Trocas de Juvenal Juvêncio no elenco não surtem efeito desde 2009

Juvenal Juvêncio apareceu nesta sexta-feira no CT da Barra Funda para explicar as mudanças adotadas pelo São Paulo após as eliminações no Paulistão e na Libertadores. Anunciou o afastamento de sete jogadores do time principal, deu respaldo ao técnico Ney Franco e se eximiu de culpa pelos novos fracassos do clube. Falou que é o dirigente mais vencedor da história do clube, que perderá muito sem ele. Nos últimos anos, porém, as trocas no elenco não surtiram efeito – ilustradas na falta de títulos.

Cortez, Cañete, Fabrício, Wallyson, João Filipe, Luiz Eduardo e Henrique Miranda não fazem mais parte dos planos e serão negociados. Treinarão separados, no CT da Barra Funda, enquanto o elenco fará a partir de segunda-feira a preparação no CFA de Cotia, antes do Brasileirão, que começa no dia 26.

O lateral-esquerdo Juan, afastado pelo mesmo Juvenal Juvêncio no início do ano, está de volta. Ainda nesta sexta, encaminhou-se as contratações do meia Roni, 22, e do lateral-direito Mateus Caramelo, 18 – ambos do Mogi Mirim. Da base, subiram os zagueiros Diego e Lucão, o volante Allan e o meia Lucas Evangelista. A diretoria continua atenta ao mercado, e torcendo para que dessa vez encontre mais sucesso do que nos últimos anos. São poucos os reforços são-paulinos, desde 2009, que foram úteis ao clube – 57 saíram, e 56 chegaram (veja a lista abaixo).

Juvenal Juvêncio se baseia nas conquistas para dizer que foi o melhor, mas teve muito tempo para fazê-lo. Mudou até o estatuto para ser reeleito pela segunda vez, em 2011. Como diretor e presidente entre 1984 e 1990, venceu três estaduais e um Brasileirão. De volta à diretoria desde 2003, venceu Paulistão, Libertadores, Mundial e o tri brasileiro.

De 2009 para cá, quando Juvenal se tornou hegemônico, só levantou a Sul-Americana. Para o presidente, culpados deveriam ser, então, jogadores e comissão técnica. Novas mudanças, até com contratações milionárias, novamente não resultaram em conquistas. Desta vez, no entanto, ele não quer trocar o treinador. Disse que Ney Franco partilha das últimas decisões. Se perder de novo, de quem será a culpa?

Quem chegou e quem saiu do São Paulo desde 2009:

2009

Vai: 10
Alex Silva (Z, Hamburg-ALE)
Juninho (Z, Botafogo)
Júnior (LE, Atlético-MG)
Néicer Reasco (LD, LDU-ECU)
Anderson (Z, Cruzeiro)
Jancarlos (LD, Cruzeiro)
Éder Luis (A, Atlético-MG)
Eduardo Costa (V, Monaco-FRA)
André Lima (A, Botafogo)
Wagner Diniz (LD, Santos)

Vem: 10
Denis (G, Ponte Preta)
Wagner Diniz (LD, Vasco)
Junior Cesar (LE, Fluminense)
Jean Rolt (Z, Ponte Preta)
Renato Silva (Z, Botafogo)
Adrián González (LD, San Lorenzo-ARG)
Nelson Saavedra (LD, Palestino-CHI)
Arouca (V, Fluminense)
Marlos (M, Coritiba)
Washington (A, Fluminense)

Paulistão: caiu na semifinal
Libertadores: caiu nas quartas de final
Brasileirão: terminou em 3º

2010

Vai: 15
Fabiano (G, Toledo)
Nelson Saavedra (LD, Atlético-GO)
Rodrigo (Z, Grêmio)
Joilson (LD, Grêmio)
Zé Luis (V, Atlético-MG)
Borges (A, Grêmio)
Arouca (V, Santos)
André Luis (Z, Fluminense)
André Dias (Z, Lazio-ITA)
Hernanes (M, Lazio-ITA)
Jorge Wagner (M, Kashiwa Reysol-JAP)
Léo Lima (M, Al-Nasr-EAU)
Richarlyson (V, Atlético-MG)
Roger (A, Guarani)
Oscar (M, Internacional)

