Mais uma vitória no jeito Bauza de ser

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, o São Paulo venceu o Novorizontino nesta quarta-feira, num Pacaembu vazio e chuvoso, retrato do momento que vivemos, onde o time continua merecendo críticas de seus torcedores.

Quando disse no título que foi mais uma vitória no jeito Bauza de ser é porque o time colocado em campo, foi, de novo, extremamente defensivo. Assim como fiquei inconformado de ter terminado jogo contra o Rio Claro com quatro volantes, não posso admitir o time entrar para um jogo contra o frágil Novorizontino com três volantes e sem meia. Sim, porque Bauza quis fazer de Rogerio um meia, no estilo Ganso, e não deu muito certo.

Mas o time entrou com Thiago Mendes, Wesley e João Schimidt, Rogerio pela meia, Michel Bastos aberto pela esquerda e Kardec centralizado. E o primeiro gol só saiu porque Rogério sofreu um pênalti, após lançamento de Michel Bastos. Atentem, no entanto, para um detalhe: Michel que lançou o fez pelo lado do campo, para Rogério, que recebeu, entrando pelo meio. Apesar das posições, está claro que é Michel quem tem que fazer a assistência e Rogerio quem tem que definir.

Bauza tem insistido com Rogerio nesse setor. Basta ver que, via de regra, ele entra  no lugar de Ganso. Ontem foi Ganso quem entrou no lugar dele. Não quer acreditar que isso seja para mostrar que Centurion joga por não ter substituto em sua posição. Assim ele está queimando Rogerio, que tem característica única jogar aberto, fechando em diagonal para chutar ao gol.

De resto foi um jogo sonolento, onde o gol saiu no começo e depois o time tocou a bola de um lado para o outro. Não correu riscos, é verdade, a não ser por um cute da entrada da área que exigiu boa defesa de Denis. E é, portanto, o que veremos com Bauza. Time defensivo, tentando marcar um gol e não tomar nenhum. É o jeito Bauza de ser.

9 comentários em “Mais uma vitória no jeito Bauza de ser

  1. Outra possibilidade: ele está conhecendo o elenco e testando onde os jogadores rendem. Dãrrrrrrrrr.
    Ano passado quando o Osorio colocou o Carlinhos no ataque foi a mesma encheção. E, vejam só: o Carlinhos rende bem na meia!
    Não estou dizendo que o Rogério vai dar certo, muito menos defendendo o Centurion. Só que o técnico com 1 mês e meio de trabalho (!) tem o direito de fazer as experiências que quiser.
    Que saco ter que defender o Bauza! Ô torcida chata!

  2. Ou esse cara é burro ou não conhece os jogadores que tem e suas características, o que duvido. Inverteu a posição do Wesley, Michel Bastos e Rogério, colocando os meias de pontas e o ponta de meia.
    Se esse cara quer segurar a posição pro seu querido Centúrion, ao menos tenha coragem e não queime o Rogério.
    Futebol feio, de time.pequeno que não atrai ninguém. Espero ao menos que isso seja pra ganhar algum título protegendo a equipe em mata mata, porque é duro assiste a um jogo de time de pebolim.

  3. É verdade, ele sempre coloca Rogério pelo meio, no lugar do Ganso. Por que ele faz isso? Ainda não entendi. Nos jogos em que entrou no fim, fiquei com a impressão de que se tratava de uma estratégia de contra ataque. Ele corre mais que Ganso.
    Por que ele estaria queimando o Rogério? Para valorizar um compatriota? Sério mesmo? Não acredito nessa hipótese. Com as limitações de elenco, por que Bauza faria alguma coisa que prejudicasse a ele mesmo?
    De toda a forma, apesar de ser melhor que Centurion, ou de ao menos estar em melhor fase, Rogério é uma solução apenas média para essa posição. Falta qualidade aí também…

  4. Fico preocupado com o Bauza pq ele esta fazendo experiencias com jogadores e errado, como pode querer o Rogerio ser meia, enfim, das duas uma, ou ele é um louco professor pardal, ou esta afim de queimar o Rogerio para o seu conterrâneo Centurion ganhar a vaga de titular ja que ate agora nao mostrou futebol algum para merecer tanta titularidade e confiança.
    Se ele Bauza nao definir logo esse time titular e os jogadores nas posicoes corretas onde realmente eles jogam nao sei nao ele nao dura ate o Brasileirao.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*