Derrota previsível em Criciúma

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, o São Paulo perdeu em Criciúma e, convenhamos, era previsível. Quando o técnico diz que vai poupar jogadores e poupa até quem não vai jogar no domingo – caso de Paulo Henrique Ganso – está claro que está dando de ombros para o torneio.

O time misto tinha, de titulares, Rogério Ceni, Paulo Miranda, Álvaro Pereira, Souza e Alexandre Pato. Isso também vem provar que não temos elenco. Temos um time titular, com um quadrado mágico e um meio de campo começando a se acertar na marcação.

O interessante é que o time nem jogou tão mal no primeiro tempo. Enquanto Michel Bastos teve fôlego, a bola rolou redonda e algumas chances foram criadas. Tomamos um gol num contra-ataque, em falha grotesca de Lucão, empatamos com jogada de Michel Bastos para Pato e tomamos o segundo gol em outra falha de Lucão, desta vez com a “colaboração” de Paulo Miranda.

No segundo tempo a coisa degringolou e o time não rendeu nada, a ponto de ter concluído a primeira jogada para o gol aos 28 minutos, em cruzamento de Álvaro Pereira para a cabeçada de Alexandre Pato.

Dos males o menor, porque se o São Paulo for levar a sério a competição, no jogo de volta basta ganhar por um a zero que estará classificado. Mas como os olhos estão voltados para o Campeonato Brasileiro – e com razão -, vamos aguardar o jogo de domingo, contra o Figueirense. A atitude da diretoria e da comissão técnica, mantendo o time em Santa Catarina, foi boa. E que seja coroada de êxito.

4 comentários em “Derrota previsível em Criciúma

  1. C.M.A e M.R, já que o São Paulo não tem interesse na copa do brasil e na sul americana pq não abre mão de disputar é muito melhor do que ficar dando vexame.
    Só mais um detalhe nós viramos fregues do Criciúma são 5 jogos sem vitoria, 3 derrotas e um empate.

  2. Aí joga no domingo, perdemos do Figueirense e as entrevistas será a mesmo, mesmo blá, blá, blá de não ter tempo, desgastes etc.
    Pelo menos o Kaká volta e poderemos ter alguma esperança.

  3. Ontem vimos a re-edição do futebol de toques para trás e para os lados que tinha dado um tempo. Lógico que se o técnico sinaliza que o jogo é sem importância e não escala o que tem de melhor, os jogadores que entram encaram desta mesma forma e, aí, acontece o que vimos ontem e temos vistos em todos os campeonatos que não seja o brasileirão: uma falta de motivação e uma preocupação em “passar o tempo” para cumprir a obrigação contratual.
    Se o SP não se interessa por essas copas, deveria abrir mão de disputa-las em vez de nos fazer passar raiva e vergonha!

  4. O que vimos nesse jogo e’ a grife kotia estampada.
    ???? Como podem os professores de kotia aprovarem um zagueiro como
    esse loka’o??? o kara e’ pe’ssimos dos pe’ssimos, ainda e’ seleca’o sub,
    e queria ir pras oropas, salario en torno de 100 mils e’ por isso que quebramos.
    kotia tem mesmo que ser repensada, mas com jjj e geraldo la’ vai mesmo
    continuar o que e’. Um spa, um hotelzinho de luxo que so’ forma jogadores
    roubados, deveria comprar atletas com potencial com idade a partir de 16
    de times menores, ou incapazes de gerenciar os garotos, e parar de querer
    formar a partir de 12 ou 13 anos que ainda sa’o verdes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*