Último São Paulo x Fortaleza teve pênalti perdido por Rogério Ceni

Neste domingo, às 19h (de Brasília), na Arena Castelão, Fortaleza e São Paulo medem forças pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro em uma partida com um ingrediente especial no banco de reservas do Leão do Pici. Isso porque, depois de 25 anos de serviços prestados como goleiro ao clube do Morumbi, além de uma curta passagem como treinador, Rogério Ceni terá o Tricolor paulista como adversário pela primeira vez na carreira.

Ao mesmo tempo que o confronto marca um reencontro curioso, o compromisso deste domingo será o primeiro entre os Tricolores desde 2006. E justamente nesse último embate, Rogério Ceni terminou como um dos protagonistas, sendo o responsável por perder um pênalti aos 47 minutos do segundo tempo, que poderia ter dado a vitória ao São Paulo. No fim, o resultado final permaneceu em igualdade: 1 a 1.

Líder do Brasileiro depois de 20 rodadas, o time comandado por Muricy Ramalho encontrou um Fortaleza brigando contra o rebaixamento. E no Morumbi, o São Paulo encontrou muitas dificuldades. Apesar do domínio, maior posse de bola, e chances criadas, como a de Josué, aos 16 minutos, que exigiu grande defesa de Albérico, e de Rogério Ceni, cobrando falta na trave, o placar nos 45 primeiros minutos foi inalterado.

No segundo tempo, o São Paulo voltou ainda mais disposto e Aloísio fez o goleiro Albérico trabalhar em duas oportunidades. Na primeira, o arqueiro defendeu, mas contou a com a sorte e com a trave na segunda oportunidade. Aos poucos, as chances foram cessando e o duelo foi ganhando em equilíbrio, apesar do controle das ações dos donos da casa.

Aos 41 minutos, a máxima do quem não faz, toma, prevaleceu no Morumbi, e Rinaldo fez 1 a 0 para o Fortaleza. Na saída de bola, o São Paulo empatou com Lenílson. Restou para os 47 a bola do jogo, nos pés de Rogério Ceni. Após lançamento, Mineiro dominou dentro da área e foi derrubado por Jorge Mutt, que cometeu a penalidade. Na cobrança, o ídolo Tricolor parou em Albérico.

Depois de conquistar 18 títulos oficiais (maior vencedor da história do clube), 1237 partidas, que o torna o goleiro com mais jogos por um mesmo time na história do futebol, e 131 gols marcados, sendo 61 de falta, 69 de pênalti e um considerado de bola rolando, Rogério Ceni pendurou as luvas. E na carreira como treinador, possui já dois títulos, da Série B do Campeonato Brasileiro e do Cearense, ambos pelo Fortaleza.

No duelo válido pela terceira rodada da competição nacional, neste domingo, Rogério Ceni terá um momento especial: do passado com o presente. Pelo São Paulo, o ex-goleiro e atual treinador é o recordista de jogos (575) e de vitórias (279) no Campeonato Brasileiro, jogador brasileiro com mais jogos (90), vitórias (51) e participações (9) na Libertadores, maior número de triunfos no Morumbi (375) e goleiro com maior número de assistências (7).

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Último São Paulo x Fortaleza teve pênalti perdido por Rogério Ceni

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.