Técnico do Manchester afirma que pagar 45 milhões de euros por Lucas é maluquice

Alex Ferguson, técnico e cartola do Manchester United, parece não ter engolido o fato de Lucas ter acertado com o Paris Saint-Germain por 43 milhões de euros (mais de R$ 108 milhões). Ultrapassado na reta final da negociação, o escocês acredita que pagar preço tão alto por Lucas significa que o futebol ficou “maluco”. Os gastos em contratações dos franceses, na opinião do treinador, são prejudiciais ao esporte.

“Eu acho incrível que um clube possa pagar 45 milhões de euros por um garoto de 19 anos”, afirmou o treinador, que chegou a fazer duas ofertas para contratar Lucas. A última beirou os 38 milhões de euros. Segundo Wagner Ribeiro, agente de Lucas, o contrato com os ingleses já estava redigido quando uma proposta de Paris provocou uma reviravolta na negociação. Depois de perder a corrida pelo meia-atacante, Ferguson comentou a política agressiva de contratações do PSG.

“Para marcar todos, para dizer a todos que o PSG está aqui, eles assinaram com Thiago Silva do Milan e com Zlatan Ibrahimovic. Eles devem ter gastado 150 milhões de libras no último mês. Como se sabe, só quem pode deter isso é a UEFA”, afirmou o técnico e cartola, se referindo à entidade que rege o futebol europeu. “Quando você paga 45 milhões de euros por um garoto de 19 anos, você tem que dizer que o jogo está ficando maluco.”

Mas as cifras despendidas pelos ingleses também não ficam muito longe do valor que o PSG pagará pelo meia-atacante. Em 2004, também sob o comando de Ferguson, o Manchester contratou o atacante Wayne Rooney por quase 40 milhões de euros. Rooney tinha 18 anos e estava no Everton.

No caso do PSG, os investimentos em jogadores estrelados se explicam pela força financeira do grupo do Qatar que controla o clube. A transação de Lucas se tornou a maior negociação da história do futebol brasileiro, superando a ida de Robinho ao Real Madrid e a de Oscar ao Chelsea. Quando voltar da Inglaterra, onde disputa a Olimpíada, o são-paulino continuará defendendo sua equipe até o fim do ano.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*