Vem: 16
Roger (A, Vitória)
Alex Silva (Z, Hamburg-ALE)
André Luiz (Z, Grêmio Prudente)
Xandão (Z, Grêmio Prudente)
Cicinho (LD, Roma)
Carleto (LE, Valencia-ESP)
Samuel (Z, Mirassol)
Ilsinho (LD, Shakhtar)
Cleber Santana (M, Mallorca-ESP)
Marcelinho Paraíba (M, Coritiba)
Léo Lima (M, Goiás)
Rodrigo Souto (V, Santos)
Carlinhos Paraíba (M, Coritiba)
Ricardo Oliveira (A, Al Jazira-EAU)
Fernandão (A, Goiás)
Fernandinho (A, Grêmio Prudente)

Paulistão: caiu na semifinal
Libertadores: caiu na semifinal
Brasileirão: terminou em 9º

2011

Vai: 17
Cicinho (LD, Villarreal-ESP)
Marcelinho Paraíba (M, Sport)
Adrián González (LD, Arsenal de Sarandí-ARG)
Samuel (Z, Werder Bremen-ALE)
Junior Cesar (LE, Flamengo)
Mazola (A, Urawa Reds-JAP)
Edson Ramos (LD, Mogi Mirim)
Carleto (LE, Olimpia-PAR)
Alex Silva (Z, Flamengo)
Renato Silva (Z, Vasco)
Diogo (LE, Goiás)
Ilsinho (LD, Ilsinho)
Fernandão (A)
Miranda (Z, Atlético de Madrid-ESP)
Dagoberto (A, Internacional)
Xandão (Z, Sporting-POR)
Rivaldo (M, Kabuscorp-ANG)
Marlos (M, Metalist-UCR)

Vem: 11
Rhodolfo (Z, Atlético-PR)
Juan (LE, Flamengo)
Edson Ramos (LD, Mallorca-ESP)
João Filipe (Z, Botafogo)
Iván Piris (LD, Libertad-PAR)
Rivaldo (M, Mogi Mirim)
Cañete (M, Boca-ARG)
Denilson (V, Arsenal-ING)
Cícero (M, Wolfsburg-ALE)
Luis Fabiano (A, Sevilla-ESP)
Willian José (A, Grêmio Barueri)

Paulistão: caiu na semifinal
Copa do Brasil: caiu nas quartas de final
Sul-Americana: caiu nas oitavas de final
Brasileirão: terminou em 6º

2012

Vai: 12
Bosco (G)
Juan (LE, Santos)
Jean (V, Fluminense)
Carlinhos Paraíba (M, Omiya Ardija-JAP)
Piris (LD, Roma-ITA)
Bruno Uvini (Z, Napoli-ITA)
Henrique (A, Granada-ESP)
Paulo Assunção (V, Deportivo La Coruña-ESP)
Cícero (M, Santos)
Fernandinho (A, Al Jazira-EAU)
Wllian José (A, Grêmio)
Lucas (M, Paris Saint-Germain-FRA)

Vem: 11
Rafael Toloi (Z, Goiás)
Cortez (LE, Botafogo)
Paulo Miranda (Z, Bahia)
Edson Silva (Z, Figueirense)
Douglas (LD, Goiás)
Jadson (M, Shakhtar-UCR)
Fabrício (V, Cruzeiro)
Ganso (M, Santos)
Paulo Assunção (V, Atlético de Madrid-ESP)
Maicon (M, Figueirense)
Osvaldo (A, Ceará)

Paulistão: caiu na semifinal
Copa do Brasil: caiu na semifinal
Sul-Americana: campeão
Brasileirão: terminou em 4º

2013

Vai: 1
Casemiro (V, Real Madrid-ESP)

Vem: 8
Lúcio (Z, Juventus-ITA)
Aloísio (A, Figueirense)
Negueba (A, Flamengo)
Wallyson (A, Cruzeiro)
Renan Ribeiro (G, Atlético-MG)
Silvinho (A, Penapolense)
Roni (M, Mogi Mirim)
Caramelo (LD, Mogi Mirim)

Paulistão: caiu na semifinal
Libertadores: caiu nas oitavas de final
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*