Não é hora de demitir Ney Franco

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, Ney Franco está na corda bamba. O presidente Juvenal Juvêncio está garantindo sua permanência, mas tem sofrido intensa pressão da diretoria para demití-lo.

Eu defendo a permanência de Ney Franco. Não vejo no mercado nenhum nome capaz de substituí-lo. Ele nos deu a Copa Sul-Americana ano passado, foi o melhor time do Campeonato Paulista, apesar de ter fraquejado nas semifinais, e só teve como péssimo desempenho a Libertadores da América.

Muricy Ramalho, que foi o nome pedido pela torcida na última quarta-feira no Morumbi, para mim é carta fora do baralho. Não concordo que seja a hora de sua volta. Somos eternamente gratos a ele pelo tri Brasileiro que nos deu, mas quero lembrar que ele tem o dom de “enfeiar” o futebol. Vide o que fez com o Santos. E não o vejo com competência para solucionar crises. Quando ele veio para o São Paulo, em 2006, o time havia acabado de ganhar a Libertadores e o Mundial. Agora a situação é diferente.

Outro nome que tem aí no mercado é o de Mano Menezes. Não gosto deste técnico. Fez um trabalho ruim na Seleção Brasileira e tem como os dois únicos pontos positivos em seu curriculum o título com o Corinthians e a volta do Grêmio à série A.

Portanto estamos naquela situação: ruim com Ney, pior sem Ney. Defendo sua continuidade, mas com pulso firme do presidente e da diretoria. Ouço dizer que foram detectados alguns descontentamentos no elenco e poderia haver jogo para derrubar o técnico. Então que a diretoria detecte o problema e resolva, para o bem do São Paulo.

19 comentários em “Não é hora de demitir Ney Franco

  1. Hoje sera seguramente o ultimo jogo desse trenero incompetente.

    Virou bagunca, cada jogador fala uma lingua e alguns ameacando ate sair no braco

    ne valentao pipoka, so vc e esse trenero.

    Junta tudo isso com esses incompetentes dessa diretoria

    vira mesmo a casa da mae joana.

    Que ponto chegamos. Passou da hora de trokar inclusive de manter

    esse pipokero mal agradecido.

  2. A pergunta deve ser:
    Quantos jogos Ney Franco vai durar?
    Esse é um dos “filmes” mais antigos do futebol.
    Que tristeza ver o SPFC sem padrão tático, sem jogadas ensaiadas, sem técnico na verdade.

  3. Acho que estamos discutindo a permanência de Ney Franco que dificilmente acontecerá, simplesmente porque os próprios resultados vão derrubá-lo. Não aguentará mais que 3 derrotas.

  4. Concordo que o Muricy tem o “dom de “enfeiar” o futebol” e, confesso, essa é minha maior objeção a volta dele.. Exceto pelo time do Inter, que até jogava bem, todas as outras equipes que vi ele dirigir pareciam jogar para não perder…
    E ele não apaga fogo. Sua derrocada no S.Paulo iniciou-se com a rebelião de Washington e Borges.
    Não acho que uma troca pioraria as coisas, não fosse pelo estilo de jogo feio – e frágil no sistema de copas – eu até seria favorável, pois gosto de sua dedicação ao trabalho e do fato de ser são-paulino.
    Por fim, quem despreza o Ney Franco pela conquista apenas da Copa Sul-Americana deveria explicar por que o time não conquistou torneio tão fácil antes. Por que não conquistou ainda a Copa do Brasil, que, até o ano passado, era uma verdadeira “Copa dos Derrotados”, em que a entrada de clubes bem sucedidos no ano anterior ao do torneio era barrada.
    Não venceu porque, embora não representem motivo para pôr estrela na camisa ou fazer um filme sobre a conquista, esses torneios garantem vaga na Libertadores e atraem o interesse de muitos clubes.

