Com futebol deprimente, derrota para o Vasco foi mais do que justa

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, o São Paulo perdeu na noite desta quarta-feira, em pleno Morumbi, para o Vasco da Gama e se distanciou do G4. Dirão alguns que não temos condição de estar no grupo da Libertadores, mas se estávamos ali, tenho que considerar essa possibilidade. Perdemos o jogo de um adversário direto.

Pior do que a derrota foi a forma, ou a falta de futebol por parte do São Paulo. Fora 15 minutos muito bons, com toque de bola envolvente e pressão sobre o Vasco. Mas os restantes 30 minutos do primeiro tempo e todo o segundo tempo fomos dominados. Parecia até que o jogo era em São Januário.

Pelo que me lembro, pois confesso que assisti ao jogo com um grau profundo de ira, foram apenas duas oportunidades em todo o jogo, em favor do São Paulo: uma com Cícero, cujo chute foi na trave e outra com Luis Fabiano, com a bola passando próxima à trave. De resto, só deu Vasco.

O pior é olhar para o banco e ver quem está ali. Então Ney Franco tira Osvaldo, machucado, e coloca Rafinha. É uma piada; tira João Schimidt, garoto, e coloca João Filipe. Ou seja; fica com 3-5-2 e consegue tomar um gol, onde falha o ala esquerdo, o quarto-zagueiro, o líbero e o goleiro. Ah, para terminar, ainda tira Cícero – que nem deveria ter entrado – e coloca Ademilson, que se esconde atrás da zaga adversária.

Mas quem deveria entrar? Willian José? Maicon? Casemiro?

A prova está aí, meus amigos. O elenco cantado em verso e prosa por Juvenal Juvêncio é medíocre. Ouso dizer que jogamos com o time reserva porque não temos time titular.

Ouvi, outro dia, a confidência de dois conselheiros numa conversa que tivemos no clube. A direção do São Paulo se dará por satisfeita se conseguirmos uma vaga para a Sul-Americana no próximo ano. Não sei se fico contente, por ver que nossa diretoria não é cega, ou se fico extremamente irritado, por ver que a diretoria aceita essa tese e não faz nada para mudá-la. E a mudança depende dela, não de mim o de vocês que estão visitando o Tricolor na Web nesse momento.

O quadro é ruim, muito ruim mesmo. Mas o ano ainda não está perdido. É só a ditador do Morumbi querer que ele consegue recuperar o terreno perdido. O melhor seria a renúncia. Mas como isso é impossível, que venham jogadores à altura do nome do São Paulo FC.

8 comentários em “Com futebol deprimente, derrota para o Vasco foi mais do que justa

  1. Paulo,

    Porque a renúncia do egocentrico Juvenal é impossível?
    Ha uma unanimidade entre os são paulinos para que ele saia.
    Se ele morrer, sei lá, por acidente, não resolveria o caso?
    Juvenal, o Kadafi do Morumbi.

    • Alexandre, entenda uma coisa: ele é megalomaníaco, autoritário ao extremo e intensamente vaidoso. Ele nunca vai renunciar ao cargo. E digo mais: não houvesse a unanimidade da torcida, hoje, contra ele, estampada nos portais em geral, ele tentaria um novo golpe para mais um mandato. Pode ter certeza disso.

  2. Paulo, você que tem um bom trâmite no SPFC além de ser um fantástico comunicador, porque não começa a lançar o nome de Eduardo Mesquita Pimenta para presidente do SPFC? Ele foi o maior presidente da história do SPFC, tirou nosso clube do amadorismo e é sem dúvida o maior responsável por nosso nome no exterior.
    Seria uma ótima opção para repetir o que fez em 1990 – tirou o time da tirania do Juvenal, falido e prestes a cair para a segundona para nos levar ao Japão e montar o maior time de futebol que os torcedores são paulinos ja viram.
    Enquanto o golpista continuar por lá, só nos apequenaremos.

    • Quanto a isso, Alexandre, salvo um grande engano da minha parte, Eduardo Mesquita Pimenta nunca mais será nada dentro do São Paulo, a não ser conselheiro vitalício e membro do Conselho Consultivo, como é. A mácula que ficou em sua administração, de ter auferido lucro com a venda de Mário Tilico, fez com que ele se tornasse uma ovelha negra dentro do rebanho político do clube. Mesmo os conselheiros que são partidários a ele não aceitam a tese dele voltar a ser presidente do clube. Eu até gostaria, mas esqueça que isso não vai acontecer.

      • Paulo, até onde eu me lembro, EMP provou sua inocência, não?
        Me lembro que as gravações eram montadas e que ele havia saído limpo.
        Me lembro também que a eleição foi bem apertada.
        Se EMP não voltar, realmente não temos mais candidatos…até pq o único em potencial seria o Marco Aurélio Cunha….

        • Provou que era inocente sim, Alexandre, mas ficou a mácula. E isso o Conselho não aceita. Aliás, ele mesmo ficou muito magoado com a situação e não quer nem por um caminhão de ouro se candidatar a presidência. Já conversei com ele sobre isso.

  3. Gostei de algumas contratações (Jadson, Cortes, Douglas e Tolói), mas abominei outras (Edson Silva, Paulo Miranda, Maicon e Cícero).
    O problema do SPFC está nas contratações e má negociações!!! Mandando o que temos de “menos pior” no elenco!!
    Mandou Dagoberto e Jean embora!!
    Fernandinho, não era tão bom, mas melhor que Rafinha, Osvaldo, Cícero e outros!!!
    O Ademilson e o João Schmidt são bons, mas tem que ser preparado ainda!!! Tem muito que aprender!! Tem que colocar eles aos poucos no final do jogo para adquirir experiência!!!
    Assim como o Rodrigo Caio também, esse tem um pouco mais de experiência que os outros, mas ainda sim precisa de mais experiência!!
    Sem o Denilson, nesse jogo teria que ser no 3-5-2 e 2 volantes: Cícero e Casemiro (Rodrigo Caio).

    Esse mesmo time nas mãos do Milton Cruz não teria jogado dessa forma!!! Teria jogado melhor!!!
    Mas mesmo assim precisamos de jogadores, pois metade desse time que temos hoje são jogadores reservas e não titulares!!
    Digamos que o SPFC está jogando todos os jogos com time misto e não time titular!!!

  4. Paulo, está mto otimista, rsrs…

    O ano foi perdido a partir do momento em que o São Paulo apresentou esses reforços horrorosos, que juntando aos medíocres que permaneceram do ano passado, formou um show de horrores.

    Parabéns Juvenal!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*