Veja as situações de Maicon, Pratto e Cueva no Reffis

O São Paulo se reapresenta nesta segunda-feira à tarde, no CT da Barra Funda, após a derrota por 3 a 0 para o Palmeiras, no último sábado.

Será a única atividade na capital paulista antes da viagem desta terça-feira para Natal, onde a equipe vai enfrentar o ABC, na quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), pela terceira fase da Copa do Brasil.

No duelo de ida, o Tricolor abriu vantagem de 3 a 1, no Morumbi, e pode perder por um gol de diferença para seguir adiante.

O técnico Rogério Ceni tem quatro jogadores importantes como dúvidas: Sidão, Maicon, Lucas Pratto e Cueva.

Veja abaixo as situações de cada um deles:

Sidão

O goleiro trata uma lombalgia, conhecida na última terça-feira (dia 7), após atuar na vitória por 4 a 1 sobre o Santo André, no Morumbi (dia 5, domingo). Fora contra ABC e Palmeiras, o atleta de 34 anos tem retorno incerto. Neste momento a volta é considera improvável.

Na semana passada, o médico José Sanchez explicou que o mais difícil para Sidão é retomar a intensidade nos treinos, pois a dor limita seu trabalho no dia a dia, quando a exigência é forte. Se o atleta continuar fora, Denis e Renan Ribeiro vão brigar pela vaga.

Maicon

O zagueiro tem uma entorse no tornozelo esquerdo, sofrida no duelo diante do PSTC, vencido por 4 a 2, em Londrina, no dia 1º de março. Desde então o defensor faz tratamento no CT da Barra Funda e publica imagens das sessões de recuperação em suas redes sociais. Ele ficou fora dos jogos contra Santo André, ABC e Palmeiras, nos quais Breno, Lugano e Douglas se revezaram na função.

Lucas Pratto

O atacante quebrou o nariz em uma dividida com Vitor Hugo, do Palmeiras, no clássico de sábado, e foi submetido a uma cirurgia na manhã de domingo. Ele será reavaliado e, caso vá para o jogo, terá de usar uma proteção. Se virar desfalque, Rogério Ceni poderá optar por Gilberto, artilheiro da temporada, com seis gols, ou Chavez, autor de duas bolas na rede.

Cueva

O peruano foi substituído com dores na coxa esquerda durante a vitória sobre o ABC, na última quarta-feira, e havia treinado com o grupo na sexta-feira. Mas ele foi cortado do clássico, pois a comissão técnica preferiu evitar o risco de uma lesão. O camisa 10 tem um edema e foi com a delegação para o Choque-Rei, mas não ficou sequer no banco. A ideia é usá-lo no confronto desta quarta-feira, em Natal.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*