Que o voto secreto não seja a arma dos covardes no Conselho Deliberativo

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, o Conselho Deliberativo do São Paulo tem a grande chance de resgatar a confiança, credibilidade e admiração da coletividade tricolor nesta noite. Ao votar o parecer da Comissão Disciplinar, cujo epílogo, pelo que apuramos, indicará a suspensão por 90 dias de Ataíde Gil Guerreiro e a expulsão de Carlos Miguel Aidar, coloque SIM e comece a limpeza tão necessária ao nosso clube.

Desde quarta-feira da semana passada tenho conversado com muita gente na área social. Garanto que tive contato com mais de 80 conselheiros, entre eleitos e vitalícios, e pude apurar que, se não mentiram para mim falando uma coisa e se esconderão sob a covardia do voto secreto para mudar a posição, o SIM será votado por ampla e esmagadora maioria.

As articulações políticas foram muito intensas neste final de semana. Conselheiros ligados ao grupo Legião, ao qual pertence Ataíde Gil Guerreiro, tentavam cooptar membros de outros grupos no objetivo de inocentar o atual diretor de Relações Institucionais, e expulsar Aidar. Já membros do grupo Legenda, ao qual pertencem o vice-presidente Roberto Natel e o vice do Social, Carlos Sadi, defendem a expulsão de Aidar e advertência a Ataide. Há um grupo, o da Participação, ao qual pertencia Juvenal Juvêncio e do qual faz parte o atual presidente Carlos Augusto Barros e Silva, que defende punição igual aos dois. Grupos da oposição também caminham nesse sentido. Apenas o grupo do Conselheiro Eduardo Alfano, composto por 16 conselheiros, diz abertamente que votará contra as punições. Há outro grupo, liderado por Antonio Donizete Gonçalves, que foi vice-presidente Social e de Esportes Amadores na gestão Aidar, que tende a votar com o ex-presidente, não obstante o Dedé, como é conhecido, ter encaminhado uma mensagem por Whatsapp no grupo de Conselheiros, à qual tive acesso, falando que o dia é de resgatar a credibilidade em nossa instituição. O grupo Vanguarda, que é do atual presidente do Conselho Deliberativo, Marcelo Pupo, e do ex-presidente Bastos Neto, não tem posição definida, mas tende a ser favorável a Carlos Miguel Aidar.

Nos últimos dias os dois “réus” mandaram e-mails aos conselheiros, explicando suas posições  pedindo o voto de confiança. Abaixo reproduzo os dois e-mails, pois também tive acesso.

  1. De Carlos Miguel Aidar

Prezados, chegou o dia.
Agradeço a todos que, de alguma forma, me ajudaram, me deram apoio e, acima de tudo, me ouviram e me compreenderam.
Agora é esperar a decisão do Conselho Deliberativo que aprovará ou rejeitará o parecer da Comissão de Ética.
Infelizmente, não conheço tal parecer, o que acontecerá somente na reunião do Conselho.
Do ponto de vista técnico nada ficou provado contra mim e nem ficaria, porque nada cometi de irregular. Nem eu e nem ninguém ligado a mim ou que tenha participado da minha diretoria cometeu.
Quem estará em julgamento serei eu, só eu, e não qualquer outra pessoa a mim ligada, nem mesmo minha gestão estará em julgamento, porque esta foi aprovada por unanimidade quando se aprovou da mesma forma o Balanço Patrimonial encerrado em 31 de dezembro de 2015, assim como de 2014 foi aprovado por expressiva maioria.
Por isso vou otimista à reunião, esperando que o julgamento seja unicamente pelo aspecto técnico.
Se cometi algum deslize deverei pagar por ele. Porém, se não cometi, deverei ser inocentado.
É o que espero, ser inocentado pelo Conselho Deliberativo do São Paulo F. C. preservando minha história no Clube onde exerci por longos anos a diretoria jurídica e depois as presidências da diretoria por três vezes e do Conselho Deliberativo por uma vez.
Muito obrigado.
Carlos Miguel.

 

2) Ataíde Gil Guerreiro

Conselheiros: respondo perante a Comissão de Ética processo para esclarecer se agredi ou não o ex-presidente Carlos Miguel, em nenhum momento houve qualquer desconfiança com relação ao meu comportamento ético. Não pedi absolvição pessoalmente ou por telefone para qualquer Conselheiro, isto porque tenho a real convicção que prestei um enorme serviço ao SPFC levando o ex-presidente a renúncia, objetivo de grande parte do Conselho, mas que não seria conseguido com as trocas de farpas pela imprensa, que só maculavam o SPFC mas não conseguiriam nunca completar o objetivo do afastamento do ex-presidente. Estou pronto a ser julgado sobre a existência da agressão, não aceito em hipótese nenhuma qualquer menção desairosa a minha honestidade, por isso respondi o e-mail anexo do conselheiro Newton Luiz Ferreira. NÃO SOU JULGADO POR CORRUPÇÃO, POR INCRÍVEL QUE POSSA PARECER VOU A JULGAMENTO POR TER FEITO UM ENORME BEM AO SPFC.

Ataíde Gil Guerreiro

 

 

Com muitos conselheiros com os quais conversei deixei claro que se o Conselho abdicar de seu direito de resgatar sua imagem bastante desgastada junto ao torcedor e ao sócio, juntarei todos num único saco, pois não posso confiar na palavra de ninguém se o voto secreto prevalecer. Aliás, cabe aqui uma explicação: o voto será secreto em caso de pedido de expulsão, pois é o que manda o estatuto do clube. Mas sugeri aos que conversaram comigo, e deixo aqui aberto a todo, que fotografem seus votos e me enviem por Whatsapp, Faceboo, Twitter, Instagran ou e-mail, que os publicarei no Tricolornaweb. Outra opção é a Declaração de Voto, que pode ser feita e fica consignado em Ata. Desta maneira também teríamos conhecimento daqueles que cumpriram com sua obrigação.

Nossa posição é pela suspensão de Ataíde Gil Guerreiro por 90 dias e expulsão de Carlos Miguel Aidar para sempre do nosso clube. Assim agindo o Conselho Deliberativo estará recuperando sua imagem junto à torcida e aos sócios. É o que esperamos.

 

 

 

5 comentários em “Que o voto secreto não seja a arma dos covardes no Conselho Deliberativo

  1. Parabéns pela coragem Paulo.

    Compartilho integralmente da sua posição, mas que fique claro, após a expulsão do Aidar, que seja aberta uma queixa crime contra ele e a sua namorada Cinira, bem como todos os envolvidos na roubalheira.

  2. infelizmente sera.

    kd a denúncia feita pela imprensa a respeito do grupo PCC no soberano ? nao vir ninguém falar nada a respeito disso . É ou nao verdade isso de PCC no soberano?

    O SOBERANO precisa urgentemente defini onde quer estar daqui a 5 anos .

    quem for ruim para o soberano que vá embora o mais rápido possível

    pra sempre soberano

  3. Meu caro Paulo, o seu texto, por si só, demonstra a colcha de retalhos em que se transformou o nosso Conselho Deliberativo. Certamente, trata-se de uma grande quantidade de grupelhos constituídos por conselheiros/satélites que orbitam em torno daqueles que, realmente, são formadores de opinião. Como fundador da Participação São-paulina, lembro que ao tempo em ela foi fundada, haviam somente duas vias: situação e oposição. Atualmente, vejo com grande tristeza, que a quantidade de “grupos” na Instituição SPFC lembra a quantidade e a ineficiência de partidos que permeiam o cenário nacional, cada qual com seus interesses próprios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*