Último campeão, Wellington volta para dar pegada ao meio do São Paulo

A maior novidade do São Paulo no penúltimo jogo do ano, domingo, às 17h, contra o Atlético-MG, será a presença de Wellington entre os titulares. O volante não começa uma partida desde 27 de setembro do ano passado, quando defendia o Internacional. Uma suspensão por doping, o fim do empréstimo ao Colorado e uma grave lesão no joelho o afastaram do futebol.

Pintado, técnico interino, manteve a tendência da semana, do ex-técnico Ricardo Gomes, e manteve o jogador na equipe titular, no lugar do suspenso João Schmidt. Uma decisão até surpreendente, já que Hudson, capitão do São Paulo na Libertadores, continua no banco.

Com Wellington, a comissão técnica espera ter mais pegada no meio-campo. O jogador subiu para a equipe profissional em 2008. Na base, era o grande companheiro do meia Oscar, atualmente no Chelsea. Hoje, aos 25 anos, o volante é o remanescente do último time campeão do São Paulo. Em 2012, ele era titular da equipe que conquistou a Copa Sul-Americana. O zagueiro Rodrigo Caio estava no grupo, mas raramente entrava em campo.

A carreira de Wellington não decolou como se esperava. Um dos maiores entusiastas no início era justamente o atual diretor executivo de futebol, Marco Aurélio Cunha. Na volta ao São Paulo, ele só entrou em campo nos minutos finais da vitória por 2 a 0 sobre a Ponte Preta, no Morumbi. Rezou, chorou, se emocionou em campo.

No último domingo, o diagnóstico da comissão apontou justamente uma marcação muito frouxa do meio-campo nos dois gols da Chapecoense, que venceu o São Paulo. João Schmidt e Thiago Mendes não ofereceram resistência quando Dener e Thiaguinho marcaram. A expectativa é que a presença de Wellington, sem ritmo de jogo, seja compensada pela determinação.

Próximo adversário: Atlético-MG
Local: Independência, Belo Horizonte
Data e horário: domingo, 17h (de Brasília)
Escalação provável: Renan Ribeiro, Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; Wellington, Thiago Mendes e Cueva; Luiz Araújo, David Neres e Chavez.
Pendurados: Carlinhos, Denis, Hudson, Kelvin, Lyanco, Mena e Michel Bastos
Desfalques: João Schmidt (suspenso); Wesley, Kelvin, Breno, Ytalo e Lucas Fernandes (machucados); Carlinhos e Michel Bastos (fora por opção técnica)
Arbitragem: Dewson Fernando Freitas da Silva, auxiliado por Marcio Gleidson Correia Dias e Helcio Araujo Neves (todos do Pará)
Transmissão: Premiere, com narração de Jaime Júnior e comentários de Henrique Fernandes

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*