O Projeto Tokio 2018 começou no São Paulo

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, demorei muito tempo para me posicionar sobre a contratação de Rogério Ceni para ser técnico do São Paulo. Seria impossível ter uma opinião formada sem antes ver seu primeiro contato com o elenco e, mais do que isso, a primeira coletiva. Por apenas estes dois dias, já consigo afirmar: o Projeto Tokio 2018 começou no São Paulo.

A comissão técnica de nível internacional foi formada a dedo. Rogério Ceni cultivou essas amizades quando estudou na Europa e trouxe o inglês e o francês para ocuparem lugares estratégicos, dando coesão tática e força no relacionamento com o elenco.

Rogério chamou a base de Cotia e juntou a garotada aos mais velhos. Não deveria ser diferente, afinal esse sub-20 ganhou quase tudo que disputou em 2016. Alguns já estavam no time profissional. Agora outros vieram se juntar a eles.

Na coletiva não se furtou a responder as perguntas, admitiu que a comissão técnica trabalhá muito unida, que cada um sabe o que vai fazer e há o respaldo da diretoria. Também conhece como ninguém o clube, as finanças, sabe que nem tudo são flores, mas já cobra a chegada de dois reforços.

O clima que foi tomando conta da torcida foi de muito apoio. Se havia, num primeiro momento, desconfiança, hoje existe uma apreensão bastante positiva. O M1TO consegue, como ninguém, transmitir isso a todos. Sua obstinação pela perfeição, sua relação com tudo que envole o São Paulo, seu jeito de trabalhar, tudo isso trouxe à torcida um certo otimismo.

Esse clima positivo, de que tudo será melhor doravante, será fundamental para o ano inteiro. Se eu estiver certo nesse sentimento, então tenho certeza que Rogério Ceni foi um grande acerto. E se tudo isso valer, o Projeto Tokio 2018, realmente, começou no São Paulo.

10 comentários em “O Projeto Tokio 2018 começou no São Paulo

  1. Estávamos sem rumo, sem dono, casa da mãe Joana, agora tudo mudou, temos um lider que assume as broncas e cobra em cima e em baixo. Mesmo com pouca grana chegaremos lá, é só o tempo da base amadurecer.

  2. Time vencedor está diretamente relacionado com boa administração. Simples assim. RC fará parte da engrenagem, se esta não for eficiente, sozinho não conseguirá os resultados esperados. Em barco de remadores, se todos não remarem para a mesma direção o desastre é inevitável. Administração amadora não é mais suficiente para o futebol de hoje, tem que haver uma gestão profissional capaz de enfrentar os enormes desafios dos bastidores. Com um Conselho ultrapassado e fisiologista, não será tarefa fácil. Independência ao futebol do SPFC esta é a meta a ser atingida, e um dia quem sabe teremos Tokio novamente na alça de mira, por enquanto se vencer o Paulistinha ou a Copa do Brasil está de bom tamanho.

  3. Eu creio sim que o Rogério vai implicar no comando técnico do São Paulo. Como antes, desde de que foram especulado o seu nome eu sempre soube que se houvesse um nome de concensso neste momento para assumir o clube e colocar panos quentes neste tumultuado time do São Paulo, esse seria Rogério Ceni. Primeiro: porque a torcida tá carente de um ídolo. Segundo: Não vemos nenhum jogador no elenco atual com a expressão do Rogério. Terceiro: O time precisava de uma xaqualada, passar por uma peneira para tirar alguns sem comprometimento creio eu que isso começou quando venderam o PHG que andava em campo. Custo benefício muito caro. Agora com o professor Ceni vem sangue novo por aí, ainda mais com essa molecada que certamente vão querer mostrar seu talento para o ídolo e com certeza essa química já vai dar muito trabalho pros adversários em 2018. #TamoJunto

  4. Realmente, as primeiras declarações do Rogério e sua visão de um futebol ofensivo estão enchendo o torcedor de otimismo. Pena que temos um time cheio de limitações ainda. Minha agenda de torcedor para 2017 é simples:
    – Apoio total à Rogério: ele pode perder o quanto quiser, pode até ser rebaixado. Está 100% liberado para errar até começar a dar certo. Nem que demore 5 anos. Vou xingar violentamente o primeiro que chamá-lo de professor Pardal. Vai ter muita invenção. Os que não gostarem, torçam para o Palmeiras.
    – Ataque brutal e impiedoso à cartolagem incompetente e amadora. O SPFC não tem um problema de caixa. O problema é não conseguir mais dinheiro para reforçar o clube. Isso se deve à política arcaica. Incluo em primeiro lugar Leco e sua gestão boçal e molenga. Mas incluo todos os conselheiros que perpetuam conscientemente esse modelo ultrapassado de clube. Se o SPFC perder, a responsabilidade será exclusivamente de quem colabora para o status quo.
    Resumindo: a torcida deve levantar um escudo para o time e enfiar uma espada no clube. Assim será.
    Tempo quente em 2017.

  5. Espero que tudo corra como esperado, mas é cedo e precisamos ter paciência, pois o SPFC está em reconstrução depois de ser devastado pelo jumencio safado e em seguida pelo VAidar seu pupilo.

  6. Precisamos ter calma. Não se monta um time campeão do dia para a noite. Haverão oscilações e derrotas no começo. Mas com o Rogério no comando, estaremos no caminho certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*