SP negocia descontos para amenizar prejuízo de quem sofreu “calote do U2”

O São Paulo tem trabalhado para diminuir o prejuízo das pessoas que sofreram calote na compra de entradas para os shows de U2 e Bruno Mars, que estão ocorrendo no Morumbi. Supostamente enganadas pelo ex-gerente de marketing do clube, Alan Cimerman, as pessoas lesadas foram procuradas pelo clube, que deu descontos na venda de camarotes e ingressos e ofereceu outras vantagens como “compensação”, tentando minimizar o dano.

No total, o clube calcula que o desfalque pelo suposto caso de venda irregular e corrupção seria de cerca de R$ 2 milhões. O São Paulo, por entender que não tem obrigação legal, não fez qualquer ressarcimento em dinheiro às supostas vítimas, que esperam receber tudo que investiram diretamente de Cimerman. O caso segue investigado pelo Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais).

 

Fonte: Uol

3 comentários em “SP negocia descontos para amenizar prejuízo de quem sofreu “calote do U2”

  1. Esse valor deve ser devolvido aos prejudicados e descontados da dividida com o Pinotti, pois foi ele que contratou e bancou o Cimerman, pois qualquer criança já sabia da fama desse sujeito e o Sr. Pinotti resolveu dar uma segunda chance para o mesmo e vimos no que deu, então ele que se responsabilize pela cagada que fez.

  2. Como vem acontecendo a anos, o clube frequenta mais as páginas policiais do que as esportivas.
    Vejo que é obrigação ressarcir a quem foi prejudicado pelo ex funcionário, afinal à época representava a instituição, que por sinal é muito mal representada, legado JJ.
    Como para o quadro associativo, em sua maioria, parece estar boa a situação, afinal, as turmas das piscinas, dos restaurantes, da bocha, da sauna, etc.. estão felizes com seus time de coração, que continue assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*