  5. Caro Paulo Pontes, acabei de ler seu comentário sobre a permanência do atual técnico, como sempre respeito muito a opinião de todos e principalmente as suas pelo espaço que nos concede e forma como o conduz , aceito os argumentos por serem válidos pela ótica de cada um e pelo número de informações que possuem.
    Mas a permanência do técnico pautada na mão forte do presidente e da diretoria vai contra a posição que entendo um técnico ou qualquer profissional deve ter, ou seja, é necessário acima de tudo, competência, conhecimento, liderança, vivência e respeito tanto de seus comandados como de seus superiores.
    Vide vida profissional de Bernardinho, na minha opinião o maior exemplo de profissional na área esportiva do Brasil.
    Assim entendo que a manter-se o atual técnico apenas e tão somente por desejo ou imposição sem considerar sua forma de conduzir o time, os percalços que criou para si por incompetência ou ingenuidade com resultados adversos, pelo número de atletas insatisfeitos com sua conduta e acima de tudo com a forma como justifica sua posição, isto é, sem argumentos técnicos profundos, é criar mais um período de insatisfação até o final de seu contrato, que o SPFC não conseguirá recuperar.
    A muito estamos sendo colocados, por nossos próprios erros, em uma posição a qual não estamos acostumados e entendo que a permanência deste técnico da forma como está agravará esta situação, logo penso ou ele muda a postura já para o próximo jogo e começa a convencer ou declara-se incompetente e sai dando lugar a não sei quem, mas que seja um perdedor ou pé frio como foi o mestre Telê.
    Cordiais Saudações Tricolores

  6. Do que adianta o NF ser bom treinador, isso pode-se discutir, se ele não tem o grupo na mão?
    Vem á publico falar que a culpa não é dele, joga a responsabilidade toda encima dos atletas, que são culpados claro. Isso não é atitude de um treinador de futebol.
    Ele vai ficar até o fim do ano e os jogadores até o fim do ano tentando derrubá-lo. Ou seja, não vamos sair do lugar.

    E pra piorar, ou ele é burro ou ele é cego. Porque ficar pedindo reforço SÓ para o ATAQUE é o fim do MUNDO. O São Paulo precisa POR ÚLTIMO é de atacante. O SP precisa é de UM VOLANTE E LATERAIS. Mas ele deve estar satisfeito com o Douglas e o Juan, os seus jogadores mais queridos.

    Enfim. Pra mim se demitirem ele não fará a mínima falta.

  7. ????????? O que esse trenero mediocre acrescentou para dar uma padrao ao nosso time ?????????

    JA passou da hora de mandar o mala de volta pra cbf.

    ???? NAO vai agregar nada, em um ano o que apresentou ??????????

    Se essa e a maneira que se trata um pessimo profissional

    dando-lhe seguranca nas suas insegurancas,

    ???????? ENTAO ???????????

    Qualquer um pode acabar com as pretensoes do torcedor em ver modificacoes

    ???????? Alguem acredita que vamos ganhar do Gremio la, ou mesmo a Recopa ????????????????????

    A hora de mudar foi ontem, quanto mais ficarmos com esse trenero que principalmente

    ao inves de unir desune a equipe, principalmente nao pela falta de opcoes taticas

    mas pelas suas declaracoes absurdas, nao assumindo nunca seus erros grosseiros.

    Qualquer tecnico de segunda linha e mais interesssante que esse no momento.

    Opcoes existem e muitas.

    Mas diretoria que traz karamelo, reinaldo, silvinho e outros de terceira linha

    ????????? vai querer o que ????????

    Nao precisamos mesmo de inimigos,

  8. Concordo, Paulo. Por mim, pelo título da Sul-Americana e a vaga na Libertadores, daria uma chance até Dezembro. Se não convencer, manda embora e inova: traz um técnico estrangeiro. Em Dezembro, a maioria deles aceitaria negociar e haveria a pré-temporada e o paulistinha 2014 para conhecer os jogadores. Só um estrangeiro mudaria as coisas. Os outros técnicos nacionais são mais do mesmo.

  9. Boa Luiz Guilherme,

    Zetti é um grande treinador, tendo em vista ter sido goleito, tem 1,88 metros, bem como geninho, tambem ex-goleiro com 1,88 metros.

