Pato por Jadson: é esperar para ver

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, não tenho uma opinião formada sobre a troca entre São Paulo e Corinthians, envolvendo Jadson por Alexandre Pato. Se eu fosse olhar para trás, bem lá atrás, diria que o negócio é excelente para o São Paulo, pois Pato é um craque e Jadson um jogador que um dia inventaram para a Seleção Brasileira e lhe garantiu o status de craque, sem nunca ter sido.

Se formos olhar para o ano passado veremos que Pato nunca vingou no Milan e no Corinthians foi um emérito frequentador do departamento médico, enquanto Jadson teve um período muito bom, colocando Ganso no banco.

Se formos olhar para o presente veremos que Pato continua sem vingar, sem jogar, sem se firmar, enquanto Jadson engordou e virou, quando muito, opção de banco.

Pelo histórico de carreira, Pato tem muito mais condição de dar a volta por cima e mostrar por quê um dia foi chamado de craque do que Jadson, cujo futebol todos já conhecem. Mas Jadson pode recuperar lá o futebol perdido, enquanto Pato pode continuar sendo o jogadorzinho mimado e chinelinho que tem sido nos últimos tempos. Aí o Mico estará em nossas mãos.

Quanto a negociação em si, Pato deverá ficar dois anos e meio no São Paulo, ou seja, até junho de 2016. Seu contrato acaba em dezembro daquele ano e, se não for negociado antes, poderia assinar pré-contrato com o São Paulo e ficar de graça. Mas se ele for vendido, mesmo sem anuência do Tricolor, haverá uma compensação financeira para o São Paulo. Jadson, por sua vez, terá seu contrato rescindido (acabaria em dezembro deste ano) e passará a ser jogador do Corinthians em definitivo. O valor da multa seria compensada com o empréstimo de Pato.

O fato é que o negócio tem que ser bom para os dois lados. E em se tratando disso, tenho medo do que essa diretoria possa vir a fazer.

Desejo boa sorte ao Alexandre Pato. Vou torcer muito para dar certo. Afinal, sou otimista nato.

4 comentários em “Pato por Jadson: é esperar para ver

  1. Vou na contramão:
    Eu já havia postado aqui a sugestão de troca do Pato pelo LF; a meu ver, era mais lógica, pois não acredito nos dois jogando juntos.
    Foi com o Jadson a troca, e vejo que foi até melhor, uma vez que, alternando o LF e o Pato, o time ganha uma forma diferente de jogar, o que pode trazer bons resultados.
    Em meu comentário postei que o Casagrande e o Mirandinha estiveram em fim de carreira no Coringa e que , no SP, recuperaram suas formas e vontade de jogar. Acredito que o mesmo se dará com o Alexandre Pato. Bem orientado, ele tem o perfil de jogador são-paulino: fino trato com a bola; velocidade; ousadia (que hoje é o que mais falta aos jogadores do tricolor), e é matador.
    Só precisamos torcer para que o Murici não invente de colocá-lo pra jogar junto com o LF; aí vai ser aquele fiasco: um é craque o outro é “caneludo”, não vão se entender juntos. . .
    Como o Paulo Pontes, também estou bastante otimista.

    • Esqueceu do Adriano (imperador) que um ano antes dele vir, ele estava em baixa…. no SPFC foi muito bem…. e depois que saiu não se deu bem em lugar algum !!

  2. Nem sei se tenho argumentos ou mesmo opinião sobre a troca.A única coisa boa foi termos nos livrado do Jadson e não precisaremos, necessariamente,ficar com Pato, pois é empréstimo.Entretanto, minha esperança chama-se Muricy Ramalho.Só ele para dar um jeito no Pato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*