‘Vamos ouvir Andrés sobre ingresso em 2014’, ironiza diretor do São Paulo

O assessor da presidência do São Paulo, José Manssur, ironizou as críticas do ex-presidente do Corinthians, Andres Sanchez, à política de preços baixos de ingressos do São Paulo para jogos do Brasileiro. Segundo ele, o clube passará a ouvir o cartola corintiano a partir de agora para definir as políticas de valores de entradas para partidas no Morumbi.

“Percebi esse comentário quando vinha para cá. Não consultamos o Andrés antes de fazer nossa política de ingressos. Mas ele pode ficar tranquilo que, agora que vamos estabelecer a política para 2014, vamos consultar o Andrés. Já que ele quis interferir. Pode ficar tranquilo que vamos ouvi-lo”, ironizou Manssur.

O dirigente ainda contra-atacou representantes da OAS e da Odebrecht que também fizeram ataques à redução de ingressos do São Paulo. “Representantes das construtoras deveriam estar mais preocupados com o fato de que 98% das obras da Copa teve dinheiro público. Construtoras deveriam estar preocupadas com isso e não com a política de preços do São Paulo. Conseguimos uma média de 50 mil pessoas”, afirmou Manssur.

O assessor da presidência ainda acrescentou que a medida de diminuir o valor dos bilhetes foi bem-sucedida por ter tirado o São Paulo de uma crise e da proximidade da zona de rebaixamento. Ainda afirmou que Rogério Ceni, o goleiro ídolo do clube, e os torcedores também manifestaram apoio à essa política.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*