    Até mais amiguinhos.

  10. Engraçado o Paulo. Então vamos morrer abraçados com esse projeto de técnico Ney Franco? Ele não tem padrão tático e prefiro jogar feio e ganhar do que a seleção de 82 que jogava bonito e não ganhava nada!!!! Só os vitoriosos entram para a história!

    Já vai tarde e ganhamos a sulamericana porque o nível é baixíssimo… no Paulista só ganhamos dos times pequenos e na Libertadores foi o maior vexame da história do São Paulo na competição!

    Para que ter mais derrotas??? Mano Menezes é um mafioso do futebol, escala e contrato jogadores para ganhar porcentagem em cima das negociações!

    Que venha o Muricy, afinal em pontos corridos ele é o melhor do Brasil! Não gosta de trabalhar com base, mas nos últimos anos nossa base só rendeu dois bons jogadores e só!!!

  11. Ney Franco já deu o que tinha que tinha dar, sou a favor de sua demissão muito mais pela sua conduta técnica, pela insistência em manter certos jogadores, certos esquemas táticos, sua teimosia em aceitar o óbvio, não vejo futuro promissor para o SPFC com ele no comando. Se vamos mudar, que seja logo, e não ficar postergando numa infindável sucessão de erros. Acho que até os atletas já desanimaram com ele.

  12. Paulo, não da mais. A diretoria dizendo que o elenco é bom, o técnico dizendo que a culpa não é dele, é de quem, minha?

    A atual gestão do São Paulo é pior que Dualib e sua trupe.

    Temos um técnico só com a cara de bobo, é extremamente teimoso e não da o braço a torcer em nenhuma situação, insiste com Douglas e Paulo Miranda, ficou meio ano tentando adaptar o Douglas ao 4-3-3, não sei se por teimosia, ou para mostrar que a diretoria falhou em não repor a venda do Lucas. O resultado é que essa guerra de egos fudeu com o São Paulo, desculpe o termo, mas a realidade é essa.

    Desde 2010 não vejo o São Paulo entrar em uma competição com reais condições de ser campeão, ganhou a sulamericana pois deu uma encaixada no time e pegou alguns jogadores em boa fase, aliado aos fracos adversários que o time enfrentou.

    Espero que o Sr. Juvenal não espere perder a recopa para trocar o técnico, e pensar em reforços.

    Graças a Deus o seu fim está próximo, e espero que os conselheiros tenham a sanidade de não eleger Leco, Jesus Lopes, Adalberto Batista e Julio Casares como próximo mandatário do São Paulo.

  13. Paulo,
    O velho ditado “o que está ruim, pode ficar pior” me assusta.
    A troca de tecnico nesse momento nem me assusta tanto, embora eu prefira 1000 vezes o Muricy ao Ney. O que está me deixando de cabelo em pé(se é que tenho cabelo, rs) são as noticias de possíveis saídas do elenco. Um elenco deficiente pode perder Luis Fabiano e Ganso, o que desqualificaria ainda mais o que está ruim…
    Ah Abril de 2014 que não chega nunca…

  14. Ney Franco 74 jogos.

    39 vitórias ,16 empates , 20 derrotas. ( dizer o que mais) somado as incoerências dele nas escalações , formação do banco de reservas , falta de organização , o elenco é fraco concordo mais da pra fazer melhor do que tem feito sim.

  15. Acho que o Ney Franco precisa sair , ele teve várias chances este ano e não conseguiu fazer absolutamente nada , fizemos uma péssima Libertadores , ele ficou meses se gabando da liderança da fase de classificação do Paulistinha ( coisa que nao valia nada) Já que fomos eliminados de novo nas semi finais) Sabemos que seu relacionamento com o grupo não é bom , seu trabalho tem sido incoerente tem jogo que determinado jogador é titular no jogo seguinte nem no banco de reservas fica , exemplos Roni foi titular contra o Vasco , depois alguns jogos contra o Goiás nem na reserva ele estava presente , Lucas Evangelista de titular contra o Atlético MG em BH , contra o Goiás no Morumbi também nem pra reserva foi relacionado. Qual a segurança de um jogador com um comando desses??? é titular num jogo e no jogo seguinte nem sabe se vai pra reserva.

