Suspensos no Brasileirão viram solução para Muricy na Sul-Americana

A vitória por 2 a 1 sobre o Santos na tarde do último domingo fez o São Paulo alcançar a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, mas trouxe alguns problemas para o técnico Muricy Ramalho. O lateral-esquerdo Alvaro Pereira, o meia Paulo Henrique Ganso e o atacante Alexandre Pato receberam o terceiro cartão amarelo no clássico e estão fora do confronto com o Figueirense no domingo, em Florianópolis (SC).

O que seria um prejuízo enorme para o Tricolor, no entanto, pode ajudar a comissão técnica a evitar novos problemas por lesão. Fora de combate contra o Figueira, o trio tem presença garantida contra o Criciúma na quinta-feira, na estreia do clube na Copa Sul-Americana, também em Santa Catarina. A folga que alguns ganharão no torneio internacional será ‘dada’ aos três no fim de semana devido à suspensão. Reinaldo, Maicon e Ademilson concorrem às vagas.

– Não temos plantel, temos muitos suspensos e machucados. Foram três hoje (ontem). Temos que ser inteligentes no meio de semana para mesclar. O Kaká preocupa, porque não se poupa dentro de campo. Vamos cuidar dele. Os que estão suspensos devem jogar, mas tem que ser inteligente. Tem que tomar cuidado para não arrebentar o time. Não importa se é Sul-Americana ou Copa do Mundo. O (Rafael) Toloi é outro que estamos preocupados. Os exames estão altos e ele está correndo perigo – explicou Muricy.

O medo do comandante são-paulino é justificado pelas dificuldades que tem encontrado para montar a lista de relacionados para os jogos. Para o clássico com o Santos, por exemplo, o zagueiro Lucão foi chamado de última hora para compor o banco de reservas, que não teria ninguém da posição devido às lesões de Antonio Carlos e Rodrigo Caio. O garoto estaria de folga ao lado do lateral-direito Auro do meia Boschilia, que conquistaram torneio na Espanha pela Seleção Brasileira sub-20.

 

Nesta segunda-feira, o elenco do São Paulo se reapresenta no período da tarde no CT da Barra Funda e deve ser avaliado pelos fisiologistas. Além de Rafael Toloi e Kaká, outros jogadores podem ser poupados do confronto com o Criciúma. A delegação embarca para Santa Catarina na quarta-feira e retorna à capital paulista apenas no domingo, após o jogo com o Figueirense pelo Brasileirão.


Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*