SPFC quer valorizar garotos para se proteger de assédio europeu e de rivais

O São Paulo celebra a ascensão de Luan, Liziero, Igor Gomes e Antony, importantes para o clube voltar a uma final de Campeonato Paulista depois de 16 anos. Mas a exposição dos garotos após o vice no Estadual também faz com que o Tricolor tome precauções diante do assédio de times europeus. A ideia, então, é valorizar as promessas.

Os quatro jovens têm contratos longos e renovados ainda no ano passado. Ou seja, não há necessidade de correr para estender os vínculos. O que pesa é muito mais o quanto cada um deles recebe de salário, por duas razões: deixá-los mais prestigiados no São Paulo, com menos chances de serem seduzidos por ofertas de fora, e permitir que a multa rescisória possa ser turbinada.

Por exemplo, no caso de Antony, sondado por Ajax e Milan, a multa para o exterior é de 50 milhões de euros (cerca de R$ 220 milhões). Mas para o mercado brasileiro, que vincula a multa diretamente ao salário, o valor é de apenas R$ 50 milhões. Com vencimentos mensais maiores, o Tricolor consegue elevar essa multa nacional e deixar o atleta mais seguro no Morumbi.

A diretoria já sinalizou aos representantes dos garotos que pretende valorizar os contratos deles. Ainda não há um prazo para que isso aconteça, mas a tendência é que isso seja discutido antes da janela de transferências para a Europa reabrir, em julho.

Antes disso, porém, Luan, Liziero, Igor Gomes e Antony já devem ter o salário alterados. Isso porque, quando renovaram com o São Paulo em 2018, acertaram alguns bônus por metas alcançadas que envolvem partidas disputadas. Como viraram titulares e têm jogado com frequência, os garotos devem bater essas metas e ganhar um pouco mais por mês.

Para a estreia no Campeonato Brasileiro, marcada para as 16h de amanhã contra o Botafogo, no Morumbi, apenas dois dos garotos estarão à disposição do técnico Cuca. Igor Gomes e Antony devem ser até titulares, enquanto Luan e Liziero se recuperam de lesões musculares no Reffis.

Fonte: Uol

Um comentário em “SPFC quer valorizar garotos para se proteger de assédio europeu e de rivais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.