodrigo Caio – que aliás fez uma péssima partida nesta noite – teve que sair para cobrir Junior Tavares, tomou no meio das pernas. Maicon teve que sair para cobrir Rodrigo e no escanteio nosso zagueiro da Seleção Brasileira falhou, não subindo com o atacante adversário.

Talvez a entrada de Jucilei como primeiro volante possa resolver esse problema. João Schmidt é muito técnico, tem bom passe, mas não é o leão de chácara que precisamos para atuar na frete da zaga. Thiago Mendes também não faz essa função. Muito menos Cícero. Está claro que Rogerio optou por um meio de campo leve e de bons passes, abrindo mão do brucutu. Mas esse tipo de jogador acaba sendo necessário.

Não vou entrar no time dos que estão preocupados com esse esquema de jogo. Prefiro ver o time continuar sofrendo com a defesa, tomando dois gols por jogo, mas fazendo três, quatro ou cinco lá na frente, do que voltarmos ao estilo Bauza/Ricardo Gomes, onde um a zero era goleada e o jogo se arrastava de forma deprimente.

Estou muito feliz com o início de Rogerio Ceni no São Paulo. Acho que tudo será uma adaptação, dos jogadores entenderem suas ideias e dele perceber algumas coisas que precisam ser melhoradas. E vamos em frente.

8 comentários em “O futebol alegre do São Paulo está gostoso de ver

  1. Gente, pelo amor de Deus, o que o Rogério está fazendo é incrível! Time ofensivo, pensamento alinhado com o que se faz nos melhores clubes do mundo, gols, jogadas bonitas, triangulações. Há quanto tempo não víamos isso! Ano passado, nessa mesma época, eu estava no Pacaembu vendo o time do Bauza perder do The Strongest. Comparem! Sim, estamos tomando muitos gols. Mas isso pode ser corrigido. Há razões para acreditar que podemos melhorar ainda mais. Só não podemos criticar os defensores quando os gols saírem lá atrás – se assumirmos que tomar gol é risco calculado, desde que se faça mais, estamos reconhecendo que a culpa não é individual. E não é mesmo.

  2. Questão de resolver o posicionamento da defesa, não de mudar o estilo de jogo.
    Finalmente estamos jogando futebol, não aquela lata de lixo que era com o Bauza.

  3. Concordo, acho que com o tempo o time vai se ajustar e consequentemente amadurecer. Vai saber dosar a intensidade de jogo em que muitas vezes não se faz tão necessário por estar a frente do marcador.

    O SPFC tem se desgastado muito e acho que com o tempo vai jogar de forma mais inteligente sem abdicar da postura ofensiva.

    A defesa hoje acumula erros individuais, de posicionamento e também recebe uma carga muito grande pelo estilo de jogo que está sendo implementado.

    Parabéns ao RC por trazer um novo vigor através da forma como o time vem se apresentando.

  4. Nossa, impressionante como somos torcedores impacientes. São apenas 5 jogos. O Campeonato Paulista é para arrumar a casa mesmo, ver o que está errado, e corrigir para o Brasileirão.

    Um pouco mais de paciência.

  5. Paulo Pontes o Campeonato Brasileiro vem ai , não se iluda , o ataque não vai compensar a zaga que leva média de 2 gols por jogo. Campeonato Brasileiro o buraco é muito mais embaixo enfrentando Palmeiras , Flamengo ,Cruzeiro ,Atlético MG.

  6. Futebol alegre até quando pegar um rival qualificado e levar uma goleada com esta zaga peneira , não é possível que alguém aprove ter a 2°pior defesa com 11 gols sofridos em 5 partidas do Paulitinha , No Campeonato Brasileiro se jogar assim vai levar sacode em várias partidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*