    Rodrigo Caio contra o Goias foi volante , zagueiro ,e terminou de lateral esquerdo absurdo…..

    Mais de qualquer forma com o sem Ney Franco precisamos de reforços de qualidade, renomados que cheguem pra jogar , chega de apostas tanto em jogadores como em treinadores precisamos voltar a pensar grande.

  16. O grande mérito esta preparador físico, que engana como técnico todo nos ,fui ganhar a segundona da Conembol, nosso título e o segundona sendo no libertadores tivemos o fracasso conhecido.
    Na Europa o champion lige como as Libertadores e a primeiros, que sabe quem foi o vencedor da Taca do EFA, equivalente o Sulamerican? Meu grande preocupação com Ney Fraco, assistir no meu cadeira cativa vermelho os jogos da segundona nacional em 2014. Com um bom técnico durante o proximo interrupção o nosso time de bom jogadores porém pessimamente treinado poderá mudar o cara.

  17. Paulo Pontes:
    Pensando desta forma: “ruim com Ney, pior sem Ney” vou me expressar.
    Se o JJ me contratasse para treinador do SP, hoje, garanto que no final do brasileirão o time também teria entre 50 e 60% dos pontos conquistados. Pelo que a gente vê do time jogando é que: se há pressão da imprensa e da torcida o time, seja ele escalado do jeito que for, corre, se empenha e até ganha jogos. Basta ganhar alguns pontos e lá vem a modorra: saída lenta de bola; apenas dois atacando, o resto atrás da bola nunca chegando a entrar dentro da grande área do adversário; bolas paradas sendo erguida como em peladas na várzea; nenhuma passagem de laterais ou volantes pelas laterais (só vi, no último jogo, o Maicon tentando uma ou duas vezes sem sucesso por falta de costume); tomando gols de bolas alçadas em nossa área; enfim, quadro característico de ausência de treinamento sério e de falta de autoridade do treinador que prefere conviver com esta falta de comprometimento dos jogadores a tomar decisões que possam desagradar este ou aquele.
    O Ney pode ser muito sério e até acreditar que está, realmente, treinando o time da melhor maneira. O problema que a melhor maneira dele, como também eu seria capaz, não passa além de distribuir as camisas vermelhas ou amarelas no dia do treino. Erra constantemente na escalação, como contra o Galo e o Goiás; erra, quase sempre, nas alterações no decorrer dos jogos e, me parece que não tem ambição bastante para vencer com o SPFC (nisso eu ganharia dele).
    Por tudo isso, eu que não sou defensor de se viver trocando de técnico a cada temporada menos boa, sou favorável a sua demissão e contratação de novo treinador (menos o Murici). Qualquer um – não precisa ser dos de salário de seis dígitos, com personalidade forte, bom conhecimento do meio, sem “estrelismos” e com vontade de vencer pode mudar esse clima ruim que o time está vivendo neste momento. E o momento é agora, para aproveitar a parada do campeonato e se fazer uma boa temporada já com nova filosofia. Se a diretoria ficar esperando o time a se distanciar da ponta da tabela de classificação, poderá ser tarde, como foi no ano passado.
    Tudo tem seu tempo. O do Ney já chegou. Acho que a diretoria vai esperar o jogo contra o Grêmio e, se derrotado, vai fazer a fila andar. Só que, em caso de um resultado razoável, vai estar adiando um problema e perdendo uma oportunidade.
    Oh, e avisa o JJ que, no meu caso, o salário pode ser igual ao do professor Raimundo do Chico Anísio: casa, comida e dinheiro pra “jardineira” . . .
    abraços

  18. entao deixa o ney franco, que nao tem esquema tatico, nao tem jogada ensaiada, time mal distribuido em campo, deixa ele jogar nosso resto de ano fora….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.