Valdivia volta a preocupar Palmeiras e ouve provocação de Rogério Ceni

Valdivia tentou fazer o gol de honra na derrota do Palmeiras para o São Paulo por 3 a 0 neste sábado. Na hora em que foi chutar, foi travado por um zagueiro, foi arremessado e já caiu sentindo. O médico palmeirense Otávio Vilhena detectou um entorse no joelho direito e disse estar preocupado com a situação do chileno.

Ele ainda não quis falar em prazo de recuperação e disse que só um exame poderá dar um diagnóstico perfeito, mas explicou que a dor era tão grande que Valdivia nem conseguia andar. Não à toa, o chileno deixou a equipe com nove em campo, já que as três substituições já tinham sido feitas. Na saída, Obina ajudou o camisa 10 a sair do gramado.

Na saída de jogo, Rogério Ceni, que já se envolveu em polêmica com Valdivia em 2008 e deu até tapa na cara do rival durante um apagão na semifinal do Paulistão, no Palestra Itália, mostrou um tom provocativo ao comentar a atuação do atleta. Naquela ocasião, o jogador palmeirense fez o gol que eliminou o São Paulo e fez sinal de silêncio para o ídolo são-paulino.

Sem nem mesmo ser perguntado sobre o tema, o camisa 01 alfinetou. “Deve ter doído bastante a contusão do Valdivia. Acho que ele nem vai mais jogar até o fim do ano. Só pode ser isso, para um jogador deixar o time com dois a menos em campo. Não pode mais jogar até o fim do ano”, ironizou ele.

Fonte: Uol

Um comentário em “Valdivia volta a preocupar Palmeiras e ouve provocação de Rogério Ceni

  1. O Valdivia é aquele tipo de jogador que quer jogar quando o time está bem. Quando o time está mal, qualquer coisa é motivo para ele sair.
    Quem diz que a diretoria do S.Paulo contrata mal deveria rir muito ao ver rivais contratando a peso de ouro Valdivia, Felipão, Adriano (que ia jogar antes do Luiz Fabiano, segundo um certo cartola) e até chinês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*