SP troca direitos econômicos por repasse a “terceiros” em vendas do futebol

O São Paulo divulgou seu balanço patrimonial e apresentou no documento uma diferença na distribuição do dinheiro referente às vendas do clube. De 2015 para cá, o clube adotou a política de não contar com jogadores que tenham os direitos econômicos muito fatiados entre clubes ou empresas.

Assim, o repasse de direitos econômicos foi de R$ 21. milhões, em 2016, para R$ 12 milhões na temporada passada. Por outro lado, houve aumento no repasse a terceiros – leia-se intermediários, que recebem comissões. Em 2016, foram repassados R$ 4 milhões, contra R$ 11 milhões em 2017.

 

Fonte: Uol

8 comentários em “SP troca direitos econômicos por repasse a “terceiros” em vendas do futebol

  1. O Sao Paulo, hoje, e’ a xerox do todo.
    que acontece aqui no paiz dos bananas.
    cbf, celeiro de ladroes, nao salva um, de havelange o maior,
    e mais badalado ate’ esse del nero, marin, e tantos outros
    por todos os lugares, clubes e federacoes,
    e,
    nosso sampaulo nao fica atras de ninguem.
    Viramos um sampaulo dos bananas,
    ja era. Nao importa se o DT da vez e’ hermano de ponta,
    ou um ze’ ruela daqui. O futebol e’ tao ou mais corrupto que o que
    acontece na PToliticagem do bananal.

  2. Por falar em bagunça… fica realmente difícil a coisa andar. A cada 6 meses o São Paulo muda completamente sua visão. Primeiro é um treinador ofensivo q usa a base, depois é um defensivo que não usa a base, depois é um defensivo que usa a base, depois um ofensivo que não usa… Jesus, da um tempo, como é difícil usar a cabeça. Sou crítico a essa diretoria porque ela mantém essa bagunça da diretoria anterior. Não é questão de dar tempo pras coisas se ajustarem, é questão de questionar como uma diretoria que faz da mesma forma que a anterior vai conseguir resultados diferentes.

  3. O SPFC funciona tal qual os governos corruptos que passaram pelo Brasil.
    Números obscuros, balanços possívelmente maquiados, contratações pra lá de estranhas e futebol pífio dentro de campo.
    Além do péssimo Leco, temos hoje certamente o PIOR grupo de conselheiros da história vitoriosa do SPFC , estes canalhas se apropriaram do SPFC , fizeram e fazem de tudo para sujar o nome e a história do SPFC.
    Esses números são migalhas perto do prejuízo que estes pilantras causaram ao SPFC nos últimos anos.
    Conseguiram em menos de 10 anos acabar com o clube mais organizado e vencedor deste país.
    Se o SPFC vai se reencontrar novamente Eu não sei, mas o prejuízo instaurado no clube é e foi devastador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*